Tour Cycliste International du Haut Var Matin (2.1) - Antevisão


Com as clássicas da primavera à porta, muitos dos que marcarão presença nelas estão a fazer a últimas provas de preparação, de forma a rodar e a apresentarem-se nas melhores condições.
No entanto, a concorrência de provas como o Tour do Omã, Volta ao Algarve e Vuelta a Andaluzia, que ainda estão a decorrer, ofusca um pouco a prova francesa. Sem as grandes figuras do pelotão internacional, a prova contenta-se em ter algumas das principais figuras do pelotão francês.
Esta será a 50ª edição da prova gaulesa, que tem o seu palmarés dominado pelos ciclistas da casa. O primeiro vencedor foi nada mais nada menos, que o 'ciclista do povo', Raymond Poulidor. Outros nomes famosos conquistaram a prova, Joop Zoetmelk é o recordista de vitórias, com 3 no total.

História

últimos 10 vencedores
2008 Davide Rebellin (ITA) Gerolsteiner
2009 Thomas Voeckler (FRA) Bbox Bouygues Telecom
2010 Christophe Le Mével (FRA) Française des Jeux
2011 Thomas Voeckler (FRA) Team Europcar
2012 Jonathan Tiernan-Locke (GBR) Endura Racing
2013 Arthur Vichot (FRA) FDJ
2014 Carlos Betancur (COL) Ag2r–La Mondiale
2015 Ben Gastauer (LUX) AG2R La Mondiale
2016 Arthur Vichot (FRA) FDJ
2017 Julien Simon (FRA) Cofidis, Solutions Credits 

Edição 2017 (Top-10)
1    Julien Simon (Fra) Cofidis, Solutions Credits    5:22:01   
2    Julien El Fares (Fra) Delko Marseille Provence KTM        
3    Arthur Vichot (Fra) FDJ        
4    Mauro Finetto (Ita) Delko Marseille Provence KTM        
5    Jonathan Hivert (Fra) Direct Energie        
6    Romain Hardy (Fra) Fortuneo - Vital Concept        
7    Brent Bookwalter (USA) BMC Racing Team        
8    Lilian Calmejane (Fra) Direct Energie        
9    Damiano Caruso (Ita) BMC Racing Team        
10    Arnold Jeannesson (Fra) Fortuneo - Vital Concept

Percurso

17/02 Etapa 1 - le Cannet-des-Maures › Fayence (169.7 Km)
18/02 Etapa 2 - Vidauban › Flayosc (188.8 Km)
Total: 258,5 Km

O percurso tem variado ao longo dos anos. A edição deste ano conta com uma primeira etapa seletiva que termina em Fayence, os favoritos à geral deverão lutar pela vitória.
A segunda etapa é ainda mais dura com quatro passagens pelo Col de Tourtour, que é uma subida de 2ª categoria que vai fazer estragos.

Perfis
17/02 Etapa 1 - le Cannet-des-Maures › Fayence (169.7 Km)
Sprints intermédios:  
- Sprint Moisse PUGINIER (Km 89.3), 
- Meta (Km 146.9).

Subidas categorizadas:  
- Col de Blavet (3ª Cat., 245 m, 2.4 Km a 4.9%, Km 61.8), 
- Les Marjories (2ª Cat., 205 m, 2.5 Km a 5.2%, Km 119.0).

Zona de abastecimento:  
- Sortie La Bégude (266 m, Km 84.1).

18/02 Etapa 2 - Vidauban › Flayosc (188.8 Km)
Sprints intermédios:
- Lorgues (210 m, Km 19.4),
- Carrelage Maison Tricard (237 m, Km 75.1).

Subidas categorizadas:
- Col de Tourtour (2ª Cat., 648 m, 5.7 Km a 4.9%, Km 43.1),
- Col de Tourtour (2ª Cat., 648 m, 5.7 Km a 4.9%, Km 86.8),
- Col de Tourtour (2ª Cat., 648 m, 5.7 Km a 4.9%, Km 130.5).

Zonas de abastecimento: 
- Flayosc (Km 64.1),
- Flayosc (Volta 1) (Km 107.8).

Startlist

Aqui

Condições meteorológicas

Há probabilidade que na 1ª etapa haja chuva, na 2ª é menos provável que isso ocorra. As temperaturas não ultrapassarão os 10ºC e o vento irá soprar fraco nos dois dias.

Favoritos

***** Alexis Vuillermoz
**** Jonathan Hivert, Thibaut Pinot
*** Remi Di Gregorio, Matteo Busato, Rudy Molard
** Maxime Bouet, Mauro Finetto, Sylvain Chavanel, Julien El Fares, Samuel Dumoulin
* Marco Canola, Edoardo Zardini, Andriy Grivko, Anthony Perez, Georg Preidler, Davide Rebellin

A nossa aposta: Alexis Vuillermoz
As duas etapas não são extremamentes duras, mas são ideais para um ciclista como Vuillermoz, que é um puncheur. Foi 13ª na Valenciana e irá liderar a Ag2r-La Mondiale nesta prova.

Outsider: Thibaut Pinot
É a estreia de Pinot na temporada de ciclismo. A FDJ apresenta uma equipa muito forte com ele, Molard e Preidler a destacarem-se. 
O seu estado de forma não deve ser o ideal, mas mesmo assim é um ciclista que pode fazer a dieferença, principalmente na 2ª etapa.

Seguir em directo: Directvelo

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário