Vuelta 2016 - Antevisão 21ª Etapa

Depois de três semanas a percorrer a Espanha de bicicleta, o pelotão chega a Madrid, para encerrar a última grande volta da temporada. A 71ª edição da Vuelta a España, ofereceu-nos alguns dos melhores momentos de ciclismo do ano.
Madrid espera os ciclistas, com a meta na famosa Praça de Cibelles, num dia de consagração para Nairo Quintana.

Mapa da 21ª etapa
Perfil da 21ª etapa
Percurso sem dificuldades, que apenas servirá para a consagração do vencedor. Os sprinters deverão lutar pela etapa.
Aos 57,7 quilómetros do final, os corredores passarão pela primeira vez na meta em Madrid, na Praça de Cibeles. Serão 8 voltas a um circuito de 5,8 Kms.

Cidade de partida: Las Rozas


Las Rozas é um município da Comunidade de Madrid. 
Las Rozas é a Cidade Europeia do Desporto de 2016 e não faltam razões para visitar a cidade. É uma cidade ligada à natureza, abriga dois parques naturais, com 2.895 hectares de floresta, 50 parques e 46% de seu território protegido ambientalmente. 
Com uma magnífica oferta cultural e comercial, recebe cerca de 4 milhões de visitantes por ano.
Mas é igualmente uma boa cidade para viver, pelas oportunidades oferecidas a 14.000 empresas e profissionais liberais, fazem dela a segunda cidade com menos desemprego e uma referência do crescimento económico em Espanha.
A qualidade de vida e os bons serviços públicos são umas das imagens de Las Rozas.

Cidade de chegada: Madrid


Com cerca de 3 milhões de pessoas residentes na cidade e com uma área metropolitana com mais de 6,5 milhões de pessoas, torna Madrid numa das cidades mais importantes da Europa.
Até 1561, Madrid não tinha a importância  que hoje em dia tem. Nesse ano, o rei Filipe II mudou a corte de Sevilha para Madrid, bem no centro da península ibérica, tornando-a capital de Espanha. A partir daí, Madrid cresceu e controlou o país, tirando um período entre 1601-1606, onde a capital foi Valladolid.
A quantidade de atracções da capital espanhola é imensa, entre eles: Palácio Real, Parque do Retiro, Praça de Espanha, Porta do Sol Catedral de Almudena, Museu do Prado, Passeio Castelhano e o Praça Maior.
Mas é a vida social de Madrid que torna esta cidade especial, é um cidade que não dorme, com 'mucha marcha' e que é dos destinos mais procurados para o divertimento.O estilo de vida dos Madrileños é bastante centrado na vida social.
Madrid é a casa de um dos maiores clubes do mundo, o Real Madrid, o Santiago Bernabéu, estádio do clube também é uma atracção da cidade. O Atlético de Madrid é outro clube grande de Espanha, sediado na cidade.
A cidade também tem uma ciclovia de 64 quilómetros que rodeia a cidade, conhecido 'anel verde ciclista'. No entanto está em construção até 2016 uma rede de ciclovias que unirá os vários centros urbanos de Madrid, que fará um total de 450 quilómetros.

Condições atmosféricas
Muito Sol e temperaturas elevadas, num dia de consagração dos vencedores. Vento praticamente inexistente.



Favoritos:
Etapa de consagração, onde a chegada deverá ser ao sprint, como é tradição, quando a Vuelta chega a Madrid.

*** Nikias Arndt, Magnus Cort Nielsen, Jempy Drucker, Gianni Meersman
** Fabio Felline, Jonas Van Genechten, Kristian Sbaragli
* Rudiger Selig, Daniele Bennati, Lorrenzo Manzin, Michael Schwarzmann

A nossa aposta: Nikias Arndt
O alemão tem disputado os últimos sprints, nas etapas com chegadas em pelotão compacto. Parece ter melhorado durante a prova e é um dos candidatos a ganhar a última etapa. Nesta Vuelta não tem havido nenhum sprinter dominante, o mais próximo disso, é Meersman, com duas vitórias.

Outsider:
Kristian Sbaragli
O italiano não tem estado muito bem nesta Vuelta a aposta no sprinter italiano é de risco. No ano passado foi 8º na Praça de Cibeles, este ano deve querer melhorar.

Seguir em directo: Eurosport 1, TVI24, @lavuelta, #LV2016

Também pode interessar:

Lola Cycling Team

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário