Giro d'Italia - Antevisão da 8ª etapa

Etapa ao longo da costa da Puglia (Apúlia), vai ser mais um dia com paisagens extraordinárias.

Giovinazzo - Vieste, 200 Km



A etapa pode ser dividida em 2 partes, os primeiros 90 Km são completamente planos, sempre ao longo da costa. Os 110 Km seguintes são de constante sobe e desce, um percurso rompe-pernas, com mais de 2000 metros de subida acumulada.
A primeira subida do dia é o Monte Sant’Angelo, a mais exigente do dia, com 9,6 Km de extensão a mais de 6%. Após de descida, as subidas são mais curtas, mas o terreno tem poucas zonas planas.
Na parte final há uma subida de 1 Km, La Chiesuola, com 9,3% e uma rampa de 17%, podemos ver ataques aqui. Será percorrida 2 vezes, já que há duas passagens pela meta em Vieste, a última passagem por La Chiesuola está situada a 11 Km da meta.

Sprint
A parte final em Vieste é plana, mas com algumas viragens. Se o grupo for numeroso, o posicionamento é essencial.


Sprints intermédios:
90.3 Km - Manfredonia
185.5 Km - Vieste (bonificação de tempo: 3", 2" e 1")

Subidas categorizadas:
106.2 Km - Monte Sant’Angelo (2ª cat. 9,6 Km @ 6,1%)
157.3 Km - La Guardiola (4ª cat. 1,4 Km @5,6%)

Condições meteorológicas


Dia sem chuva.
Temperatura vai variar, 19º a 23ºC ao longo do percurso (ver gráfico).
O vento vai soprar moderado de leste, ou seja, lateral praticamente toda a etapa. Os primeiros 100 Km são ideais para que hajam bordures, mas desta vez não acreditamos que as equipas se preocupem com isso, vão guardar todas as balas para a 2ª parte da etapa.

Favoritos

Fuga
Não é de todo descabido ver uma fuga ter sucesso, no entanto, apostamos que equipas como a Bora-Hansgrohe e Sunweb irão querer discutir a etapa com Sagan e Matthews

Estratégia Anti-Démare
A subida de La Chiesuola é muito dura para ele, mas está na melhor forma da sua vida e não é de espantar que aguente. A Bora-Hansgrohe e Sunweb também não podem apertar muito, porque Sagan e Matthews podem sentir dificuldades, estas duas equipa terão de encontrar um equilíbrio e esperar que Démare não aguente.
No entanto, não podemos esquecer que há Diego Ulissi, o ciclista da UAE é menino para atacar em La Chiesuola, está em grande forma e já tem uma etapa no bolso.

E os homens da Geral
Nibali parece em forma e sedento de sangue como um tubarão. Veremos se vai testar os adversários. A subida de La Chiesuola é perfeita para Fuglsang, o dinamarquês é outro que pode agitar as águas.
Enquanto João Almeida também não parece desconfortável nestas paredes, por isso, não se espera que perca tempo.

⭐⭐⭐ Diego Ulissi, Arnaud Démare
⭐⭐ Peter Sagan, Michael Matthews
⭐ Davide Ballerini, Fabio Felline, Jhonatan Narváez

A nossa aposta: Diego Ulissi
Está em forma e vai atacar na La Chiesuola.

Joker: Michael Matthews
Esperávamos mais dele, este é um dia que tem de estar na discussão. Em La Chiesuola tem de responder aos ataques, ou tomar ele mesmo a a iniciativa. 


Seguir em directo: #Giro2020, #Giro, #Giro103

Eurosport 2 (12:30)

Horário Portugal continental

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Publicar um comentário