Max Richeze sem lesões graves após ter sido atropelado

Maximiliano Richeze na 6ª etapa da Vuelta a San Juan 2017 (Foto: Polartec-Kometa)
O ciclista argentino Maximiliano Richeze (Deceuninck) sofreu um acidente, no passado dia 10 de Janeiro, enquanto treinava na província de Buenos Aires. O ciclista foi atingido por um carro e chegou a temer-se uma possível lesão no joelho, que poderia colocá-lo fora da estrada durante algumas semanas.

Mas, segundo apurou o site Ciclismo Internacional, os vários exames realizados não revelaram ferimentos graves. Não foi descoberta qualquer fractura e as dores que Richeze sente deve-se a tendões e ligamentos inflamados.

Max terá que descansar mais alguns dias mas acredita que conseguirá cumprir com o plano e estar assim presente na Vuelta a San Juan.

Apesar de não ter ganho para o susto, Richeze lembra que o acidente poderia ter sido muito pior. Ele apercebeu-se que o carro lhe iria bater e conseguiu desviar um pouco para a direita o que fez com o que embate não fosse tão forte.
"Se eu não tivesse visto o carro e fosse mais distraído, poderia ter sido muito pior”.

Unknown

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário