Herald Sun Tour (2.1) - Antevisão


Com a sua primeira edição em 1952, a Jayco Herald Sun Tour é a mais antiga competição de ciclismo disputada na Austrália. A corrida é detida pelo jornal Herald Sun.
Na primeira edição, dos 56 participantes, apenas 18 completaram o evento de seis dias que percorreu o estado de Victoria.
Apenas não se disputou em 2010 e 2012, este ano comemorará a 63ª edição. Habitualmente disputava-se em outubro, no entanto, desde 2014 passou para o inicio de fevereiro, dando sequência a uma série de corridas que se disputa nesta região do globo durante este período.

História
últimos 10 vencedores
2005 Simon Gerrans (AUS)
2006 Simon Gerrans (AUS)
2007 Matthew Wilson (AUS)
2008 Stuart O'Grady (AUS)
2009 Bradley Wiggins (GBR)
2011 Nathan Haas (AUS)
2013 Calvin Watson (AUS)
2014 Simon Clarke (AUS)
2015 Cameron Meyer (AUS)
2016 Chris Froome (GBR)

Edição 2016 (Top-10)
1 Chris Froome (GBr) Team Sky 12:53:00
2 Peter Kennaugh (GBr) Team Sky 0:00:29
3 Damien Howson (Aus) Orica-GreenEdge 0:01:01
4 Jack Bobridge (Aus) Trek – Segafredo 0:01:04
5 Jack Haig (Aus) Orica-GreenEdge 0:01:14
6 Jonathan Clarke (Aus) United Healthcare Pro Cycling 0:01:15
7 Robbie Hucker (Aus) Avanti IsoWhey Cycling Team 0:01:20
8 Christopher Hamilton (Aus) KordaMentha - Australian National Team 0:01:23
9 Anthony Giacoppo (Aus) Avanti IsoWhey Cycling Team 0:01:32
10 Dion Smith (NZl) ONE Pro Cycling

Percurso
Prólogo - 1 Fevereiro: Melbourne - Melbourne 2,1km
Etapa: 1 - 2 Fevereiro: Wangaratta - Falls Creek 169,9km
Etapa: 2 - 3 Fevereiro: Mt Beauty - Beechworth 165,6km
Etapa: 3 - 4 Fevereiro: Benalla - Mitchelton Winery 165,6km  
Etapa: 4 - 5 Fevereiro: Kinglake - Kinglake 121km
Total: 624,2km

O Herald Sun Tour disputa-se em torno da região de Melbourne, sendo que a prova abre com um prólogo na cidade.
Ao segundo dia, na 1ª etapa, aparece logo a etapa que é considerada raínha, com chegada a Falls Creek. A 2ª e 4ª  não são totalmente planas, sendo ideais para ciclistas que finalizem bem, mas que aguentem alguma dureza no percurso.
A única etapa para sprinters é a 3ª. 

Perfis 
Prólogo - 1 Fevereiro: Melbourne - Melbourne 2,1km


Já é tradição a prova começar com um prólogo na cidade de Melbourne. Não deverá fazer grandes diferenças, porque é demasiado curto.
O percurso é praticamente todo ao longo do rio Yarra.

** Sam Bewley
* Damien Howson

Etapa: 1 - 2 Fevereiro: Wangaratta - Falls Creek 169,9km


A 1ª etapa é logo a mais dura da prova. Serão 174, 2 Kms que começa em Wangaratta e termina no topo de Falls Creek.
Os primeiros 90 Kms são praticamente planos até iniciarem a primeira subida do dia, a Tawonga Gap, 6 Kms a 6,5%. Segue-se uma descida até Tawonga, depois serão cerca de 35 Kms sem grandes dificuldades, até Mount Beauty e aí começam a subir para Falls Creek, ou seja, para a meta. Vão ser 15 Km a 4,6% de inclinação média. Não é uma subida muito duro, mas certamente irá ser decisiva.

** Chris Froome
* Esteban Chaves

Etapa: 2 - 3 Fevereiro: Mt Beauty - Beechworth 165,6km


Depois da etapa raínha, a 2ª etapa presenteia-nos com um percurso ideal para um puncheur. Os primeiros 145 Kms são praticamente planos, até à subida para Stanley, onde os ciclistas enfrentarão 7,2 Kms de ascensão a 5,7% de inclinação média. O topo situa-se a sensivelmente 10 Kms da meta, que são em ligeira descida.

** Simon Gerrans
* Cameron Meyer

Etapa: 3 - 4 Fevereiro: Benalla - Mitchelton Winery 165,6km   


Dia perfeito para os velocistas, as únicas dificuldades situam-se a meio da prova, nos Kms: 65,8 e 73, sendo subidas curtas de 2,6 e 2 Kms de extensão.
A parte final é técnica, mas não deve causar grandes problemas e a etapa deve ser disputada em pelotão compacto.

** Danny Van Poppel
* Leigh Howard

Etapa: 4 - 5 Fevereiro:Kinglake - Kinglake 121km


A última etapa será disputada em circuito de 31,1 Kms de extensão em torno de Kinglake. O circuito tem uma grande dificuldade, a subida a Kinglake, com 5 Kms de comprimento a 5% de inclinação média, que terá de ser ultrapassado por quatro vezes.
A subida fica muito perto do que será a meta, a cerca de 3,3 Kms.
** Cameron Meyer
* Michael Storer

Startlist

Favoritos
Os favoritos claros para a prova são dois, Chris Froome e Esteban Chaves. São dois dos melhores voltistas da actualidade.
Froome fará a primeira prova da temporada, sendo uma incógnita a sua condição física, mas não será difícil de imaginar com base em anos anteriores, que estará na prova para a ganhar. Quanto a Chaves, apenas foi batido por um super Richie Porte no Tour Down Under, o que demonstra estar já numa forma física interessante.
De resto, não há muito mais gente que possa fazer frente a estes dois. Destaque para os colegas de Froome: Sebastian Henao e Kenny Elissonde. Dois jovens que estiveram no Down Under, mas muito longe dos melhores.
Dos australianos, destaque para o jovem Michael Storer, que se exibiu muito bem no Down Under e Cameron Meyer, vencedor da edição de 2015 e acabadinho de fazer 3º lugar na Cadel Evans Great Ocean Race.
O colombiano Janier Acevedo também merece uma referência, fez top-20 na Cadel Evans Great Ocean Race e o perfil adequa-se às suas características.

***** Chris Froome
**** Esteban Chaves, Cameron Meyer
*** Michael Storer, Sebastian Henao, Janier Acevedo
** Nathan Earle, Robert Power, Jai Hindley
* Kenny Elissonde, Jonathan Clarke, Lucas Hamilton, Joe Cooper

A nossa aposta: Chris Froome
Vencedor da edição do ano passado, volta este ano, para ganhar. A concorrência em 2017 vai ser maior, já que Esteban Chaves estará na corrida e pelo que mostrou no Tour Down Under, já se encontra num bom nível.

Outsider: Esteban Chaves
No Tour Down Under já mostrou que tem níveis físicos interessantes. Será o grande adversário de Froome, num confronto que poderá marcar os próximos anos.

Seguir em directo: @HeraldSunTour; #suntour

Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário