Giro 2019 - Antevisão 5ª Etapa

O Giro continua a seguir para sul, num dia que deve ser mais calmo que o de ontem.

Mapa da 5ª etapa
Perfil da 5ª etapa
As dificuldades estão colocadas no inicio e a meio da etapa. O dia começa com duas subidas não categorizadas (inexplicável!), Rocca Priora (9.5 Km a 4.5%) Rocca di Papa (5.5 kKm a 6.2%).
Seguem-se 50 Km de descida e plano até à única subida categorizada do dia a cerca de 50 Km da meta, Sezze (4ª Cat., 3.9 Km a 5.2%), depois do pórtico de montanha ainda há mais 2.5 km a 4%.
Os últimos 40 Km são completamente planos e perfeitos para que as equipas dos sprinters controlem a corrida.

A aproximação é perigosa, entre os últimos 5 e 3 Km, há um conjunto de viragens que podem causar o caos. Atenção que estas viragens não são abrangidas pela regra dos 3 Km, quem ficar para trás nesta fase, pode perder tempo. A reta da meta tem cerca de 1500 de extensão, perfeita para um sprint limpo.

Últimos 5 quilómetros da etapa

Cidade de partida: Frascati
Ville Tuscolane
Frascati é a mais famosa das cidades de Castelli Romani. É famosa pela Ville Tuscolane, sumptuosas residências do período renascentista e barroco que a nobreza de Roma construía frequentemente sobre os restos das vilas romanas. A cidade é também conhecida pela Catedral, o Palácio Episcopal, a Igreja "Del Gesù" e a Scuderie Aldobrandini, agora o local do Museu Arqueológico da Cidade.


Cidade de chegada: Terracina
Catedral de Terracina

A pouco mais de 100 quilómetros de Roma e 120 quilómetros de Nápoles, Terracina localiza-se a cerca de 15 quilómetros da costa no vasto golfo cercado pelos penhascos de Circeo e Gaeta.
Existem dois símbolos de Terracina: o mar e o Templo de Júpiter Anxur, parte de um complexo monumental que constituiu a acrópole, localizada no Monte S.Angelo, de onde se tem uma vista maravilhosa que atravessa o golfo e as Ilhas Pontine.
Nesta cidade, nasceu o imperador romano, Galba, que reinou entre 68 à 69.

Condições meteorológicas

Dia de chuva no Sul de Itália, com vento moderado a forte de Sudeste. Estas condições podem afetar profundamente a corrida.

Favoritos

⭐⭐⭐ Elia Viviani, Pascal Ackermann
⭐⭐ Caleb Ewan, Fernando Gavíria
⭐ Arnaud Demare, Davide Cimolai, Matteo Moschetti

A nossa aposta: Elia Viviani
A desclassificação da 3ª etapa ainda o deve estar a atormentar e o italiano está mortinho por se 'vingar'. A motivação dele e da equipa depois do sucedido está no máximo.

Joker: Matteo Moschetti
Vamos arriscar um bocadinho, baseados na chegada a Orbetello, onde o jovem italiano esteve bem na disputa e não fosse aquele desvio do Viviani e podia ter feito ainda melhor.
É um enorme talento, será o próximo grande sprinter italiano.


Seguir em directo: #Giro102, #Giro, @giroditalia

(a partir das 12:45, hora de Portugal Continental)

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário