Giro 2019 - Antevisão 12ª Etapa

Finalmente está a chegar a montanha e a 12ª etapa dá um pequeno cheirinho disso. O dia é dedicado a homenagear Fausto Coppi, que em 1949 selou uma das mais belas vitórias do palmarés, nesse dia deixou Gino Bartali a mais de 11 minutos, numa etapa entre Cuneo e Pinerolo mas bem mais dura que a deste ano.

Mapa da 12ª etapa
Perfil da 12ª etapa
Os primeiros 40 Km são fáceis e sem grandes dificuldades, apenas com uma pequena subida, Colletta di Rossana (2 Km a 4.5%).
O primeiro sprint intermédio está aos 60.8 Km, no topo de mais uma subida não categorizada, Colletta di Paesana (5.9 Km a 4.3%). Segue-se a descida e quase 45 Km relativamente simpáticos, antes do inferno que é Montoso, a primeira subida de 1ª categoria desta edição do Giro. São 8.8 Km a 9.5%, com o topo a 32 Km da meta, numa ascensão que fará uma seleção profunda no grupo e se algum dos homens da geral tiver um mau dia, irá pagar nas rampas do Montoso.
A descida é técnica e perigosa de 10 Km de extensão, seguido de uma parte plana até a 2500 metros da meta, onde os corredores enfrentarão 500 metros extremamente empinados e em piso empedrado (13.2%, com pendente máxima de 20%). Os últimos 2000 metros são em descida até à meta.
Perfil da subida para Montoso


Últimos 3 quilómetros da etapa

Cidade de partida: Cuneo

Câmara do Comércio de Cuneo
Cuneo herdou o seu nome por causa da forma do planalto onde se situa, na confluência dos rios Gesso e Stura.
As várias centenas de metros de galerias e a grande Piazza Galimberti torna-a um grande centro comercial ao ar livre. Junto às estradas principais situam-se a Igreja antiga, a Câmara Municipal e as casas medievais, enquanto as ruas mais estreitas escondem tesouros como as igrejas de Santa Clara e Santa Croce.
Cuneo possui uma vegetação rica, com muitos jardins e parques.

Cidade de chegada: Pinerolo

Cidade de Pinerolo
Pinerolo é conhecida como a "cidade de cavalaria". Desde o século XIX, a cidade recebe cavaleiros de todo o mundo para aprender as habilidades mais importantes na equitação.
Um dos principais eventos da cidade é a histórica encenação da lenda do "Homem da Máscara de Ferro". De acordo com a história, esta figura misteriosa viveu na aldeia de Pinerolo, e um monumento na colina de San Maurizio foi dedicado a esta lenda.

Condições meteorológicas

Dia com algumas nuvens, mas sem chuva. Temperaturas agradáveis durante a a etapa e o vento vai soprar fraco.

Favoritos

⭐⭐⭐ Fuga (Thomas de Gendt, Giulio Ciccone, Fausto Masnada, Mattia Cattaneo, Tony Gallopin, Alexis Vuillermoz...)
⭐⭐ Simon Yates, Miguel Angel Lopez, Vincenzo Nibali, Davide Formolo, Primoz Roglic
⭐ Diego Ulissi,, Mikel Landa, Pello Bilbao, Rafal Majka, Bauke Mollema

A nossa aposta: Fuga (Giulio Ciccone)
Uma fuga deverá fortes possibilidades de sucesso, até porque a equipa do maglia rosa não tem capacidade para controlar a etapa. Para evitar este cenário, as equipas dos principais candidatos da geral terão de assumir a corrida.
Ciccone quer a camisola da montanha, por essa razão, deverá querer pontuar em Montoso e fará os possíveis para estar na fuga.

Joker: Davide Formolo
Já esteve ativo na etapa com final L'Aquila, onde ganhou cerca de 1 minuto sobre os rivais da geral. O italiano já assumiu que quer um lugar no top-5 na geral final, a etapa tem perfil adequado às suas características.

Seguir em directo: #Giro102, #Giro, @giroditalia

(a partir das 12:15, hora de Portugal Continental)

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário