Giro d'Italia - Antevisão da 16ª etapa

Último dia descanso passado, a 3ª semana começa com uma etapa para especialistas de clássicas.

Udine - San Daniele del Friuli, 229 Km


Etapa longa, numa semana que vai ser terrível. São 229 Km rompe-pernas, onde ciclistas percorrerem subidas curtas e estradas estreitas.
A primeira dificuldade do dia é a Madonnina del Domm com 10.1 Km a 7.4%, é terreno para a formação da fuga do dia. A segunda subida do dia aparece 45 Km depois, pelo meio além da descida há 37 Km de terreno plano. As subidas estão sempre muito espaçadas, com plano entre elas.
O Monte Spig com 4.7 Km a 8.3% e o Monteaperta com 3.3 Km a 7.6% não devem fazer muita mossa no grupo principal, prepara o pelotão para a entrada no circuito.
O circuito final irá ser percorrido por 3 vezes, a subida Monte di Ragogna é a grande dificuldade com os seus 3.0 Km a 8.9%, ascensão muito seletiva. Os 2 Km finais são muito complicados, a entrada do último Km é um pesadelo com uma rampa de 20%.


Sprints intermédios:
88.1 Km - Cividale del Friuli
181.1 Km - Castello di Susans (1', 2' e 3' de bonificação)

Subidas categorizadas:
30.8 Km - Madonnina del Domm GPM2, 10.1 Km @ 7.4%
76.9 Km - Monte Spig GPM3, 4.7 Km @ 8.3%
124.3 Km - Monteaperta GPM3, 3.3 Km @ 7.6%
162.8 Km - Monte di Ragogna GPM3, 3.0 Km @ 8.9%
189.7 Km - Monte di Ragogna GPM3, 3.0 Km @ 8.9%
216.7 Km - Monte di Ragogna GPM3, 3.0 Km @ 8.9%

Condições meteorológicas


Probabilidade muita baixa de chuva.
Temperatura variará entre os 9 e 14ºC ao longo da etapa.
O vento vai soprar fraco.

Favoritos

Fuga
Sim, a fuga tem hipóteses de sucesso. A Deceuninck-QuickStep não lhe interessa uma etapa dura e a Sunweb deverá guardar as balas para os próximos dias, que serão de alta-montanha.
Será interessante ver como a Bora-Hansgrohe irá abordar esta etapa.

Existem muitos nomes para a fuga, aqui ficam alguns:
AG2R - Bouchard, Hanninen, Paret-Peintre or Vendrame
Androni - Pellaud
Bahrain - Tratnik, Padun
Bardiani - Carboni
Bora-Hansgrohe - Sagan, Fabbro
CCC - De la Parte, Valter
Cofidis - Hansen, Edet
EF - Guerreiro, Kangert
Lotto-Soudal - De Gendt, Hagen, Vanhoucke
Movistar - Rubio, Carretero, Cataldo, Vilella
Ineos - Ganna, Castroviejo, Swift, Dennis
Israel - Navarro
NTT - Meintjes, O'Connor
Sunweb - Hamilton
UAE - Ulissi, Conti, Bjerg
Vini Zabù - Visconti, Zardini

Luta pela Geral
João Almeida e a Deceuninck-Quickstep estão à vontade neste terreno e não devem perder a maglia rosa nesta etapa. 

⭐⭐⭐ Ulissi, Guerreiro
⭐⭐ Visconti, De Gendt, Valter, Padun, Vendrame, Fabbro
⭐ Almeida, Kelderman, Konrad, Tao Hart

A nossa aposta: Ruben Guerreiro
Tem de entrar na fuga de forma a recuperar a camisola da montanha. O final é à sua medida.

Joker: João Almeida
A Deceuninck-QuickStep podem preferir um final entre os homens da geral de forma a Almeida bonificar. O ciclista português neste terreno é muito forte e tem uma boa ponta final em grupos reduzidos.


Seguir em directo: #Giro2020, #Giro, #Giro103

Eurosport 1 (11:25)
Horário Portugal continental

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Publicar um comentário