Bretagne Classic - Ouest-France (1.WT) - Antevisão



A 81ª edição da renomeada clássica francesa, Bretagne Classic - Ouest-France GP que até a 2015 se designava de GP Ouest-France - Plouay, disputa-se este domingo. A primeira edição realizou-se no longínquo ano de 1931, atualmente encontra-se um pouco ofuscada pela Vuelta, que tem as atenções todas viradas para si, porém em França é uma clássica importante. É tão importante que faz parte do World Tour.
A  prova é claramente dominada por ciclistas franceses, no total foram 62 edições vencidas pelos homens da casa.

História

últimos 10 vencedores
2007 Thomas Voeckler (Fra)
2008 Pierrick Fédrigo (Fra)
2009 Simon Gerrans (Aus)
2010 Matthews Goss (Aus)
2011 Grega Bole (Slo)
2012 Edvald Boasson Hagen (Nor)
2013 Filippo Pozzato (Ita)
2014 Sylvain Chavanel (Fra)
2015 Alexander Kristoff (Nor)
2016 Oliver Naesen (Bel)

Edição 2016 (Top-10)
1 Oliver Naesen (Bel) IAM Cycling 5:58:46
2 Alberto Bettiol (Ita) Cannondale-Drapac 0:00:02
3 Alexander Kristoff (Nor) Team Katusha 0:00:05
4 Michael Matthews (Aus) Orica-BikeExchange
5 John Degenkolb (Ger) Team Giant-Alpecin
6 Maciej Paterski (Pol) CCC Sprandi Polkowice
7 Daniel Hoelgaard (Nor) FDJ
8 Giacomo Nizzolo (Ita) Trek-Segafredo
9 Matteo Trentin (Ita) Etixx - Quick-Step
10 Edvald Boasson Hagen (Nor) Dimension Data

Percurso
Plouay - Plouay (247 Kms)

Percurso muito longo com os habituais muros, típicos da região da Bretanha, que tornam a prova muito dura. 
A prova desenrola-se na região de Plouay, com 3030 metros de subida acumulada e com um circuito final de 13,9 quilómetros de extensão que será percorrido apenas uma vez.

Mapa da prova
Perfil da prova (retirada de Lasterketa Burua)

Startlist

Aqui

Condições meteorológicas


Céu limpo, com temperaturas a rondar os 30ºC durante toda a prova e vento fraco de norte.

Favoritos

***** Alexander Kristoff, Arnaud Demare
**** Elia Viviani, Greg Van Avermaet, Oliver Naesen, Michal Kwiatkowski
*** , Nacer Bouhanni, Jasper Stuyven, Edvald Boasson Hagen, Michael Matthews
** Sonny Colbrelli,Bryan Coquard, Philippe Gilbert, Caleb Ewan
* Moreno Hofland, Tim Wellens, Sep Vanmarcke, Daryl Impey, Petr Vakoc, Diego Ulissi, Tony Gallopin, Sam Bennett

A nossa aposta: Alexander Kristoff
O norueguês sabe o que é vencer em Plouay, já o fez em 2015. O perfil é duro, mas adequa-se às características do norueguês que tem capacidade para ultrapassar estes muros. 
A sua equipa é uma das que está talhada para controlar a corrida. A sua forma não é extraordinária, mas também não é nada má, como se viu em Hamburgo e na Artic Race.

Outsider: Oliver Naesen
Vencedor da edição do ano passado, tem realizado uma excelente temporada. Terá de mexer na corrida longe da meta, para eliminar os sprinters e é um dos que pode fazer de forma eficaz.

Portugueses: A única presença portuguesa é a de Rúben Guerreiro, que deverá trabalhar em prol de Jasper Stuyven e Fabio Felline.

Seguir em directo: @GrandPrixPlouay, #Plouay

Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário