Vuelta 2016 - Antevisão 16ª Etapa

Depois de dois dias épicos de ciclismo ao mais alto nível e com destaque para a etapa anterior que fica na história, a Vuelta antes do segundo dia de descanso tem uma jornada mais calma em termos de perfil.
Mapa da 16ª etapa
Perfil da 16ª etapa
Um dia sem grandes dificuldades, apenas com uma contagem de montanha de 3ª categoria, a meio da tirada. Os primeiros 90 Kms serão em falso plano, com a contagem de montanha pelo meio.
Depois a segunda parte é praticamente sempre a descer com uma chegada em Peñiscola, uma localidade perto do mar, com muitas rotundas e algo perigosa.
Subida categorizada:
Km 75.4 - Alto Castillo de Morella 3.4 km a 5.2% - categoria 3

Cidade de partida: Alcañiz

Vista para Alcañiz e a sua fortaleza
Alcañiz é um município da Espanha da província de Teruel na comunidade autónoma de Aragão.
Localizada a cerca de 381 metros de altitude e a 165 quilómetros da capital da província, Teruel, Alcañiz é uma das vilas mais interessantes de conhecer. Historicamente sempre foi uma cidade importante entre Aragão e Valência, o que teve um impacto enorme na sua história, na sua economia e no turismo. 
A sua fortaleza encontra-se numa localização privilegiada que serviu para que desde ela conseguissem controlar os arredores. 
Foi construída entre os séculos XIII e XVIII, sua fachada é bastante austera e é ladeada por pinturas góticas que se referem à conquista de Valência por James I de Aragão.
Por outro lado, no interior do Castelo, podemos encontrar uma capela de estilo românico e um claustro. Mais tarde foram descobertas numerosas passagens subterrâneas que torna a visita ainda mais interessante. 

Cidade de chegada: Peñíscola

Castelo de Peñíscola
Peñíscola é um município de Valência, localizada na costa norte da província de Castellón, na região de Azahar. 
Desde Janeiro de 2013, Peñíscola faz parte das mais belas aldeias da Espanha. 
O seu castelo, também conhecido como Papa Luna, era a residência do papa Bento XIII, que o converteu na sua sede pontífice durante o seu papado. Está localizado na parte superior da rocha da cidade a uma altura de nível do mar cerca de 64 metros. O castelo foi construído entre 1294 e 1307 e pode ser visitado por quem desejar.

Condições atmosféricas
Dia com muito Sol e temperaturas elevadas, a rondarem os 34 ºC, descem quando os corredores se aproximarem da costa, 28ºC em Peñiscola.
O vento vai soprar forte (rajadas de 50 Km/h de Noroeste na 1ª parte da tirada e já perto do final, rajadas de 25 Km/h de Sul), o que pode complicar a vida a muitos corredores. Atenção a possíveis cortes no pelotão.


Favoritos:
Depois do 'descanso' dos 94 corredores que lhes foram perdoada a expulsão, por chegar fora do controlo de tempo. Espera-se que esses ciclistas estejam mais 'frescos' que quem decidiu correr a sério no dia anterior.
Uma fuga conseguir chegar não é totalmente descabido, mas como a chegada é propícia aos sprinters, acreditamos que as equipas dos mesmos tentarão de tudo para ganhar a etapa com eles.

*** Gianni Meersman
** Daniele Bennati, Jean Pierre Drucker, Jens Keukeleire, Fabio Felline, Jonas Van Genechten, Kristian Sbaragli
* Tosh Van Der Sande, Nikias Arndt, Magnus Cort Nielsen, Pello Bilbao (fuga), Jan Bakelants (fuga), Luis Léon Sanchez (fuga), Thomas de Gendt (fuga)

A nossa aposta: Gianni Meersman

Foi um dos que descansou na etapa anterior e agora pode ser recompensado com uma vitória de etapa. Já ganhou duas etapas, tem sido o mais forte neste tipo de chegada em pelotão compacto, por essa razão é o grande candidato.

Outsider: Fabio Felline
Já merece uma vitória de etapa. Deve estar exausto da etapa anterior, em que foi um dos que estava na fuga, no grupo de Quintana e Contador e ainda conseguiu fazer 2º na etapa. 
Apesar disso, contamos que volte a estar em acção, seja numa fuga, ou no sprint final.


Seguir em directo: Eurosport 1, TVI24, @lavuelta, #LV2016

Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário