Vuelta a Castilla y Leon (2.1) - Antevisão


Até 1996, era conhecido pelo Troféu Castilla y Léon, agora é conhecida por Vuelta a Castilla y Léon e terá em 2017 a sua 32ª edição. A prova disputa-se durante 3 dias na comunidade autónoma de Castilla y Léon.
A lista de vencedores é ilustre, Miguel Indurain, Alexander Vinokourov, Paco Mancebo, Alberto Contador (recordista com 3 triunfos), Leonardo Piepoli e Levi Leipheimer estão entre os vencedores.
Este ano a prova conta com a presença de cinco equipas portuguesas: W52-FC Porto-Mestre da Cor, Efapel, Rádio Popular Boavista, LA Alumínios-Metalusa e Sporting CP/Tavira.

História
últimos 10 vencedores
2007 Alberto Contador (ESP) Discovery Channel
2008 Alberto Contador (ESP) Astana
2009 Levi Leipheimer (USA) Astana
2010 Alberto Contador (ESP) Astana
2011 Xavier Tondo (ESP) Movistar Team
2012 Javier Moreno (ESP) Movistar Team
2013  Rubén Plaza (ESP) Movistar Team
2014 David Belda (ESP) Burgos BH-Castilla y León
2015 Pierre Rolland (FRA) Team Europcar
2016 Alejandro Valverde (ESP) Movistar

Edição 2016 (Top-10)
1    Alejandro Valverde Belmonte (Spa) Movistar Team    4:15:51   
2    Jóni Silva Brandão (Por) Efapel    0:00:01   
3    David Arroyo Duran (Spa) Caja Rural-Seguros RGA    0:00:03   
4    Pello Bilbao Lopez De Armentia (Spa) Caja Rural-Seguros RGA    0:00:08   
5    Jaime Roson Garcia (Spa) Caja Rural-Seguros RGA    0:00:16   
6    Frederico Figueiredo (Por) Radio Popular - Boavista    0:00:20   
7    Henrique Casimiro (Por) Efapel    0:00:22   
8    Rinaldo Nocentini (Ita) Sporting/Tavira    0:00:28   
9    Heiner Rodrigo Parra Bustamente (Col) Boyac· Raza de Campeones    0:00:30   
10    Rafael Ferreira Reis (Por) W52/FC Porto    0:00:32

Percurso

19/5 Etapa 1 - Aguilar de Campoo › Santibañez de la Peña (168 Km)
  20/5 Etapa 2 - Velilla del Río Carrión-Sabero › Alto de la Camperona (166.4 Km)
  21/5 Etapa 3 - Ponferrada › León (145.5 Km)
Total: 479.9 Kms

Três dias percorridos pela província, com duas etapas mais simpáticas, onde os homens mais rápidos podem disputar a etapa. A 2ª etapa é a que irá decidir o vencedor, com chegada a La Camperona, uma subida muito dura, que já fez parte do menu da Vuelta a Espanha.

Perfis
19/5 Etapa 1 - Aguilar de Campoo › Santibañez de la Peña (168 Km)
Etapa relativamente simples para começar a prova. Após a partida, os ciclistas irão encontrar a primeira contagem de montanha do dia, serão 2,1km à pendente média de 3,7%. Esta primeira dificuldade poderá ajudar à formação da fuga. 
Alguns quilómetros depois, nova contagem de montanha, o Alto del Valle conta com uma subida de 4,7km a 4,6%.
A última dificuldade do dia aparecerá a cerca de 44 quilómetros da meta. Trata-se da subida para o Alto de la Varga e serão 4,2km a 3,4%. Dada a distância a que aparece esta contagem de montanha, acreditamos que a chegada à meta de fará em pelotão massivo.

20/5 Etapa 2 - Velilla del Río Carrión-Sabero › Alto de la Camperona (166.4 Km)

Ao segundo dia de competição aparece a etapa rainha da prova e aquela que deverá decidir a classificação geral. 
Nos primeiros 70 quilómetros o pelotão enfrentará três contagens de montanha. A primeira, o Puerto de Picones, é a de menor dureza (10,5km a 1,7%). Cerca de 30 quilómetros depois, nova subida e esta um pouco mais dura (5,6km a 4,5%). Ao quilómetro 72,6, os ciclistas irão coroar a terceira contagem de montanha. A subida para Puerto de Panderrueda tem 9,1km à pendente média de 5,8%. 
Passadas estas primeiras dificuldades, o terreno torna-se mais fácil e os ciclistas poderão 'descansar' um pouco. O segundo sprint intermédio do dia aparece ao quilómetro 127 (o primeiro está localizado logo no início da etapa, ao quilómetro 9).  
A última contagem de montanha, local onde está situada a meta, é uma subida de 1ª categoria. Apesar de curta (com 2,8 kms) conta com uma pendente média de 14% e deverá ser aqui se encontrará o vencedor da prova.

21/5 Etapa 3 - Ponferrada › León (145.5 Km)

No último dia, o pelotão irá sair de Ponferrada em direcção a León. Ao longo dos seus 145 quilómetros apenas conta com uma subida categorizada, que apesar de ser de 1ª categoria, aparece cedo na etapa (a cerca de 90 quilómetros da meta).
Sendo assim, os ciclistas encontrarão o primeiro sprint intermédio ao quilómetro 28. Depois farão a ascensão até ao alto de Foncebadon (14kms a 6,6%).
O segundo sprint intermédio está localizado ao quilómetro 86 e até à meta não haverá mais nenhuma dificuldade. Desta forma, deveremos ter mais uma vitória disputada ao sprint.

Startlist


Favoritos

***** Jaime Róson
**** Oscar Sevilla , Sergio Pardilla, Egan Bernal
*** Rodolfo Torres, Joni Brandão
** António Carvalho, Rinaldo Nocentini, Lilian Calmejane
* Edgar Pinto, Dayer Quintana, Egor Silin, Garikoitz Bravo

A nossa aposta: Jaime Róson
O jovem espanhol está em grande forma. Esteve a um passo de vencer a Volta à Croácia, mas a maior experiência de Vincenzo Nibali acabou por fazer o prato da balança para o tubarão. Mas Róson foi o mais forte na montanha, dando indicações muito boas para o futuro.

Outsider: Egan Bernal
Tem apenas 20 anos e é uma das sensações do ciclismo colombiano. Também é um dos ciclistas mais pretendidos do mundo, com equipas como a Sky e Movistar a pretenderem tê-lo no futuro.
Pode fazer a diferença em La Camperona, apesar da sua inexperiência.

Seguir em directo: @VueltaCyL,


Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário