Volta à França 2020 - Antevisão 7ª Etapa

Depois do sucesso de uma fuga, voltamos a ter uma etapa para os puro sangue do sprint.

  Millau - Lavaur, 168 Km
Mapa
Perfil
A etapa divide-se em 2 partes. A 1ª são os primeiros 75 Km, onde o percurso é muito ondulado, com diversas subidas e descidas, a fuga do dia previsivelmente neste terreno. A subida final desta 1ª parte é longa mas muito suave.
Os últimos 90 Km praticamente não tem dificuldades, onde o vento pode ser o único inimigo dos ciclistas. As equipas dos sprinters quererão controlar as operações no pelotão e não dar muito espaço à fuga.
A parte final não é muito técnica, com poucas viragens, excelente para os comboios trabalharem e posicionarem os velocistas. A reta da meta não é muito larga.
Últimos 5 Km
Sprints intermédios:
58 Km - Saint-Sernin-sur-Rance

Subida categorizada:
9 Km - Côte du Luzençon (3C - 3,1 Km @ 6,1%)
73,5 Km - Col de Peyronnenc (3C - 14,5 Km @ 3,9%)
97,5 Km - Côte de Paulhe Aigoual (4C - 1,1 Km @ 7,5%)

Condições meteorológicas

Dia solarengo com temperaturas acima dos 30ªC. O vento vai soprar moderado, por vezes forte, de Sudeste, isto quer dizer que teremos vento lateral grande parte da etapa.

Favoritos

⭐⭐⭐ Sam Bennett, Caleb Ewan
⭐⭐ Peter Sagan, Wout Van Aert, Cees Bol
⭐ Mads Pedersen, Alexander Kristoff, Giacomo Nizzolo

Fuga?
Depende muito de como a corrida será abordada pelas equipas dos sprinters e também pelas equipas dos homens da geral, já que o vento pode causar problemas.
Mas em principio, este é um dia para terminar em sprint massivo.

Qual o melhor comboio de sprint?
A Sunweb tem sido o que melhor tem colocado e lançado o seu sprinter.
A Deceuninck-Quick Step tem colocado relativamente bem Sam Bennett, mas a coisa ainda não está bem afinada.
A Lotto-Soudal foi fustigada na 1ª etapa, por essa razão Caleb Ewan tem de se desenrascar sozinho, assim como quase todos os outros sprinters, excepto Cees Bol e Sam Bennett.

A nossa aposta: Sam Bennett
Líder da classificação por pontos, tem estado à procura da 1ª vitória no Tour, que lhe tem fugido por pouco. A Deceuninck-Quick Step já não tem de se preocupar com a camisola amarela e é previsível que Alaphilippe ajude no comboio belga.

Joker: Mads Pedersen
A Trek-Segafredo tem optado por fazer rotação nos sprints e é a vez de Pedersen, que na 1ª etapa apenas foi batido por Kristoff. O dinamarquês gosta de dias chuvosos, o que não acontecerá nesta etapa, que será de calor, mas confiamos que a sua forma é boa e estará na disputa.


Seguir em directo: #tdf2020, #letour, #tourdefrance, #tdf

 (a partir das 12:20)

(a partir das 14:30)

Horário Portugal continental


Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Publicar um comentário