Giro 2019 - Antevisão 11ª Etapa

Depois da 'emocionante' 10ª etapa, mais um dia para os sprinters que promete...sono e do bom. Não se entende muito bem que, depois do dia de descanso, hajam duas etapas destas, mas adiante.

Mapa da 11ª etapa
Perfil da 11ª etapa
Tal como ontem, etapa completamente plana mas bem mais longa. São 221 Km de Capri a Modena, com dois sprints intermédios, separados por 42 Km, o primeiro aos 147.8 e o segundo aos 189.7 Km.
A parte mais interessante são os quilómetros finais, onde os comboios se perfilarão na frente do pelotão. A chegada conta com uma reta de 3 Km, a última viragem fica longe da meta, ou seja, os comboios podem posicionar-se depois da mesma.

Últimos 5 quilómetros da etapa


Cidade de partida: Carpi
Palazzo dei Pio - Carpi
No centro do vale do Pó, na interseção das estradas principais, está Carpi, uma cidade que sempre combinou um património histórico e cultural original com o espírito empreendedor e criativo de um dos mais importantes distritos industriais têxteis italianos. Essa junção, da antiga vila com a cidade moderna, confirma-se na alternância de arquitetura: praças, galerias e palácios, mas também lojas, vitrines e estruturas industriais e artesanais.
Carpi também é conhecido pelos prazeres da mesa e a sua cozinha é rica em produtos típicos e excelência absoluta - como o Lambrusco, o Parmigiano Reggiano e o vinagre balsâmico tradicional de Modena.

Cidade de chegada: Novi Ligure
Pieve Di Santa Maria - Novi Ligure
Entre a incrível paisagem do sul do Piemonte, mais concretamente, na região de Alessandria, uma terra de colinas sugestivas, cultivo de videiras e excelente vinho. Assim é Novi Ligure.
A cidade tem este nome por causa do seu passado,  por ter sido criada sob influência milanesa e ter crescido durante o período genovês.

Condições meteorológicas

Dia seco com temperaturas agradáveis ao longo da etapa, a rondar os 20ºC. O vento vai soprar moderado de sul e pode ser um fator.

Favoritos

⭐⭐⭐ Elia Viviani, Caleb Ewan, Arnaud Demare
⭐⭐ Giacomo Nizzolo, Davide Cimolai
⭐ Pascal Ackermann, Rudiger Selig,

A nossa aposta: Elia Viviani
Prometeu no dia de descanso que queria deixar a marca neste Giro, ontem mais uma vez foi 2º. Tem aqui a última oportunidade, o que lhe coloca mais pressão em cima, mas também o motiva.
Curiosamente a Deceuninck-Quick Step ainda não molhou o bico neste Giro, uma coisa muito incomum.

Joker: Pascal Ackermann
Desta vez leva apenas uma estrela, depois da queda feia de ontem, o estado fisico do alemão é incerto. De qualquer maneira, não se pode deixar de parte o sprinter que esteve melhor na primeira parte do Giro, se estiver relativamente bem, certamente irá disputar o sprint.

Seguir em directo: #Giro102, #Giro, @giroditalia

(a partir das 12:05, hora de Portugal Continental)

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário