Problemas para a TJ Sport, a equipa de Rui Costa


O futuro é incerto para a TJ Sport, a equipa de Rui Costa. A UCI anunciou há quase duas semanas as equipas que obtiveram a licença World Tour para competir em 2017. Sendo que nessa altura apenas 17 equipas tinham visto a sua licença aprovada ficando a faltar a TJ Sport. Aquando dessa comunicação, o organismo presidido por Brian Cookson não prestou explicações, tendo dito apenas que faltavam alguns documentos na candidatura à licença entregue por parte da equipa.

O problema continua por resolver. A equipa tinha um estágio marcado para este mês mas comunicou aos seus ciclistas que o mesmo tinha sido cancelado, ficando agendado um para Janeiro.
Vive-se um clima de preocupação e incerteza na equipa. Se o problema não for resolvido a equipa pode ver-se obrigada a descer para categoria ProContinental ou, na pior das hipóteses, desaparecer.
Trabalham cerca de 70 pessoas na equipa, sendo que 25 são ciclistas.

Ao VeloNews, os directores da equipa disseram estarem a trabalhar nos documentos necessários e que se encontram num momento muito delicado mas que a situação se está a evoluir. Afirmaram também que este atraso é devido à doença súbita de uma das pessoas que estava a lidar com o dossier.
Já os jornais italianos asseguram que o principal problema é a falta de dinheiro, que apesar das tentativas por parte de Mauro Gianneti (novo director da equipa) não conseguiram aliciar nenhum gigante para patrocinador.
Dentro de pouco mais de uma semana (dia 15 de Dezembro) tudo estará definido, pois chega ao fim o prazo imposto pela UCI e será divulgada a lista definitiva das equipas com licença World Tour para 2017.
Esperemos que tudo se resolva pelo melhor.

Também pode interessar:

Lola Cycling Team

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário