Tour 2016 - Análise 8ª etapa

Chris Froome a cruzar a meta na Bagnères de Luchon
Na 1ª hora de corrida foram percorridos 51 Kms, num começo de etapa muito rápido. Demorou a ser formada fuga, que só seria depois do sprint intermédio. Thibaut Pinot, Rafal Majka saíram do pelotão, interessante o movimento do polaco, que no inicio da etapa tinha afirmado que não iria estar em fuga neste dia, para ficar perto dos seus líderes.
Jeannesson e Tony Martin também tentaram sair, mas só o alemão da Etixx conseguiu chegar ao duo da frente, a 2 Kms do topo do Tourmalet.

No pelotão, o camisola amarela descolava no Tourmalet e despedia-se da camisola amarela, Nibali, Mathias Frank e Alaphilippe também ficaram para trás. Pinot passou na frente no Col de Tourmalet seguido de Majka. Mikel Landa comandava o pelotão, a Sky apresentava-se toda na frente.
No Col du Val Louron, a Movistar foi para a frente, com Nélson Oliveira a trabalhar e de seguida Ion Izaguirre, foram eles que acabaram por seleccionar o grupo e capturaram os fugitivos. Pinot não aguentou o ritmo do grupo e ficou imediatamente para trás.
Na parte fina da subida a Sky voltou à frente do grupo, com Mikel Nieve. Na descida o azar bateu à porta de Wilco Kelderman, quando o pneus tubular descolou da roda e o fez cair, George Bennett cedeu-lhe a roda e o holandês recuperou.

Na subida decisiva, o Col du Peyresourde , Nieve continuou a impôr o ritmo. Mas só nos últimos 3 Kms houve acção, Sérgio Henao foi o primeiro a atacar. Contador como se já previa, não aguentou, Rolland, Barguil e Thomas também ficavam para trás. Froome, Bardet e Quintana também testaram os adversários, sempre com resposta fácil de qualquer um deles.
No topo, Froome passava na frente, Quintana estava na roda e é aí que acontece o ataca do britânico. Quintana apanhado desprevenido, em vez de seguir a roda do ciclista da Sky, olha para trás, à procura de ajuda de Valverde, esse tempo perdido foi o suficiente para que Froome fugisse e nunca mais fosse apanhado. Inexplicável a passividade de Quintana, a BMC que também tinha dois elementos, também merece uma referência, não ajudou na perseguição. 
Froome e a Sky agradecem tanta passividade dos adversários. Se é assim que querem ganhar o Tour, então bem podem esperar sentados.

O mais do dia: Chris Froome
O menos do dia: Nairo Quintana

Classificação da 8ª etapa (Top-10):
1 Christopher Froome (GBr) Team Sky 4:57:33 
2 Daniel Martin (Irl) Etixx - Quick-Step 0:00:13 
3 Joaquim Rodriguez (Spa) Team Katusha 
4 Romain Bardet (Fra) AG2R La Mondiale 
5 Roman Kreuziger (Cze) Tinkoff Team 
6 Fabio Aru (Ita) Astana Pro Team 
7 Adam Yates (GBr) Orica-BikeExchange 
8 Alejandro Valverde (Spa) Movistar Team 
9 Bauke Mollema (Ned) Trek-Segafredo 
10 Richie Porte (Aus) BMC Racing Team
...
55 Nelson Oliveira (Por) Movistar Team 0:20:54 
90 Rui Costa (Por) Lampre - Merida 0:25:54

Classificação Geral após 8ª etapa (Top-10):
1 Christopher Froome (GBr) Team Sky 39:13:04 
2 Adam Yates (GBr) Orica-BikeExchange 0:00:16 
3 Joaquim Rodriguez (Spa) Team Katusha 
4 Daniel Martin (Irl) Etixx - Quick-Step 0:00:17 
5 Alejandro Valverde (Spa) Movistar Team 0:00:19 
6 Nairo Quintana (Col) Movistar Team 0:00:23 
7 Fabio Aru (Ita) Astana Pro Team 
8 Tejay Van Garderen (USA) BMC Racing Team 
9 Romain Bardet (Fra) AG2R La Mondiale 
10 Bauke Mollema (Ned) Trek-Segafredo
...
72 Rui Costa (Por) Lampre - Merida 0:48:30
102 Nelson Oliveira (Por) Movistar Team 1:07:03


Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário