Ciclistas a mais na Volta a Portugal? A diplomacia resolve



Um artigo da UCI (União Ciclista Internacional) limita as equipas a 8 ciclistas cada. Mas as equipas que amanha iniciam a Volta a Portugal, irão apresentar-se com 9 ciclistas nas suas fileiras.
Passemos a explicar. Em Junho passado, o artigo da UCI que regula o número de participantes nas competições foi revisto. Está agora previsto que nas competições de estrada, excepto nas três grandes Voltas (Giro, Tour e Vuelta), cada equipa só possa ter no máximo 8 ciclistas.
Amanha começa a Volta a Portugal e cada equipa será constituída por 9 ciclistas. Isto poderia ser um problema, pelo facto de cada formação ter um ciclista a mais do que o permitido.
Felizmente este assunto não acarretará qualquer problema. Após reuniões entre o colégio de comissários e os representantes da organização da Volta a Portugal, chegou-se à conclusão que não haverá impedimentos.

"Soubemos desse artigo na sexta-feira à tarde e ontem [segunda-feira] expusemos o caso à UCI. Não fazia sentido não haver Volta por causa disto e a prova nunca esteve em risco", diz Joaquim Gomes, o organizador. "Dissemos-lhes que as equipas em Portugal estão formadas, formatadas e orçamentadas para ter nove corredores."
A Volta a Portugal arranca amanhã com o prólogo em Viseu e terminará em Lisboa e conhece os seus pontos altos a 2 de Agosto (Srª da Graça, 4ª etapa) e a 6 de agosto (Torre, 7ª etapa).


 

Também pode interessar:

jdragon cycling team

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário