Vuelta a España 2019 - Antevisão 14ª etapa

Esta é a melhor oportunidade para os sprinters nesta 2ª semana. Apesar de tudo, a etapa conta com mais de 2300 metros de subida acumulada, com um final em Oviedo em ligeira subida.

Mapa
Perfil
Os primeiros 150 Km são ao longo da Costa, isso significa que o vento poderá influenciar a corrida. Em relação ao terreno, os primeiros 124 Km não têm grandes complicações, a partir daí conta com duas dificuldades, a primeira, nem sequer é categorizada. A única subida categorizada é o Alto de la Madera, são mais de 8 Km a pouco mais de 3%, não deve fazer grandes estragos, o topo encontra-se a 23 Km da meta.
Os últimos Km são planos e com poucas viragens, mas o último Km já em Oviedo tem 800 metros a 5%, com uma rampa de 200 metros a 10%. Ainda assim, deve ser uma etapa para os sprinters, o posicionamento no último Km será essencial.
Sprint intermédio:
- Gjion (26 m, Km 152.5).

Subidas categorizadas: 
Km 165.7 - Alto La Madera (3ª Categoria, 8.3 Km a 3.1%)

Local de partida: San Vicente de la Barquera
San Vicente de la Barquera
San Vicente de la Barquera possui algumas das melhores paisagens da costa norte da Espanha. Esta cidade na Cantábria fica no Parque Natural Oyambre, e sua paisagem é deslumbrante, combinando estuários de rios, falésias, praias e dunas com extensos prados e florestas. Isso significa que a área possui uma variedade excepcional de flora e fauna.

Local de chegada: Oviedo
Catedral de Oviedo
Oviedo é uma cidade espanhola, a capital do principado das Astúrias. A sua origem remonta ao início da Idade Média (século VIII),altura em que se chamava Ovetum. 
A cidade lidera o turismo na região, pois a sua promoção tem sido essencial. Prova disso, são os dados mais recentes do Instituto Nacional de Estatística que apontam para um aumento na casa dos 10%. No caso de Oviedo, há vários factores que por sua vez configuram diferentes tipos de visitantes. Os diferentes interesses, gostos e características, protagonizam diferentes programas de promoção turística, sempre aliados a uma enorme oferta hoteleira e gastronómica. Desta forma, a capital das Astúrias é uma referência no norte da Espanha, no turismo de congressos, património cultural e artístico.

Condições meteorológicas

Dia seco.
Temperatura a rondar os 20ºC durante toda a etapa.
Vento fraco.

Favoritos

Dia para sprinters
Esta é uma das raras oportunidades para os velocistas e por essa razão, as equipas deles têm de aproveitar. A Bora-Hansgrohe, Deceuninck-QuickStep e UAE tratarão de controlar, principalmente a equipa alemã que tem nas suas fileiras Sam Bennett.

⭐⭐⭐ Sam Bennett
⭐⭐ Fabio Jakobsen, Fernando Gaviria
⭐ Edward Theuns, Luka Mezgec, Jon Aberasturi

A nossa aposta: Sam Bennett
O irlandês é o sprinter em melhor forma e com este final ainda o torna mais favorito, já que ele não se dá mal com este tipo de chegada.
A Bora-Hansgrohe deverá controlar a corrida.

Joker: Jon Aberasturi
A chegada em ligeira subida adequa-se mais às suas características, ganhou uma etapa semelhante na Vuelta a Burgos.
Está em boa forma e a Caja Rural bem tem tentado ganhar uma etapa, sem sucesso até ao momento, esta é mais uma oportunidade.

Seguir em directo: #LV2019 #laVuelta #Vuelta2019 #laVuelta2019
(a partir das 14:00, hora de Portugal Continental)


Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário