Giro 2018 - Antevisão 13ª Etapa

Os dias acumulam-se e o cansaço também. Esta etapa antecede o dia de ascensão ao Zoncolan e os homens da geral já estão a pensar em sábado.



O pelotão deixa a região central de Itália e chega ao norte do país. A etapa parte da histórica cidade de Ferrara e dirige-se ainda mais para norte.
Dia praticamente plano, com uma contagem de montanha colocada a 20 quilómetros da meta, Montello (4ª Cat., 237 m, 2.9 Km a 3.7%, Km 161.5).
Sprints intermédios:  
- Piove di Sacco (4 m, Km 70.5), 
- Villorba (17 m, Km 127.1).

Subidas caegorizadas:  
- Montello (4ª Cat., 237 m, 2.9 Km a 3.7%, Km 161.5).

Zona de abastecimento:
- Km 108.0

Cidade de partida: Ferrara


Ferrara é uma cidade italiana da região de Emília-Romagna, localizada nas margens do Po di Volano, um canal que se ramifica a partir do curso principal do rio Pó. O centro histórico de Ferrara foi incluído pela UNESCO na lista do património mundial. Datado da era medieval e renascentista, permanece praticamente intacto, o que, juntamente com a sua atmosfera particular, faz de Ferrara um destino turístico muito popular e apreciado.

Local de chegada: Nervesa della Battaglia


Nervesa della Battaglia é uma localidade muito rica do ponto de vista histórico-cultural. Distingue-se pelos principais locais de interesse, como a Abadia de Sant'Eustachio, as Villas construídas pelos nobres venezianos e os monumentos em memória da Grande Guerra, como o Memorial Militar.
A cidade acolheu pintores e artistas como Tiepolo, Tiziano e Caravaggio, e escritores como Gaspara Stampa e Monsenhor Giovanni della Casa, que compuseram o famoso "Galateo, overo de 'costumi".

Condições meteorológicas

Há probabilidade que a chuva apareça durante a etapa. A temperatura rondará os 20 a 22ºC e o vento irá soprar fraco.

Favoritos

*** Sam Bennett
** Elia Viviani, Danny Van Poppel, Sacha Modolo
* Niccolo Bonifazio, Manuel Belletti, Ryan Gibbons, Kristian Sbaragli

A nossa aposta: Sam Bennett

Ao contrário de Viviani que começou quase imbativel, Bennett tem vindo a crescer de forma ao longo do Giro, por essa razão, tem de ser considerado o principal favorito.

Outsider: Elia Viviani
Acreditamos que a Quick-Step e o italiano quererão recuperar o trono de principal sprinter do Giro. As últimas duas etapas decididas ao sprint, Viviani na primeira foi batido no duelo com Bennett e ontem, ficou para trás e não teve oportunidade de disputar os sprint.

Diferenças entre os principais candidatos à geral:
1. Simon Yates (Mitchelton-Scott)
2. Tom Dumoulin (Team Sunweb) a 47″
3. Thibaut Pinot (Groupama-FDJ) a 1’04″
4. Domenico Pozzovivo (Bahrain-Merida) a 1’18″
5. Richard Carapaz (Movistar Team) a 1’56”
6. George Bennett (LottoNL-Jumbo) a 2’09″
7. Rohan Dennis (BMC) a 2’36”
8. Pello Bilbao (Astana) a 2’54”
9. Patrick Konrad (Bora-Hansgrohe) a 2’55″
10. Fabio Aru (UAE Team Emirates) a 3’10″
11. Miguel Ángel López (Astana) a 3’17″
12. Chris Froome (Team Sky) a 3’20″
13. Ben O'Connor (Dimension-Data) a 3’25''
14. Carlos Betancur (Movistar Team) a 3’29″
15. Sam Oomen (Team Sunweb) a 3’40”
16. Michael Woods (EF-Drapac) a 3’43”
18. Alexandre Geniez (AG2R La Mondiale) a 4’33″
21. Davide Formolo (Bora-Hansgrohe) a 6’03″

Seguir em directo: , @giroditalia
(a partir das 12:15, hora de Portugal Continental)



Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário