Tre Valli Varesine (1.HC) - Antevisão

cartel

A Tre Valli Varesine encerra a Trittico Lombardo, depois da Coppa Bernocchi e da Coppa Agostoni. Até 2013 esta clássica italiana disputava-se em agosto, em 2014 passou para meio de setembro e este ano passa para final deste mês.
Será a 95ª edição da prova, dominada pelos homens da casa, curiosamente nas últimas três edições nenhuma foi ganha por italianos.
A prova também serve de preparação para o último monumento da temporada, o Giro da Lombardia.

Actualmente o Trittico Lombardo 2015 encontra-se com a seguinte classificação:
1. NIBALI Vincenzo - 27
2. REBELLIN Davide -15
3. BONIFAZIO Niccolo - 13
4. FINETTO Mauro - 12
5. NIZZOLO Giacomo  - 12
5. TRENTIN Matteo  - 10
6. QUINTERO Carlos  - 8
7. COLBRELLI Sonny  - 7
8. MENDES Jose  - 6
9. ZILIOLI Gianfranco  - 5
9. PASQUALON Andrea  - 5
10. PONZI Simone  - 4

História
últimos 10 vencedores
2005 Stefano Garzelli (ITA) Liquigas-Bianchi
2006 Stefano Garzelli (ITA) Liquigas
2007 Christian Murro (ITA) Tenax
2008 Francesco Ginanni (ITA) Diquigiovanni-Androni
2009 Mauro Santambrogio (ITA) Lampre-NGC
2010 Daniel Martin (IRL) Garmin-Transitions
2011 Davide Rebellin (ITA) Miche-Guerciotti
2012 David Veilleux (CAN) Team Europcar
2013 Kristijan Đurasek (CRO) Lampre-Merida
2014 Michael Albasini (SUI) Orica-GreenEDGE

Percurso
Busto Arsizio – Varese; 198,5Km (83,3 Kms + 9 voltas a um circuito de 12,8 Kms em Varese)
Perfil com algumas dificuldades, no entanto o circuito final não é complicado, embora os últimos metros não sejam planos, o que pode fazer a diferença.
A primeira parte são 83,3 quilómetros e depois serão 9 voltas a um circuito de 12,8 quilómetros em Varese.

Perfil da parte inicial da prova
Perfil do circuito
Startlist

Favoritos
***** Davide Rebellin, Fabio Felline
**** Giacomo Nizzolo, Mauro Finetto, Kristian Sbaragli
*** Manuel Belletti, Julian Arredondo, Simone Ponzi
** Maciej Paterski, José Mendes, Gianfranco Zilioli, Enrico Barbin
* Fabio Aru, Thibaut Pinot, Louis Meintjes, Franco Pellizotti, Francesco Bongiorno


Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário