Omloop Het Nieuwsblad (1.WT) - Antevisão


Esta é a prova que abre uma das partes da temporada de ciclismo mais excitante, as clássicas da primavera. 

Será 73ª edição da prova, que começará  na 'capital espiritual' do ciclismo Flamengo, Gent. Até 2008, a prova era conhecida por Omloop Het Volk, porque foi criada em resposta à Volta à Flandres, um dos cinco monumentos, prova instituída pelo 'rival' Het Nieuwsblad. Em 2008 o Het Volk desapareceu e a prova passou a ser organizada pelo Het Nieuwsblad, que naturalmente mudou o nome da mesma.

A prova como sempre apresenta-nos as tão tradicionais subidas curtas (Hellingen) e as secções de pavé. Para uma parte dos amantes da modalidade, a verdadeira temporada começa agora. Para os belgas, a loucura anual do ciclismo inicia-se na Omloop e vai até à Liège-Bastogne-Liège, em abril.

História

últimos 10 vencedores
2008 Philippe Gilbert (BEL) Française des Jeux
2009 Thor Hushovd (NOR) Cervélo TestTeam
2010 Juan Antonio Flecha (ESP) Team Sky
2011 Sebastian Langeveld (NED) Rabobank
2012 Sep Vanmarcke (BEL) Garmin–Barracuda
2013 Luca Paolini (ITA) Team Katusha
2014 Ian Stannard (GBR) Team Sky
2015 Ian Stannard (GBR) Team Sky
2016 Greg Van Avermaet (BEL) BMC
2017 Greg Van Avermaet (BEL) BMC

Edição 2017 (Top-10)
1    Greg Van Avermaet (Bel) BMC Racing Team    4:55:06   
2    Peter Sagan (Svk) Bora-Hansgrohe        
3    Sep Vanmarcke (Bel) Cannondale-Drapac        
4    Fabio Felline (Ita) Trek-Segafredo    0:00:45   
5    Oscar Gatto (Ita) Astana Pro Team    0:00:52   
6    Luke Rowe (GBr) Team Sky        
7    Oliver Naesen (Bel) AG2R La Mondiale        
8    Jasper Stuyven (Bel) Trek-Segafredo        
9    Matteo Trentin (Ita) Quick-Step Floors    0:00:56   
10    Adrien Petit (Fra) Direct Energie    0:00:58    

Percurso

Gent (Merelbeke) › Ninove (Meerbeke), 196.2 Km
Percurso com muitas alterações em relação ao da edição do ano passado. Ao todo são 11 secções de pavé e 13 Hellingens.
O primeiro Hellingen está colocado aos 65,2 quilómetros de prova, é o Leberg. Mas a cerca de 65 quilómetros para a meta, começa a endurecer a sério, com o Kokerele a ser a primeira subida de uma série de 9 seguidas: Wolvenberg, Molenberg, Leberg, Berendies, Valkenberg, Tenbosse, Kapelmuur e Bosberg.
O Kapelmuur está a 15 quilómetros da meta, sendo o penúltimo Hellingen. A 10 quilómetros da meta, está colocada a última subida, o Bosberg.

Hellingen:
- Leberg (0.9 Km a 4.2% (13,8% máx.), Km 65.2)
- Den Ast (0.5 Km a 3.8% (11% máx.), Km 98.9)
- Kattenberg (1.3 Km a 4.0% (8,2% máx.), Km 107.5)
- Leberg (0.9 Km a 4.1% (13,8% máx.), Km 119.5)
- Kokerelle (1.6 Km a 4.1% (10% máx.), Km 131.5)
- Wolvenberg (0.8 Km a 5.2% (17,3% máx.), Km 135.5)
- Molenberg (0.5 Km a 6.3% (14,2% máx.), Km 144.5)
- Leberg (0.9 Km a 4.2% (13,8% máx.), Km 155.4)
- Berendries (1.0 Km a 6.5% (12,3% máx.), Km 159.5)
- Valkenberg (0.8 Km a 5.5% (15% máx.), Km 164.8)
- Tenbosse (0.6 Km a 4.9% (8,7% máx.), Km 171.2)
- Muur - Kapelmuur (1.3 Km a 6.6% (19,8% máx.), Km 181.7)
- Bosberg (0.5 Km a 9.8% (11% máx.), Km 185.6).

Secções de pavé:
1. Haaghoek (++, 1900 m, Km 64.0)
2. Huisepontweg (++, 1600 m, Km 94.8)
3. Lange Aststraat (+, 600 m, Km 99.5)
4. Holleweg (+, 1500 m, Km 109.3)
5. Haaghoek (++, 1900 m, Km 118.4)
6. Ruiterstraat (+, 800 m, Km 136.3)
7. Jagerij (+, 800 m, Km 139.5)
8. Molenberg (+, 300 m, Km 144.3)
9. Haaghoek (++, 1900 m, Km 154.2)
10. Muur - Kapelmuur (+, 1200 m, Km 181.7)
11. Bosberg (+, 1100 m, Km 185.7)




Startlist

Aqui

Condições atmosféricas
Dia sem chuva, mas muito frio. A temperatura rondará os 5ºC, mas o grande problema que pode influenciar de forma profunda a prova, deverá ser o vento, que soprará forte de nordeste (30 Km/h) com a possibilidade de rajadas até 50 Km/h.

Favoritos

***** Greg Van Avermaet
**** Sep Vanmarcke, Philippe Gilbert
*** Niki Terpstra, Oliver Naesen, Tiesj Benoot, Sonny Colbrelli, Zdenek Stybar, Jasper Stuyven, Tim Wellens, Dylan Van Baarle
** Alexey Lutsenko, Fernando Gaviria, Arnaud Demare, Michael Matthews, Lukas Pöstlberger, Edvald Boasson Hagen Matteo Trentin
* Jens Keukeleire, Søren Kragh Andersen, Magnus Cort, Fabio Felline, Wout Van Aert, Yves Lampaert, Jurgen Roelandts

A nossa aposta: Greg Van Avermaet
Vencedor das duas últimas edições, parte para a edição deste ano com um grau de favoritismo ainda maior. Mostrou no Omã, estar num grande momento de forma e com a ausência de Peter Sagan, o belga terá todos os focos em cima de si.

Outsider: Philippe Gilbert
Faz parte de uma equipa fortíssima, que tem várias opções, Gilbert é a principal. O belga já testou as pernas nas primeiras provas do ano e mostrou estar no bom caminho.
Na nossa opinião, pela força da sua equipa e também por ser um dos ciclistas mais brilhantes da última década, é um dos homens a ter muito em conta.

Seguir em direto: 

(a partir das 14:30)

 

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário