Vuelta a España 2019 - Antevisão 17ª etapa

Segundo dia de descanso realizado, os ciclistas regressam para percorrerem a etapa mais longa da prova. O cenário também muda, com a região central de Espanha a ser o palco agora, num dia para os velocistas.

Mapa
Perfil
Praticamente 220 Km, que começam na bela região de Aranda de Duero e o final está colocado em Guadalajara, bem perto da comunidade autónoma de Madrid.
É um dia sem qualquer subida categorizada, mas curiosamente os ciclistas estarão quase sempre acima dos 800 metros de altitude. O ponto mais alto da etapa é o Alto de Carrascosa que está a 1380 metros de altura, aos 86 Km de etapa. 
O vento é um factor que pode alterar profundamente o desenrolar da corrida, com várias zonas expostas a ajudar aos possível caos.
Os últimos 3 Km, são em ligeira subida, 3.2% de inclinação. Muitas rotundas na aproximação à meta e viragens também. A última das quais já dentro do último Km, é necessário uma boa colocação à entrada dos últimos 1000 metros.

Últimos 5 Km
Sprint intermédio:
Km 103.3 -Atienza

Local de partida: Aranda de Duero

Iglesia de San Juan
Aranda de Duero é um município da Espanha na província de Burgos, comunidade autónoma de Castela e Leão. Esta cidade é famosa pelas suas inúmeras adegas, ou bodegas, que refletem a sua localização privilegiada e a tornam um dos expoentes máximos da denominação de origem da Ribera del Duero. As ruas de Aranda oferecem uma excelente oportunidade para saborear os seus vinhos ou os seus pratos típicos, como por exemplo, o cordeiro assado. O mais tradicional é cozinhá-lo em forno de lenha e servir-lo quente, com a carne exterior crocante.

Local de chegada: Guadalajara
Câmara Municipal de Guadalajara
Guadalajara foi uma das cidades europeias do desporto em 2018, o que significou o reconhecimento da UE pelas políticas implementadas pela autoridade local da cidade na busca para promover o desporto entre a população. Este ano, a cidade realizou inúmeros eventos nacionais e internacionais de atletismo, badmínton e ginástica rítmica, entre outros.
Mas a cidade é muito mais do que desporto. Registos históricos mostram evidências sobre a área de Guadalajara ser habitada desde os tempos pré-romanos, no entanto, a cidade foi fundada pelos mouros no século 8 e ainda há muitas evidências de sua ocupação.
Guadalajara foi reconquistada pelos cristãos e passou a ter importância central para a fé católica nesse período.

Condições meteorológicas

Probabilidade baixa de chuva.
Temperatura a rondar os 23ºC durante toda a etapa.
Vento moderado a forte de sudeste. Significa que os primeiros 130 Km soprará lateralmente e até à meta pelas costas.

Favoritos

Habemus sprint?
Os sprinters e as suas equipas têm de aproveitar as poucas oportunidades que têm. Esta é uma delas e por isso, a Bora-Hansgrohe, Deceuninck-Quickstep e UAE vão controlar o ritmo do pelotão e não darão espaço à fuga, principalmente as duas primeiras.
Não é descabido que devido ao vento hajam cortes no pelotão.
Não damos grandes probabilidades de sucesso para a fuga, este é um dia para os velocistas, apesar dos últimos 3 Km.

⭐⭐⭐ Sam Bennett
⭐⭐ Tosh Van der Sande, Max Richeze
⭐ Jon Aberasturi, Edvald Boasson Hagen, Clement Venturini, Fabio Jakobsen, Fernando Gaviria, Edward Theuns

A nossa aposta: Sam Bennett
O campeão irlandês é de longe o melhor sprinter em prova e uma chegada destas ainda reforça mais o seu favoritismo. Não deverá ter problemas com a subida final e na forma que está, dificilmente alguém o conseguirá fazer sombra.
A Bora-Hansgrohe será a principal interessada em controlar a corrida neste dia.

Joker: Edvald Boasson Hagen
A chegada é perfeita para que o norueguês regressar à ribalta. Tem andado desaparecido nesta Vuelta e durante o ano também pouco se viu.


Seguir em directo: #LV2019 #laVuelta #Vuelta2019 #laVuelta2019
(a partir das 14:00, hora de Portugal Continental)


Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário