Vuelta 2016 - Antevisão 11ª Etapa

Depois do merecido descanso, temos uma etapa já clássica na Vuelta. Completamente plana até à subida final que coincide com a meta.
Mapa da 11ª etapa
Etapa completamente plana ao longo da costa cantábrica, até que perto de Santander os corredores entrou um pouco no interior em direcção a Peña Cabarga.
Subida categorizada:
Km 168.6 - Peña Cabarga: 5.6 km subida a 9.8% - 1ªcategoria
É uma subida relativamente curta pouco mais de 5 Kms e meio, mas com uma inclinação média perto dos 10%. Em 2011, foi aqui que Chris Froome se revelou ao mundo em 2011, numa luta titânica contra Juan Cobo.
A subida tem duas rampas a 18%, curiosamente estão no 1º e último Km da ascensão.
Perfil da 11ª etapa

Perfil da subida a Peña Cabarga


Cidade de partida: Colunga - Museu Jurássico

Museu jurássico de Colunga
Colunga é uma cidade da Comunidade Autónoma do Principado das Astúrias. É também sede de município com o mesmo nome.
Num local privilegiado na costa das Astúrias, localiza-se o Museu Jurássico. Trata-se de um edifício único, com o formato de uma pegada de dinossauro e nele podemos visitar uma das amostras mais completas sobre esses fascinantes seres que habitaram a Terra há milhões de anos.
O museu situa-se no concelho de Colunga e encontra num ponto estratégico da chama Costa dos Dinossauros.
Em redor do museu multiplicam-se as possibilidades de diversão. Zona de jogos infantis, jardins que permitem passeios a pé entre réplicas de dinossauros e até um café. 
A apenas três quilómetros do local, encontra-se a praia da Griega. Local onde se pode ver pegadas de dinossauros, das maiores do mundo. 

Cidade de chegada: Peña Cabarga - Medio Cudeyo

Camara Oscura - Peña Cabarga
O município de Medio Cudeyo localiza-se na zona sul da baía de Santander e possui um rico património cultural e natural. 
Os turistas têm ao dispor um centro de recepção, no qual podem conhecer quais os pontos turísticos mais interessantes das dez aldeias que compõem o concelho. 
A rica e diversificada herança cultural de Medio Cudeyo, que vai desde os primórdios arqueológicos do Castro de Castilnegro (século I aC) e o Pico Castillo (séculos VII-XI), até à propriedade do Marquês de Valdecilla, de domínio municipal formado por vários edifícios construídos entre meados do século XVIII e a primeira metade do século XX, num cenário natural único, faz desta cidade um destino turístico de destaque.
Peña Cabarga é um maciço calcário localizada no Parque Natural da Peña Cabarga. Tem uma altitude máxima de 569 metros e uma área de 377 hectares.

Condições atmosféricas
A etapa irá ser disputada praticamente toda ao longo da costa norte de Espanha. Apesar das muitas nuvens, não se esperam aguaceiros, as temperaturas rondarão os 20ºC baixos.
O vento vai soprar de Nordeste, com rajadas que podem chegar aos 30 Km/h.



Favoritos:
Pensamos que a Movistar irá permitir que uma fuga tenha sucesso, por essa razão, a previsão de vitória complica-se bastante. Mas os nomes habituais devem estar presentes.
No grupo de favoritos, Quintana tem sido o mais forte e conta com a melhor equipa. Froome deverá continuar com a sua forma de correr, mantendo o ritmo toda a subida, veremos de volta a perder tempo, é que começa a ser já uma diferença considerável para Quintana.
Contador prometeu que apesar de estar longe, iria tentar algo no que resta da Vuelta, não achamos que este seja o dia ideal, mas veremos.

*** FUGA (Adam Hansen, Philippe Gilbert, Ben Hermans, Enrico Battaglin, Luis Léon Sanchez, Christophe Riblon, Thomas De Gendt, Zdenek Stybar, Omar Fraile, Pello Bilbao, Lilian Calmenaje, Tiago Machado, Luis Ángel Maté, Jan Bakelants, José Gonçalves, José Mendes, Robert Gesink...
** Nairo Quintana
* Chris Froome, Alejandro Valverde, Alberto Contador, Esteban Chaves, Simon Yates

A nossa aposta: Luis Léon Sanchez
Já tentou algumas vezes, o perfil é adequado às suas características, plano com um muro no final. O espanhol da Astana tem aqui mais uma oportunidade de conseguir a tão desejada vitória de etapa.

Outsider:
Nairo Quintana
Tem-se mostrado ser o homem mais forte em prova. Está numa forma fantástica e com a equipa a ajudar, parece que o Colombiano pode estar a caminho de conquistar a sua 2ª Grande Volta. Para isso tem de continuar a ganhar tempo para chegar ao contrarelógio em posição confortável.

Seguir em directo: Eurosport 1, TVI24, @lavuelta, #LV2016

Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário