Giro d'Italia - Antevisão da 5ª etapa

O Giro abandona a Sicília e entra na Itália continental, mais concretamente em Régio Calábria. A etapa é muito dura, com uma parte final intrigante.

Mileto - Camigliatello Silano, 225 Km



Etapa com 225 Km e 4700 metros de subida acumulada. Começa em Mileto e segue ao longo da ponta da bota para nordeste, no menu estão 3 contagens de montanha. 
O terreno é de constante sobre e desce, poucas zona planas e os metros de subida vão-se acumulando assim como a fadiga. As duas contagens categorizadas estão a meio da etapa, com 10 Km a separá-las, uma fuga nessa altura já deverá estar estabelecida.
Mas é a última subida que pode fazer diferenças, Valico di Montescuro é uma ascensão muito longa, são mais de 24 Km, a 5,6%, os primeiros 15 Km são muito inconstantes, com zona de descanso e outras bem empinadas, com uma rampa de 18%  (12,5 Km). Os últimos 9 Km são constantes, sempre a rondar 6%.
Após o topo de Valico di Montescuro, seguem-se 12 Km a descer até à meta.

Sprints intermédios:
80 Km - Catanzaro lido
187,3 Km - Cosenza (bonificação de tempo: 3", 2" e 1")

Subidas categorizadas:
91.9 Km - Catanzaro - 4 Km @ 4,7% (3ª cat.) 
111.3 Km - Tiriolo - 10,6 Km @ 5,3% (3ª cat.)
213.4 Km - Valico di Montescuro -  24,2 Km @ 5,6% (1ª cat.) 


Condições meteorológicas

Probabilidade de chuva e com alguma intensidade.
Temperatura vai a rondar os 14ºC.
O vento vai soprar moderado de sudoeste, com rajadas fortes. 

Favoritos

Fuga?
Há um grande problema para o sucesso da fuga, são as diferenças curtas que ainda existem na geral. Teria ser um grupo de gente que já esteja muito longe da geral e que suba bem, para que a Deceuninck-QuickStep deixe espaço suficiente.

Almeida mantém a amarela?
Vamos arriscar e dizer que Sim.
Não acreditamos que Caicedo seja a maior ameaça. Pello Bilbao, Kelderman e Vanhoucke são os que estão mais próximos, com o jovem belga já a quase 1 minuto. O belga e o holandês mostraram melhores pernas no Etna, o basco esteve no nível do jovem português.
É uma subida muito longa, Knox poderá ser uma ajuda muito importante. 

⭐⭐⭐ Jakob Fuglsang, Vincenzo Nibali
⭐⭐ Domenico Pozzovivo, Rafal Majka
⭐ Wilco Kelderman, Harm Vanhoucke, 

A nossa aposta: Jakob Fuglsang
Fez uma subida do Etna muito forte e nota-se que chega ao Giro com as melhores pernas possíveis. A questão será a 3ª semana, mas ainda só estamos na 1ª.
É natural que Nibali ataque na descida caso ainda haja um grupo, Fuglsang é um excelente descedor e pode aproveitar a boleia.

Joker: Harm Vanhoucke
Foi a surpresa no Etna, mas só surpreende quem não o conhece dos escalões mais jovens. Um dos melhores trepadores da sua geração e que finalmente parece querer revelar-se em definitivo.
Se tiver bem, voltará a atacar e como não tem o pedigree de outros, os favoritos darão-lhe liberdade para já.

Seguir em directo: #Giro2020, #Giro, #Giro103

Eurosport 2 (11:25)

Horário Portugal continental

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Publicar um comentário