La Vuelta a España - Antevisão da 10ª etapa

Etapa de transição, com a costa cantábrica em pano de fundo.

Castro Urdiales - Suances, 185 Km



Olhando para o perfil dá a sensação de ser um dia para os sprinters, mas não é bem assim. A parte final é mais complicada do que parece.
Como a etapa é percorrida ao longo da costa o vento pode ter influência, no entanto as previsões não indicam que sopre com intensidade suficiente para provocar bordures. A parte mais interessante da etapa são os últimos Km, principalmente os 2 últimos.

2 Km finais
A 2 Km da meta os ciclistas enfrentarão 1300 metros a 6.6%, com algumas zonas a 9%. Dependendo do ritmo e da forma como este final será atacado, os sprinters podem passar dificuldades.
Os últimos 300 metros são planos.



Subidas categorizadas:
125.1 Km - Alto de San Cipriano (3ª cat. 4.3 km @ 5%)

Condições meteorológicas

Céu pouco nublado.
Temperatura a rondar os 18ºC.
Vento fraco.

Favoritos

Dia de sucesso da fuga?
É um dia muito difícil de prever. Tanto pode dar para uma fuga, como pode ser uma disputa ao sprint entre os velocistas, como também pode ser um dia onde ciclistas como Roglic e Carapaz.
O sucesso da fuga dependerá da vontade das equipas dos sprinters: Deceuninck-QuickStep, Bora-Hansgrohe e UAE. Qualquer uma destas equipas pode também ganhar a etapa através da fuga, têm ciclistas capazes.

Sprinters vs Outros
Sam Bennett dos sprinters é aquele que gosta deste tipo de finais, a extensão da subida final pode ser demasiado para o irlandês, mas como está em boa forma e motivado pelo o que se passou na etapa anterior, não será de estranhar se ganhar.
Jasper Philipsen é um ciclista que também pode aguentar a subida final, resta saber se terá gás para o sprint. Por outro lado seria surpreendente ver Pascal Ackermann na disputa neste final.

Em relação a outros ciclistas que podem estar na disputa num final destes caso o pelotão entre compacto na subida são: Alex Aranburu, Andrea Bagioli, Rui Costa, Omar Fraile, Tim Wellens, Remi Cavagna, Magnus Cort, Luis Leon Sanchez ou Carlos Barbero. Todos estes ciclistas também podem ganhar através da fuga.

⭐⭐⭐ Bennett
⭐⭐ Costa, Aranburu
⭐ Cavagna, Bagioli, Fraile, Wellens, Cort, Sanchez, Barbero, Philipsen

A nossa aposta: Sam Bennett
Está em boa forma e a subida apesar de ter rampas duras será controlada pela Deceuninck-QuickStep. 

Joker: Rui Costa
Tem tentado a vitória de etapa quase todos os dias. Pode ganhar através da fuga e também com um ataque na subida desde o pelotão.


Seguir em directo: #LaVuelta2020
TV: Eurosport 1 (13:35 GMT)

 

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Publicar um comentário