A confirmação definitiva de Greg Van Avermaet


Quando se retira um dos melhores ciclistas de sempre no pavé (Tom Boonen), eis que a Bélgica tem a sorte de ter Greg Van Avermaet para dar continuidade ao legado de Boonen. 
O ciclista da BMC está longe de ser um jovem e também há muito tempo que era um dos melhores neste terreno. Mas hoje, no Paris-Roubaix confirmou definitivamente que é um dos ciclistas mais importantes da sua geração. Aos 31 anos conquista o seu primeiro monumento, depois de em 2016 ter sido campeão olímpico.
As suas duas últimas temporadas nas clássicas da primavera, são brilhantes, cá ficam eles:

2016
Omloop - 1º
Kuurne-Bruxelles-Kuurne - 74º
Strade Bianche - 6º
Milão-San Remo - 5º
Dwars door Vlaanderen - 32º
Gent-Wevelgem - 9º

2017 
Omloop - 1º
Kuurne-Bruxelles-Kuurne - 7º
Strade Bianche - 2º
Milão-San Remo - 21º
E3 Harelbeke - 1º
Gent-Wevelgem - 1º
Volta à Flanders - 2º
Paris-Roubaix - 1º

Os resultados de 2016 e sobretudo de 2017, falam por si. Greg Van Avermaet é uma das grandes figuras no presente do ciclismo mundial, se é que ainda haviam dúvidas. A temporada de clássicas que está a realizar é absolutamente brilhante e está a fazê-la perante adversários do calibre de Peter Sagan, o que ainda o valoriza mais.
O corredor da BMC está a aproveitar para deixar uma marca na história e tinha de o fazer agora, porque com 31 anos, continuará no topo por mais alguns anos, mas com a nova geração que está aí a aparecer e com a atual geração (Sagan, Kwiatkowski, entre outros), vencer será cada vez mais complicado para ele. 
Da nova geração, destaque para os seus compatriotas. O futuro é risonho para a nação que deu ao mundo alguns dos melhores da história na modalidade. O domínio na Flandres e no Roubaix tem tudo para ser belga na próxima década, Oliver Naesen, Jasper Stuyven, Tiesj Benoot e Yves Lampaert, são alguns dos jovens belgas que já mostraram que devem ser levados a sério.
Tom Boonen terminou a carreira, passando o testemunho a Greg Van Avermaet e a uma série de jovens cheios de ganas para também deixarem a sua marca.

Terminou uma das melhores épocas de ciclismo do ano. Já estamos com saudades!


Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

2 comentários:

  1. Ele e Valverde são os dois melhores ciclistas do ano ate o momento (cada um em sua competência respectiva) . Irão se encarar na Amstel ela primeira vez no ano!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Atenção ao Philippe Gilbert, também está a realizar uma grande temporada e será um dos favoritos para as Ardenas.

      Cumprimentos

      Eliminar