Volta à França 2020 - Antevisão 13ª Etapa

Etapa típica do Maciço central, com nada mais nada menos do que 7 subidas categorizadas e final em alto.

 Châtel-Guyon-Plage - Puy Mary, 191,5 Km

Mapa
Perfil

São cerca de 4500 metros de subida acumulada em 192 Km. O dia vai ser duro, é uma mistura de terreno rompe-pernas com alta-montanha.
Os primeiros 25 Km são os mais planos de todo o dia, e servem de preparação para a primeira subida do dia, o Col de Ceyssat, de 1ª categoria. As subidas vão-se sucedendo, duas antes do sprint intermédio em Lanobre, este é um ponto importante, já que a disputa pela camisola verde este ano está acirrada, não será de estranhar se um dos candidatos esteja na fuga do dia.
A 2ª parte da etapa é ainda mais dura, com 4 contagens de montanha, as duas primeiras são de 3ª categoria e servem de antecâmera das duas últimas, que são encadeadas.
O Col de Neronne tem o topo a 10 Km da meta, é de 2ª categoria e tem bonificações, os últimos 3 Km desta subida são sempre acima dos 9%. A subida final é a mais dura do dia, o Puy Mary conta com 2 Km finais acima dos 11% e é aqui que provavelmente veremos movimentações entre os homens da geral.

Últimos 15 Km

Sprints intermédios:
111 Km - Lanobre

Subida categorizada: 
36 Km - Col de Ceyssat (1C , 1074 m, 10.4 Km @ 6.1%)
63,5 Km - Col de Guéry (3C , 1265 m, 7.9 Km @ 4.8%)
85,5 Km - Montée de la Stèle (2C , 7.0 Km @ 5.5%)
130,5 Km - Côte de l'Estiade (3C , 2.8 Km @ 8.0%)
157 Km - Côte de Anglards-de-Salers (3C , 4.2 Km @ 6.4%)
180,5 Km - Col de Neronne (2C , 4.0 Km @ 8.5%)
META - Pas de Peyrol (1C , 5.4 Km @ 7.7%)

Condições meteorológicas

Dia nublado, mas não se espera chuva.
Temperatura a rondar os 26ºC.
O vento vai soprar fraco/moderado de norte, ou seja, vento a favor na maioria da etapa.

Favoritos

Fuga?
A Jumbo-Visma deverá querer um final entre os favoritos, para Roglic bonificar. A fuga tem algumas hipóteses de ter sucesso, depende muito de como a equipa do camisola amarela abordar a etapa.

⭐⭐⭐ Primoz Roglic, Tadej Pogacar
⭐⭐ Egan Bernal, Mikel Landa, Miguel Angel Lopez, Nairo Quintana, Guillaume Martin
⭐ Fuga

Possíveis fugitivos:
Alaphilippe
Martinez
Carthy
Soler
Hermans
Barguil
Lutsenko
Herrada
Latour
Hirschi
Kamna
De Marchi
De Gendt
Gaudu

A nossa aposta: Primoz Roglic
O esloveno tem aqui uma chegada à sua medida, onde poderá aplicar a sua ponta final. No entanto, veremos como irá reagir a um dia com muita subida acumulada, a Jumbo-Visma terá de estar a um nível muito elevado e não vacilar como o fez no final da 1ª semana.
Kuss, Bennett e Dumoulin vão ser importantes.

Joker: Miguel Angel Lopez
Não terminou a 1ª semana da melhor forma, mas o colombiano é um fundista e habitualmente melhora ao longo das grandes voltas. Não será de todo incomum se atacar antes da última subida, no Col de Neronne, já que tem de recuperar terreno.


Seguir em directo: #tdf2020, #letour, #tourdefrance, #tdf

 (a partir das 10:45)

(a partir das 14:00)

Horário Portugal continental


Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Publicar um comentário