Giro 2017 - Antevisão 3ª Etapa

Terceiro e último dia na bela Sardenha. O final da etapa será na capital da ilha italiana, em Cagliari, de onde partirão para a Sicília no dia de descanso.
Perfil da etapa
Mapa da etapa
Ao contrário das duas etapas anteriores, esta é praticamente plana e sem dificuldades. Há apenas uma contagem de montanha categorizada a 40 quilómetros da meta, mas é muito fácil, Capo Boi (GPM4, 2 km a 4.9%).
O factor que pode influenciar o desenrolar da corrida é o vento, já que os ciclistas farão todo o percurso ao longo da costa leste da Sardenha, até Cagliari.



Cidade de partida: Tortolì

Spiaggia delle Rocce Rosse Arbatax, Tortolì
Tortolì é uma cidade italiana da região da Sardenha, província da Ogliastra, com cerca de 9.956 habitantes.
A zona de Tortolì foi visitada pelos fenícios, romanos, bizantinos e espanhóis. Fazia parte da província de Agugliastra durante os séculos X e XI.
Em 1807 Tortolì se tornou a capital de uma província composta de 27 cidades, mas em 1921 perdeu esse estatuto em favor de Lanusei. Em 1859 foi incorporada na província de Cagliari. Em 1926 voltou a mudar, passando a fazer parte da província de Nuoro.
Em 1943, durante a Segunda Guerra Mundial, o porto de Arbatax foi bombardeado, matando 13 pessoas.

Cidade de chegada: Cagliari

Cagliari - Capital da Sardenha
Cagliari (em português Cálhari ou Cálari) é uma cidade italiana localizada na Sardenha, sendo a capital e maior cidade com cerca de 158.351 habitantes. Cagliari, antigamente era chamada de Caralis e era habitada por tribos sardas. Mais tarde foi colonizada pelos Fenícios, que estavam por toda a Sardenha e no século V a.C. passou aos Cartagineses. Nesse período a cidade teve um rápido desenvolvimento. No ano de 238 a.C., passou a estar sob o domínio dos Romanos, juntamente com o resto da Sardenha. Em meados do século V d.C. foi ocupada por Vândalos e mais tarde foi conquistada pelo imperador Justiniano.

Condições meteorológicas

O sol marcará novamente presença e a temperatura rondará os 23ºC. Mas o principal obstáculo para os ciclista para amanhã será o vento, que soprará com alguma força de noroeste. Isto significa que os corredores terão de enfrentar vento cruzado na maior parte do percurso, mas na parte final terão vento de frente.

Favoritos

*** André Greipel, Caleb Ewan
** Sacha Modolo, Giacomo Nizzolo, Sam Bennett, Kristian Sbaragli, Fernando Gaviria
* Roberto Ferrari, Ryan Gibbons, Phil Bauhaus, Jasper Stuyven


A nossa aposta: André Greipel
Venceu a 2ª etapa de forma clara, mostrando-se muito forte. Também beneficiou do problema de Ewan, quando o pé saiu do pedal no pior momento, mas a vitória do Gorila foi inquestionável e perante o perfil desta etapa, é naturalmente a nossa aposta.

Outsider: Fernando Gavíria
Na 2ª etapa arrancou cedo demais e não teve hipóteses contra o Gorila. O colombiano e o comboio da Quick Step Floors não parecem estar na melhor forma. Na nossa opinião depois das duas primeiras etapas, achamos que Ewan e Greipel parecem estar melhores e com um leadout melhor, no entanto, o Gavíria e a Quick Step não devem ser subestimados.

Seguir em directo: #giro100, @giroditalia
(a partir das 12:15, hora de Portugal Continental)

Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário