Vuelta a España 2018 - Antevisão 18ª etapa

Penúltima oportunidade para os sprinters, depois só domingo em Madrid.

Mapa da 18ª etapa
Perfil da 18ª etapa
Últimos 5 quilómetros da etapa
Últimos 1200 metros em mapa
Etapa plana, que faz a transição para a zona dos Pirenéus, sem muito para contar. Não há qualquer contagem de montanha, o terreno é o ideal para as equipas dos sprinters controlarem a etapa.
A parte final é ideal para um sprint limpo e para que as equipas posicionem bem os seus sprinters. Um pouco antes do último quilómetro há uma rotunda, onde corredores seguem em frente. Não há qualquer viragem perigosa no último quilómetro, é uma longa reta.

Sprint intermédio: 
-  Monzón (255 m, Km 127).

Zona e abastecimento:
- (340 m, Km 95)
Local de partida: Ejea de los Caballeros



Ejea de los Caballeros é um município da província de Saragoça, comunidade autónoma de Aragão e conta uma longa e rica história. Capital das Cinco Villas, é uma das regiões com maior património cultural e natural da Província de Saragoça. Tem duas igrejas românicas - Santa María e El Salvador - e uma barroca - Virgen de la Oliva. As três localizadas dentro do centro histórico, onde é um prazer passear e ver as antigas mansões.
Oferece atividades culturais muito interessantes, com magníficas exposições em seus museus: o Centro de Arte e Exposições, La Espiral, a Casa del Colono e o Centro de Visitantes de Bardena. Também tem um programa cultural de primeira categoria, com eventos nacionais, incluindo o Concurso Coral.
Ejea é uma cidade moderna que acompanha o desenvolvimento económico e o progresso social. É o único município em Aragão que ostenta a distinção de “Cidade da Ciência e Inovação”.

Local de chegada: Lleida

Catedral de Lleida
Lleida ou Lérida, é uma cidade da comunidade autónoma da Catalunha. 
A cidade teve vários nomes, começou por ser chamada de Iltrida. No ano de 205 passou a chamar-se Ilerda. Até ao ano 716, a cidade foi ocupada por muçulmanos e nessa altura chama-se Lareda. 
Em 1300 foi criada a primeira universidade da Coroa de Aragão que esteve em funcionamento até 1717, altura em que Filipe V a mandou encerrar e destruir toda a zona universitária. Da destruição apenas escapou a Catedral de Lleida. 
Em 1644 a cidade foi conquistada pelas força militares espanholas lideradas por Felipe da Silva, um português ao serviço das tropas espanholas.

Condições meteorológicas

Temperatura perto dos 30ºC, apesar do céu não estar completamente limpo, não se espera chuva. O vento irá soprar fraco de Oeste.

Favoritos

⭐⭐⭐ Elia Viviani
⭐⭐ Peter Sagan, Giacomo Nizzolo
⭐Danny Van Poppel, Simone Consonni

A nossa aposta: Elia Viviani
Já venceu duas etapas e procura a terceira. Tem realizado um ano de sonho, está em grande forma e tem o melhor comboio da prova, tudo joga a seu favor e por isso é o indiscutível favorito a ganhar esta etapa.

Outsider: Peter Sagan
Tem melhorado ao longo da prova e ele fez questão de o dizer. Decidiu terminar a Vuelta, coisa que não estava planeada.
Procura a primeira vitória de etapa desta edição e para nós é o principal adversário para Viviani nesta etapa.

Diferenças entre os candidatos da geral:
1. Simon Yates (Mitchelton-Scott)
2. Alejandro Valverde (Movistar Team) a 25″
3. Enric Mas (Quick-Step Floors) a 1:22″
4. Miguel Ángel López (Astana) a 1:36″
5. Steven Kruijswijk (LottoNL-Jumbo) a 1:48″
6. Nairo Quintana (Movistar Team) a 2:11″
7. Ion Izagirre (Bahrain-Merida) a 4:09″
8. Rigoberto Urán (EF-Drapac) a 4:36″
9. Thibaut Pinot (Groupama-FDJ) a 5:31″
11. Emmanuel Buchmann (Bora-hansgrohe) a 6:33″
12. Wilco Kelderman (Sunweb) a 9:15″
13. David de la Cruz (Team Sky) a 9:19″


Seguir em directo: #LV2018 #laVuelta #Vuelta2018 #laVuelta2018
(a partir das 14:00, hora de Portugal Continental)
  (a partir das 15:00, hora de Portugal Continental)


Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário