Lars Boom fora do Tour?

Lars Boom (na imagem)
Todos os anos o MCCP (Movimento por um ciclismo credível), solicita à UCI (União Ciclista Internacional) para analisar os dados do controlo anti-doping de todos os participantes do Tour de France. Nessa análise foi verificado que os níveis de cortisol do ciclista holandês estão abaixo do limite mínimo imposto pelo regulamento do MCCP. Não significa que Lars Boom tenha tomado substâncias ilícitas. Os baixos níveis de cortisol podem ser consequência, por exemplo, de algum tratamento prescrito pelo médico. 

A Astana pediu a substituição do ciclista pelo seu colega italiano Alessandro Vanotti, mas essa substituição não foi aceite pela UCI, visto que este episódio decorreu após a reunião dos directores desportivos.

Segundo o jornal L'Equipe, o director desportivo da Astana - Alexandre Vinokourov afirmou que ou a UCI permite a substituição de Lars Boom por outro ciclista, ou amanhã ele irá partir com a equipa para a primeira etapa do Tour. A acontecer poderá ditar a saída da Astana do MPCC.


Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário