Giro 2016 - Antevisão 14ª Etapa

O Giro ao 14º dia de competição entra numa das regiões montanhosas mais míticas da prova, os tenebrosos Dolomitas, que tem como cor dominante...o cor de rosa. A dureza da etapa faz jus à reputação infame  dos Dolomitas, mas que deu ao ciclismo, das histórias mais épicas no Giro.


Perfil 14ª etapa

É uma das etapas mais duras da edição deste ano, com 6 contagens de montanha categorizadas. Serão 210 Kms e o corredores irão enfrentar 4800 metros de subida acumulada.
A etapa começa em Farra d'Alpago e segue em direcção aos míticos, Dolomitas, sempre a subir, lentamente até chegarem a Caprile, onde as rampas começam a serem mais sérias até Arabba, onde começa a subida até uma das míticas subidas dos Dolomitas, o Passo Pordoi (9.25 Km a 6.9%, GPM 1). Logo a seguir uma curta descida e nova subida para  Passo Sella (5.55 km a 7.9%, GPM 2), seguido de nova descida curta e subida para o Passo Gardena (5.75 km a 4.3%, GPM 3). A descida é rápida e técnica até Corvara, seguido de nova subida, Passo Campolongo (6 km a 5.8%, GPM 2).
Depois destas 4 subidas seguidas, os ciclistas voltam a passar por Arabba, depois serão mais de 20 Kms com constante sobe e desce, até Pont T. Codalonga, onde começam a subir o mítico Passo Giau (9.85 Km a 9.4%, GPM 1).
Descida muito perigosa, seguido de inicio da última subida do dia, Passo Valparola (11.5 km a 5.8%, GPM 2), o topo fica a 20 Kms da meta. A parte final é a descida, seguidos de 5 Kms praticamente planos até Corvara.


Parte final da etapa

Perfil da subida a Passo Pordoi

Perfil da subida a Passo Sella

Perfil da subida a Passo Gardena

Perfil da subida a Passo Campolongo

Perfil da subida a Passo Giau

Perfil da subida a Passo Valparola

Cidade de partida: Alpago

Alpago é uma maravilhosa terra rodeada pelas Dolomitas (montanhas) e um lago de águas azuis-verdes, o Lago de Santa Croce. É um local perfeito para quem quer descansar ou praticar vela, kitesurf e windsurf
A floresta Cansiglio é o local perfeito para quem gosta de caminhas.


Cidade de chegada: Corvara


Localizada no sopé do Monte Sassongher, Corvara tem uma longa tradição como estância de esqui. Aqui os turistas podem encontrar cerca de 400km de trilhos, 500km de pistas de esqui, podem fazer montanhismo e têm uma vista de cortar a respiração.
Com um idioma próprio chamado Ladin, a cultura e as tradições estão profundamente enraizadas e preservadas ao longo dos séculos. 

Condições atmosféricas
Vento inexistente. Dia de Sol, com temperaturas a rondarem os 20 ºC à partida e os 14 ºC na chegada.


Favoritos:
Mais uma etapa para uma fuga com corredores que estejam muito atrasados. Porém não seria de admirar que a Astana e a Movistar trabalhassem para que Nibali e Valverde vencessem a etapa. O dia vai ser muito duro, com muita montanha numa das zonas mais míticas do ciclismo mundial, os Dolomitas.

*** Fuga (Davide Formolo, Sergey Firsanov, Mikel Nieve, Giovanni Visconti, Stefano Pirazzi, Alessandro De Marchi, Carlos Betancur, Tanel Kangert, Sebastian Henao, Damiano Cunego, Igor Anton)
** Vincenzo Nibali, Alejandro Valverde, Steven Kruijswijk, Rafal Majka
* Esteban Chaves, Rigoberto Uran, Domenico Pozzovivo, Andrey Amador, Ilnur Zakarin, Jakob Fuglsang

A nossa aposta: Vincenzo Nibali
Apesar das atenções estarem viradas para a etapa de domingo, a cronoescalada, Nibali já mostrou querer fazer diferenças, com vários ataques na etapa anterior. Com uma etapa com tanta dureza, espera-se que a Astana endureça a corrida de forma a levar o seu líder à camisola rosa já nesta etapa.
Outsider: Rafal Majka
O polaco tem de começar a retirar tempo aos rivais mais directos (Nibali, Valverde e Kruijswijk) se quer pensar no pódio. O ciclista da Tinkoff gosta de etapas de dureza extrema e esta é daquelas que lhe assentam bem.

Seguir em directo: #giro, Eurosport 1, @giroditalia

Também pode interessar:

Lola Cycling Team

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário