Grand Prix Cycliste de Montreal (1.WT) - Antevisão



Juntamente com o Grand Prix do Québec, são as duas clássicas mais importantes do continente americano, apesar de serem relativamente recentes.
Como a sua irmã do Québec, disputa-se desde 2010, apareceu como resposta ao crescimento do ciclismo nesta região do globo e o sucesso tem sido evidente, com alguns dos melhores ciclistas do mundo a participarem e a lista de vencedores já tem alguns nomes históricos da modalidade.
Ainda ninguém conseguiu repetir a vitória, sendo que Rui Costa venceu esta clássica em 2011.

História
últimos 10 vencedores
2010 Robert Gesink (NED)
2011 Rui Costa (POR)
2012 Lars Peter Nordhaug (NOR)
2013 Peter Sagan (SLK)
2014 Simon Gerrans (AUS)
2015 Tim Wellens (BEL)

Edição 2015 (Top-10)
1 Tim Wellens (Bel) Lotto Soudal 5:20:09
2 Adam Yates (GBr) Orica GreenEdge
3 Rui Alberto Faria Da Costa (Por) Lampre-Merida 0:00:02
4 Jan Bakelants (Bel) AG2R La Mondiale 0:00:04
5 Tiesj Benoot (Bel) Lotto Soudal
6 Wilco Kelderman (Ned) Team LottoNL-Jumbo 0:00:05
7 Romain Bardet (Fra) AG2R La Mondiale
8 Robert Gesink (Ned) Team LottoNL-Jumbo 0:00:09
9 Philippe Gilbert (Bel) BMC Racing Team
10 Tom Jelte Slagter (Ned) Cannondale-Garmin Pro Cycling Team

Percurso
Montreal  ›  Montreal   (205.7 Kms)
Prova disputada em Montreal, num circuito de 12, 1 Kms de extensão. Serão 17 voltas com três pontos complicados, o primeiro é a Côte de Camillien-Houde, depois a Côte de la Polytechnique e por fim, coincidindo com a meta o Avenue de Parc é um ligeira subida que pode influencia directamente o sprint.
Subidas:
2 Km do circuito -  Côte Camillien-Hourde  (1.8 Km @ 8%), 
6 Km do circuito - Côte de Polytechnique (780 m @ 6% com 200 m @ 11%),
11 Km do circuito - Avenue du Parc (560 m @ 4%) coincide com a meta.

Percurso

Startlist

Condições atmosféricas
Na parte de manhã há a probabilidade de chover, mas na parte da tarde, não se espera chuva para a região de Montreal. Temperaturas a variar entre os 19 e 17ºC.
Vento de Oeste, com rajadas de 18 Km/h.



Favoritos

***** Peter Sagan
**** Julian Alaphilippe, Greg Van Avermaet, Rui Costa
***  Adam Yates, Bauke Mollema, Tim Wellens, Diego Ulissi
** Edvald Boasson Hagen, Tiesj Benoot, Gianni Moscon, Michael Matthews
* Wilco Kelderman, Jakob Fuglsang, Tom-Jelte Slagter, Alexis Vuillermoz, Petr Vakoc, Rigoberto Uran, Romain Bardet, Tom Boonen

A nossa aposta: Peter Sagan
Depois da vitória no GP de Québec, Sagan enfrenta a segunda clássica canadiana como aquele que todos estarão de olho no campeão do mundo. Ele que já venceu esta clássica em 2013.

Outsider: Rui Costa
Vencedor em 2011 e na edição passado foi 3º, o poveiro gosta muito desta clássica e os resultados são muito bons. Este ano é sem dúvida volta a ser um dos grandes favoritos, a sua capacidade táctica e versatilidade, é sem dúvida uma característica que o beneficia neste tipo de provas. 

Seguir em directo: @GPCQM, #GPCQM, Eurosport 2





Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário