Vuelta a España 2018 - Antevisão 17ª etapa

Mais uma chegada num muro. A Vuelta tem exagerado e muito neste tipo de chegadas nas últimas edições, este ano levaram a coisa ao extremo.

Mapa da 17ª etapa
Perfil da 17ª etapa
Alto del Balcón de Bizkaia
Últimos 5 quilómetros da etapa
É uma etapa dura pelo País Basco, uma região que adora o ciclismo e que tem um terreno muito acidentado.
Os primeiros 10 quilómetros são planos, preparam a primeira subida do dia, de 3ª categoria. O terreno é de constante sobe e desce, típico desta zona. A segunda subida categorizada de 3ª categoria, apenas aparece por volta dos 82 quilómetros, depois uma descida e uma secção plana até a Guernika, por volta dos 106 quilómetros.
A partir daí a dureza aumenta e de que maneira. São 4 contagens de montanha em praticamente 50 quilómetros, todas encadeadas, com duas passagens pelo Alto del Balcón de Bizkaia, a primeira uma versão encurtada daquela que será palco do final da etapa. Não será nada de estranho se antes da subida final, nas anteriores hajam ataques de gente importante.
A subida final, é muito constante na sua dureza, uma parede de 7 quilómetros a quase 10%, os números falam por si.

Sprint intermédio: 
-   Bilbao (35 m, Km 48.7).

Subidas categorizadas:
- Alto de la Arboleda (3ª Cat., 395 m, 6.7 Km a 5.0%, Km 16.7),
- Alto de San Juan Gaztelugatxe (3ª Cat., 306 m, 3.8 Km a 7.6%, Km 85.2),
- Alto del Balcón de Bizkaia (2ª Cat., 435 m, 7.3 Km a 4.3%, Km 120.6),
- Alto de Santa Eufemia (3ª Cat, 355 m, 4.5 Km a 5%, Km 136.2),
- Alto de Gontzegaraine (3ª Cat., 365 m, 5.5 Km a 4.3%, Km 147.1),
- Alto del Balcón de Bizkaia (1ª Cat, 925 m, 7.3 Km a 9.7%, META)


Zona e abastecimento:
- (10 m, Km 80.6)

Local de partida: Getxo


Getxo é um município da Espanha na província da Biscaia, comunidade autónoma do País Basco. A sua história peculiar deixou vestígios de um passado excepcional, onde as tradições marinhas bascas e os pequenos e belos palácios coexistem. Está localizado a 20 minutos de Bilbao, entre falésias e a Foz do Estuário do Nervión.
Não deixe de visitar a Ponte Bizkaia, declarada Património da Humanidade pela UNESCO em 2006, a mesma é considerado uma obra de arte devido à sua beleza e funcionalidade.
Caminhando entre a ponte e o antigo porto de pesca, o passeio chamado de "Paseo de las Grandes Vilas", o visitante poderá ver muito da arquitetura da cidade. Ao chegar ao Porto Velho, podem ver sinais de um passado difícil, ruas íngremes e casas estreitas que mostram as más condições de quem lá morava.

Local de chegada: Balcón de Bizkaia


A região da Bizkaia é um encontro privilegiado entre o mar e as montanhas. A costa da Bizkaia é espetacular. De Muskiz a Ondarroa, é cheia de vida e belos cartões postais: pitorescas vilas de pescadores, tradições e gastronomia.
Nas 28 praias localizadas ao longo da costa de Bizkaia praticam-se todos os tipos de desportos, desde surf, canoagem, parapente e vôlei.
Mas para conhecer plenamente a região da Bizkaia, é preciso também explorar seu interior: as suas montanhas, os seus rios e grutas. Tudo isso faz parte da sua história, cultura e modo de vida. Os Parques Naturais que nos deixam sem palavras; os aromas e sabores das feiras tradicionais que nos fazem apaixonar.
E é aí que aparece o Balcón de Bizkaia, um miradouro onde temos uma excelente perspectiva da paisagem mais montanhosa da região. Localizado nas encostas do Oiz, o Balcón de Bizkaia (ou varanda de o Bizkaia) é um enclave emblemático onde se pode ver a massa florestal da região em toda a sua extensão.

Condições meteorológicas

Dia com muito sol, temperatura a rondar os 26ºC e o vento vai soprar fraco de Norte.

Favoritos

⭐⭐⭐ Fuga
⭐⭐ Simon Yates, Nairo Quintana, Miguel Angel López
⭐ Alejandro Valverde, Enric Mas, Steven Kruiswijk, Thibaut Pinot

A nossa aposta: Fuga
A luta pela classificação da montanha tem sido bastante interessante. E os homens que estão na luta são bem capazes de estarem em fuga nesta etapa, já que há muitos pontos em disputa.
Caso nenhuma equipa assuma a corrida bem cedo, a probabilidade de uma fuga ter sucesso é elevada.

Outsider: Miguel Angel López
O colombiano não fez um bom contrarrelógio e por isso tem de recuperar bastante tempo. A Astana poderá endurecer a corrida cedo, de forma a torná-la mais seletiva.
Miguel Angel López deu sinais positivos nos Lagos de Covadonga e tem a obrigação de atacar a corrida.

Diferenças entre os candidatos da geral:
1. Simon Yates (Mitchelton-Scott)
2. Alejandro Valverde (Movistar Team) a 33″
3. Steven Kruijswijk (LottoNL-Jumbo) a 52″
4. Nairo Quintana (Movistar Team) a 1:15″
5. Enric Mas (Quick-Step Floors) a 1:30″
6. Miguel Ángel López (Astana) a 1:34″
7. Thibaut Pinot (Groupama-FDJ) a 2:53″
8. Ion Izagirre (Bahrain-Merida) a 3:04″
9. Rigoberto Urán (EF-Drapac) a 3:15″
11. Emmanuel Buchmann (Bora-hansgrohe) a 4:48″
12. Wilco Kelderman (Sunweb) a 7:08″
13. Gianluca Brambilla (Trek-Segafredo) a 8:35″
14. Fabio Aru (UAE Team Emirates) a 10:34″

Seguir em directo: #LV2018 #laVuelta #Vuelta2018 #laVuelta2018
(a partir das 12:00, hora de Portugal Continental)
  (a partir das 15:00, hora de Portugal Continental)


Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário