Volta à França 2020 - Antevisão 12ª Etapa

Olá maciço central! A prova chega a uma das regiões mais ignoradas pelo Tour, numa etapa que é a mais longa desta edição deste, com 218 Km.

 Chauvigny - Sarran, 218 Km

Mapa

Perfil
Etapa mais longa da prova, com 218 Km e rompe-pernas. A primeira metade da prova tem como único ponto de interesse a disputa do sprint intermédio.
4 subidas aguardam na segunda metade. A Côte de Saint-Martin-Terressus é a primeira aos 104,5 Km, poucos Km depois aparece a Côte d'Eybouleuf, estas duas ascensões são de 4ª categoria. O terreno é de constante sobe e desce, mas apenas 50 Km aparece nova subida categorizada, a Côte de la Croix du Pey, uma subida de 4,8 km com média de 6%. Descida rápida e curta até à última subida categorizada do dia, o Suc au May. São 3,8 Km de extensão e um gradiente médio de 7,7%. O topo fica a 25 Km do final e tem bonificações.
Os último 5 Km são em ligeira subida.


Sprints intermédios:
51 Km - Le Dorat

Subida categorizada: 
104,5 km: Côte de Saint-Martin-Terressus (4C - 1,5 Km @ 8,8%)
121,5 km: Côte d’Eybouleuf (4C - 2,8 Km @ 5,2%)
177,5 km: Côte de la Croix du Pey (3C - 4,8 Km @ 6%)
192,5 km: Suc au May (2C - 3,8 Km @ 7,7%)

Condições meteorológicas

Dia com algumas nuvens, mas sem chuva
Temperatura a rondar os 26ºC.
O vento vai soprar moderado de norte, não beneficia bordures.

Favoritos

Fuga?
Sim, este é um dia para a fuga ter sucesso.

⭐⭐⭐ Fuga
Alaphilippe, Schachmann, Hirschi, Trentin, Avermaet, Benoot, Lutsenko

⭐⭐ Fuga
De Gendt, Madouas, Stuyven, Asgreen, De Marchi, Molard, Jungels, Cavagna, Mohoric

⭐ Primoz Roglic, Tadej Pogacar

A nossa aposta: Marc Hirschi
O suiço esteve muito perto duas vezes de vencer uma etapa. Está em grande forma e já merece uma vitória de etapa.
É muito ofensivo e é um ciclista capaz de andar bem em praticamente qualquer terreno, além de ter uma ponta final bastante decente.

Joker: Remi Cavagna
Um dos ciclistas mais imprevisíveis do pelotão mundial. Capaz de exibições monstruosas e de autênticas cavalgadas épicas, em que ataca muito longe da meta e os adversários só o voltam a ver no pódio.
A Deceuninck-QuickStep deverá apostar em Alaphilippe, mas se o plano não resultar têm diversas soluções e Cavagna é uma das principais.

Seguir em directo: #tdf2020, #letour, #tourdefrance, #tdf

 (a partir das 10:45)

(a partir das 14:20)

Horário Portugal continental


Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Publicar um comentário