Paris-Camembert (1.1) - Antevisão



O Paris-Camembert já tem uma longa história, este ano comemora a 78ª edição. A prova tem alguns vencedores bem ilustres, entres eles: Bernard Hinault, Joop Zoetemelk, Laurent Fignon e Alejandro Valverde. Costuma atrair grande parte da elite francesa e alguns que se estão a preparar para as clássicas das Ardenas.
Como sugere o nome, esta corrida está intimamente ligada ao queijo Camembert, sendo que muita da promoção à prova tem como imagem principal o dito cujo. Sendo que um dos prémios para o vencedor é uma enorme roda de queijo.

A prova faz parte da Taça de ciclismo de elite de França, sendo a quarta prova desta competição. Até ao momento estes são os vencedores das provas realizadas anteriormente:
- Grand Prix de la Marseillaise: Arthur Vichot
- Classic Loire Atlantique: Laurent Pichon
- Cholet Pays de Loire: Laurent Pichon
- Route Adéie de Vitré: Flavien Dassonville
- Paris-Camembert: ???

Neste momento, a classificação da Taça de França de elites está assim:
1 Lauren Pichon (Fortuneo-Vital Concept)----100 pts
2 Flavien Dassonville (Hp Btp - Auber 93)----60 pts
3 Thomas Boudar (Direct Energie)----53 pts
4 Arthur Vichot (FDJ)----50 pts


História 

últimos 10 vencedores
2007 Sébastien Joly (FRA) Française des Jeux
2008 Alejandro Valverde (ESP) Caisse d'Epargne
2009 Jimmy Casper (FRA) Besson Chaussures-Sojasun
2010 Sébastien Minard (FRA) Cofidis
2011  Sandy Casar (FRA) FDJ
2012 Pierre-Luc Périchon (FRA) La Pomme Marseille
2013 Pierrick Fédrigo (FRA) FDJ
2014 Bryan Coquard (FRA) Team Europcar
2015 Julien Loubet (FRA) Team Marseille 13 KTM
2016 Cyril Gautier (FRA) AG2R La Mondiale

Edição 2016 (Top-10)
1    Cyril Gautier (Fra) AG2R La Mondiale    5:16:33   
2    Anthony Delaplace (Fra) Fortuneo - Vital Concept        
3    Romain Feillu (Fra) HP-BTP Auber 93    0:00:05   
4    Samuel Dumoulin (Fra) AG2R La Mondiale        
5    Baptiste Planckaert (Bel) Wallonie Bruxelles - Group Protect        
6    Daniele Ratto (Ita) Androni Giocattoli - Sidermec        
7    Leonardo Fabio Duque (Col) Delko Marseille Provence KTM        
8    Loïc Chetout (Fra) Cofidis, Solutions Credits        
9    Quentin Pacher (Fra) Delko Marseille Provence KTM        
10    César Bihel (Fra) HP-BTP Auber 93

Percurso

Saint-Germain › Libarot (200 Km)

O perfil é diferente da edição do ano passado, embora a distância seja parecida, apenas 5 Kms a menos. As dificuldades nesta edição são menores e estão concentradas mais longe da meta, em comparação a 2016.
A dificuldades estão a meio da prova, com 4 subidas de 1ª categoria seguidas: Moulin Neuf (75 km da meta), seguido do Mur des Champeaux (71 km da meta) e por fim o Cavee os Croutees (61,5 km da meta), este última ultrapassada por duas vezes.
A prova termina com duas voltas a dois percursos diferentes, que contêm a subida não categorizada, Cote del'Angleterre (2,5 km, 4%).



Startlist
Aqui

Condições meteorológicas


Previsão de tempo seco, embora nublado. Temperaturas irão rondar os 15ºC e irá haver vento lateral na parte inicial plana e vento de frente na região de Livarot.

Favoritos

***** Samuel Dumoulin, Lilian Calmejane
**** Arthur Vichot, Nacer Bouhanni
*** Laurent Pichon, Romain Hardy, Yannis Yssaad
** Cyril Gautier, Andrea Vendrame, Florian Vachon, Clement Venturini
* Anthony Delaplace, Nicolas Edet, Thomas Voeckler, Romain Combaud, Lorenzo Manzin, Kevin Reza, Romain Feillu, Arnold Jeannesson

A nossa aposta: Lilian Calmejane
O que se pode dizer de Calmejane? Está a ser um ano fantástico para o francês, acaba de vencer o Circuit La Sarthe e a Settimana Coppi e Bartali. Já conta com seis vitórias em 2017, é um dos ciclistas franceses em melhor forma e isso pode fazer a diferença num percurso como este, que não sendo muito duro, também não é plano.

Outsider: Laurent Pichon
Lidera actualmente a Taça de França, porque venceu duas das quatro provas. Não mostrou grande coisa no Circuit La Sarthe, mas esta prova é diferente e adequa-se às suas características. Além quererá defender a liderança na Taça, por isso, acreditamos que será um dos que estará motivado para lutar pelos primeiros lugares.

Seguir em directo:

Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário