Giro d'Italia - Antevisão da 7ª etapa

O Giro rumo à costa de Puglia (Apúlia em Português), região no tacão da bota. Esta é a primeira etapa adequada totalmente adequada aos puro sangue do sprint.

Matera - Brindisi, 143 Km



A etapa no papel é uma das mais fáceis de toda a prova, curta e praticamente plana. Mas as estradas expostas e o vento poderão tornar este dia num inferno para muita gente. Os homens da geral terão de estar muito atentos para não ficarem nas bordures. 

Sprint
A parte final em Brindisi é completamente plana, com 4 viragens de 90º dentro dos últimos 3 Km, o posicionamento e o trabalho dos comboios será fundamental.



Sprints intermédios:
66.2 Km - Taranto
91.5 Km - Grottaglie (bonificação de tempo: 3", 2" e 1")

Condições meteorológicas


Dia sem chuva.
Temperatura vai variar, 19º a 24ºC ao longo do percurso (ver gráfico).
O vento vai soprar moderado/forte de norte, ou seja, cruzado em quase todo o percurso (ver mapa com a direção do vento).

Favoritos

Fuga?
Não terá sucesso. As equipas dos sprinters (Groupama, Bora-Hansgrohe, Deceuninck-QuickStep e UAE) vão controlar a diferença da fuga e vão garantir um final em pelotão massivo.

Bordures?
É um dia que tem tudo para que hajam bordures, o vento vai soprar de norte com rajadas fortes e na maioria do percurso será lateral. Juntando a isso, uma boa parte do percurso é em estradas expostas e todos estes ingredientes fazem com que potencie as bordures.
João Almeida tem uma das melhores equipas a lidar com bordures. De todos os homens da geral, pensamos que Pozzovivo é aquele que tem de estar muito atento, não gosta deste tipo de etapas e tem uma equipa frágil. Majka tem Sagan e Fuglsang é um ciclista que se move bem nestas etapas.
Kelderman é outro que não gosta destas etapas, mas este ano tem uma equipa forte e que está numa fase que tudo corre bem. Para fechar, Nibali é um ciclista muito experiente e tem uma boa equipa para o proteger.
De qualquer modo, ninguém está a salvo, basta uma distração, uma má colocação no momento errado ou um azar (furo ou queda) para que o dia fique estragado.

⭐⭐⭐ Arnaud Démare, Fernando Gavíria
⭐⭐ Peter Sagan, Davide Ballerini
⭐ Elia Viviani, Davide Cimolai, Alvaro Hodeg

A nossa aposta: Fernando Gavíria
Decidimos não ir para a opção mais óbvia e escolhemos o colombiano. Deverá ser o primeiro sprint que vai disputar e acreditamos nele e no bom comboio que a UAE trás para o apoiar.

Joker: Davide Ballerini
Esteve perto de vencer uma etapa ao sprint neste Giro. Tem sido um bom ano para o italiano e nada melhor do que vencer na prova mais importante para os italianos.


Seguir em directo: #Giro2020, #Giro, #Giro103

Eurosport 2 (11:55)

Horário Portugal continental

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Publicar um comentário