Volta a Portugal 2019 - Antevisão 9ª etapa

Aqui está o dia da romaria até ao alto da Senhora da Graça ou Monte Farinha, um dos pontos mais famosos da Volta a Portugal, um local cheio de história e misticismo para o ciclismo português. Ganhar aqui é um marco na carreira para qualquer corredor português.
Esta é a última batalha na alta-montanha desta edição, até ao momento tem sido uma luta ao segundo e na Senhora da Graça não deve ser diferente.

Mapa
Perfil
A etapa começa logo com uma subida em Fafe, situada no primeiro Km. Em termos de quilometragem, não se pode dizer que seja uma etapa longa, são 137 Km, no entanto a quantidade de subida assusta.
O Viso é a segunda dificuldade do dia, subida muito longa, com mais de 13 Km para preparar o inferno que os ciclistas vão apanhar mais à frente. O Alto da Barra marca a sequência terrível que termina na Senhora da Graça. Oficialmente a Barra tem 4.9 Km a 8.1%, no entanto a subida começa bem antes, na Ponte d'Olo, são mais de 13 Km a 6%.
Descida rápida até ao inicio da subida do Barreiro, ascensão muito dura, principalmente os últimos 3 Km, são 10 Km a 6,4%. O piso alterna entre o empedrado e o alcatrão.
Descida longa e sinuosa até Mondim de Basto, onde o teste final será a lendária Senhora da Graça. Subida de 8,4 Km de extensão a 7.4%, com várias zonas a passar os 9 e 10%, nos últimos anos a decisão tem ficado para o último Km.

Metas Volantes:  
Km 8 - Fafe
Km 43 - Vila do Fermil
Km 126 - Mondim de Basto

Subidas categorizadas: 
Km 1 - Golães (4ª Cat., 1.0 Km a 5.3%)
Km 28 - Viso (2ª Cat.,13.8 Km a 3.3%)
Km 73 - Alto da Barra (1ª Cat., 4.9 Km a 8.1%)
Km 96 - Barreiro (1ª Cat., 10.0 Km a 6.4%)
Meta - Alto da Sra da Graça (1ª Cat., 8.7 Km a 7.4%)

Cidade de partida: Fafe
Casa do Penedo - Fafe
Muitos são os turistas que rumam a Fafe para visitarem a Casa do Penedo. Esta foi considerada a 11ª moradia mais estranha do mundo. Muitas pessoas ao vê-la lembram-se dos Flintstones. A Casa do Penedo foi construída em 1974 mas agora, com a internet ganhou uma popularidade nunca imaginada. Se a quiser visitar, dirija-se à Serra de Fafe, mais propriamente à freguesia de Várzea Cova.
O concelho de Fafe é constituído por 36 freguesias (após a organização territorial passaram a 25). Fafe pertence ao distrito de Braga.

Cidade de chegada: Mondim de Basto

Mondim de Bastos é uma vila do distrito de Vila Real. É sede de concelho com 8 freguesias (após a reorganização do território passaram a 6).
A vila é banhada pelo rio Tâmega e fica no sopé do Monte Farinha, no qual se pode encontrar o santuário de Nossa Senhora da Graça. 
Se visitar Mondim de Bastos prepare-se para uma terra de grande património natural, arquitectónico e arqueológico. Por exemplo, na zona ribeirinha encontra várias influências minhotas com as vinhas e os campos de milho, os solares e os espigueiros. No centro histórico não perca o percurso das capelas e os jardins de camélias.
A nível gastronómico o ponto máximo é a Carne Maronesa. Produto de elevada qualidade e exclusivo da zona da serra do Marão. Para sobremesa, o Pão de Ló húmido faz as delícias.

Condições meteorológicas

Não é esperada chuva, a temperatura vai rondar os 20ºC durante toda a etapa. O vento vai soprar fraco a moderado de Oeste.

Favoritos

Jogos táticos
A equipa que pode mexer mais com a corrida e já ontem tentou fazer é a W52-FC Porto. Os portistas podem e devem mexer antes da Senhora da Graça, lançando elementos para a fuga, obrigando a Efapel a perseguir. João Rodrigues esteve bem em Santa Quitéria e Gustavo Veloso bem melhor do que no Larouco. Edgar Pinto, Ricardo Mestre e António Carvalho serão fundamentais na estratégia.
A Efapel defendeu-se como pode na etapa anterior e nesta será o mesmo. Efetivamente Jóni Brandão para a montanha apenas pode contar com Henrique Casimiro, os restantes estão muito abaixo.
O Boavista já fez a sua Volta, ganhou as duas últimas etapas e está a liderar a classificação coletiva. Agora é tentar defender essa classificação, o que pode beneficiar a Efapel e tentar mais uma vitória de etapa, as melhores hipóteses são David Rodrigues e João Benta.
O Louletano está em quebra, Luis Fernandes esteve forte na Torre e tem fraquejado nos últimos dias, assim como De Mateos, que no Larouco desiludiu fortemente, depois de obrigar a um trabalho pesado à equipa nesse dia.
O Sporting/Tavira é uma equipa de um homem só, Frederico Figueiredo, o resto serve para entrar nas fugas e transportar bidões. Como era de esperar Tiago Machado por esta altura está a lutar por um top-20 e Alejandro Marque idem aspas aspas.

Fuga?
Esta etapa é para os homens da geral.

⭐⭐⭐ Jóni Brandão, João Rodrigues
⭐⭐ João Benta, Frederico Figueiredo, Gustavo Veloso
⭐Vicente De Mateos, Christian Montoya, David Rodrigues, Edgar Pinto

A nossa aposta: Jóni Brandão
Tem de ganhar tempo aos homens do W52-FC Porto. Ir com estas diferenças para o contrarrelógio é correr o sério risco de não vencer a prova.

Joker: Frederico Figueiredo
É a esperança do Sporting/Tavira ganhar alguma coisa nesta Volta. Tem sido um desastre de prova para a equipa, coisa que já se esperava. Apenas Frederico Figueiredo tem andado bem e está cada vez melhor.


TV: RTP 1 (a partir das 15:00)

Horário Portugal continental

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário