Giro 2019 - Antevisão 8ª Etapa

Depois de dois dias seguidos em que a fuga teve sucesso, a etapa deste sábado tem convida a novo sucesso de fuga, no entanto, destes três dias é aquela que mais se adequa aos sprinters. É a etapa mais longa da edição deste ano.


Mais um dia longo, são 239 Km no menu que podem ser divididos em 2 partes. Os primeiros 160 Km são praticamente planos enquanto que os últimos 70 são rompe pernas, sobe e desce constante.
A primeira subida a sério é o Monte della Mattera (3ª cat., 9.1 km a 3.9%), seguido de Candelara, subida não categorizada 2.5 km a 5%.
A próxima é o Monteluro (4ª cat., 6 km at 3%), os primeiros 1500 metros são a 7%. Noca descida até Gabicce Mare onde entram na última subida categorizada do dia, o Monte San Bartolo, que no livro oficial está descrito como Gabicce Monte (4ª cat., 2.2 km a 5.1%).
Os últimos 25 Km não são planos, mas também não têm as dificuldades dos quilómetros anteriores. Os 6 Km finais contemplam uma descida de 3,5 Km e os 2500 metros finais são planos.

Cidade de partida: Tortoreto Lido

Tortoreto é uma cidade encantadora e ensolarada de 11783 habitantes, com vista para o Mar Adriático, na província de Teramo. Dividida por vila medieval, Lido e 3 aldeias (Salino, Cavatassi, Terrabianca), possui origens antigas. Por lá, é possível visitar uma antiga cidade que foi habitada pelos romanos no século II aC. Ao longo dos anos tem havido um desenvolvimento notável, especialmente no período medieval, como demonstrado pelo magnífico centro histórico.

Cidade de chegada: Pesaro

Pesaro, banhado pelo Adriático, escolheu a hospitalidade como estilo de vida. São sete quilómetros de praias, cercadas por um ambiente único como o do Parque San Bartolo. Durante o verão, a cidade é muito animada, com um calendário repleto de eventos, incluindo o International New Cinema Show e o Rossini Opera Festival. Em 2017 recebeu o reconhecimento de Cidade Europeia do Desporto. Com mais de 180 instalações desportivas, recebe centenas de eventos desportivos nacionais e internacionais todos os anos.

Condições meteorológicas

Esperada chuva para a etapa, as temperaturas rondarão os 16ºC e o vento vai soprar moderado Sudeste. Irá afetar de forma significativa o decorrer da prova, aumenta as probabilidades de uma fuga ter sucesso.

Favoritos

⭐⭐⭐ Caleb Ewan, Pascal Ackermann
⭐⭐ Fuga (Frapporti, De Gendt, Gavazzi, Ciccone, Vendrame, Canola, Gasparotto...)
⭐ Arnaud Démare, Matteo Moschetti, Diego Ulissi

A nossa aposta: Caleb Ewan
Ainda não venceu, mas já esteve perto de o fazer. A distância beneficia-o e a Lotto-Soudal deverá trabalhar para ele afincadamente. Se chegar ao sprint, em principio será entre ele e Ackermann, desta vez acreditamos que o australiano levará a melhor.

Joker: Fuga
Com as condições atmosféricas complicadas, a probabilidade da fuga chegar aumenta. Existem muitos nomes, destaque para os homens de Gianni Savio, a Androni, que já venceram uma etapa e todos os dias tem colocado gente de qualidade nas fugas.


Seguir em directo: #Giro102, #Giro, @giroditalia

(a partir das 12:05, hora de Portugal Continental)

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário