La Vuelta a España - Antevisão da 3ª etapa

Terceira etapa e terceiro dia para os homens da geral, com um final exigente na Laguna Negra. 

Londosa - Laguna Negra, 166,1 Km




Etapa com 166 Km que se resume a um final duro. Os primeiros 70 Km são a subir, dos quais 62 são falso plano, não fará vitimas entre os homens da geral. 
Segue-se o Alto de Oncala, subida de 3ª categoria e descida de 15 Km. A partir daí é plano até ao sprint intermédio em Vinuesa e começa a subida final, La laguna Negra.


É uma subida muito irregular, no total são 6500 metros a 6,9% de médias, com três rampas de 14 e 13%, a última a coincidir com a meta. A pendente média não é muito elevado por essa razão a vitória deve ser disputada num sprint de um grupo reduzido.

Subidas categorizadas:
79 Km - Alto de Oncala (3ª Cat. 17.0 Km a 2.7%)
META - La Laguna Negra de Vinuesa (1ª Cat. 6.5 Km a 6.7%)

Condições meteorológicas

Probabilidade baixa de fuga
Temperatura entre os 16 a 20 ºC.
Vento forte de sudeste, lateral a maioria da etapa. A parte final o vento será a favor.

Favoritos

Fuga
Sim, se depender da Jumbo-Visma. No entanto, outra equipas poderão estar interessadas noutro cenário, nomeadamente a Movistar e Ineos, das duas a equipa espanhola mostrou-se mais forte.

Todos contra Roglic
O esloveno já mostrou ao que veio, ganhou a primeira etapa com um ataque em descida e fez 2º na etapa de ontem. Cabe às outras equipas tentarem encontrar um antídoto, porque levá-lo até à linha de meta não é solução e hoje volta a não ser com um final destes. 
A Ineos esteve forte na 1ª etapa mas ontem desiludiu bastante e foi a Movistar que mostrou ser o principal rival do esloveno.
Daniel Martin em chegadas destas também é forte e está em boa forma.

⭐⭐⭐ Roglic
⭐⭐ D. Martin, Carapaz
⭐ Kuss, Carthy, Chaves

A nossa aposta: Primoz Roglic
Para batê-lo terão de o tentar eliminar ou atacar de longe como fez Soler.

Joker: Sepp Kuss
Está numa forma brutal.


Seguir em directo: #LaVuelta2020

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Publicar um comentário