Vuelta Asturias Julio Alvarez Mendo (2.1) - Antevisão

A Vuelta às Astúrias é uma das provas por etapas mais antigas do calendário espanhol. São mais de 90 anos de história e este ano realiza-se a 62ª edição.
Os adeptos asturianos são dos mais fieis do país vizinho, apesar da prova já ter passado por várias crises, conseguiu sempre dar a volta, muito por culpa da paixão que há na região pela modalidade. É uma prova dura, o que não é novidade, realiza-se numa região onde o que não faltam são subidas icónicas e cheias de história.
Este ano, tal como tem sido tradição, algumas das equipas principais portuguesas estarão presentes.

História

últimos 10 vencedores
2009 Francisco Mancebo (ESP) Rock Racing
2010 Constantino Zaballa (ESP) Centro Ciclismo de Loulé-Louletano
2011 Javier Moreno (ESP) Caja Rural
2012 Beñat Intxausti (ESP) Movistar Team
2013 Amets Txurruka (ESP) Caja Rural–Seguros RGA
2014 Não se realizou
2015 Igor Antón (ESP) Movistar Team
2016 Hugh Carthy (GBR) Caja Rural-Seguros RGA
2017 Raul Alárcon (ESP) W52-FC Porto
2018 Richard Carapaz (EQU) Movistar Team

Edição 2018 (Top-10)
1      Richard Carapaz (ECU) Movistar Team     11h 22' 26"
2      Jonathan Caicedo (ECU) Medellín     + 40"
3      Ricardo Mestre (POR) W52–FC Porto     + 59"
4      Robinson Chalapud (COL) Medellín     + 1' 00"
5      Rubén Fernández (ESP) Movistar Team     + 1' 05"
6      Nathan Earle (AUS) Israel Cycling Academy     + 1' 17"
7      Sergio Pardilla (ESP) Caja Rural–Seguros RGA     + 1' 35"
8      Antonio Pedrero (ESP) Movistar Team     + 1' 37"
9      Joaquim Silva (POR) Caja Rural–Seguros RGA     + 1' 44"
10      César Fonte (POR) W52–FC Porto     + 2' 00"

Percurso

3/5 Etapa 1 - Oviedo › Pola de Lena (179.2 Km)
4/5 Etapa 2 - Soto de Ribera › Cangas del Narcea (171.1 Km)
5/5 Etapa 3 - Cangas del Narcea › Oviedo (119 Km)
Total: 469.3 Km

A 2ª etapa é a mais dura, apesar deste ano o final não ser em alto. O Santuário del Acebo, são 9,4 quilómetros a uma pendente média acima dos 8%, com o topo a estar situado a 19 quilómetros da meta em Cangas del Narcea.
A prova abre com uma etapa que apesar de contar com 6 contagens de montanha categorizadas, todas elas são de 3ª categoria, a última das quais está localizada a 5 quilómetros da meta, o que pode eliminar alguns velocistas.
A 3ª e última etapa, conta com uma contagem de montanha de 2ª categoria. Esta última situa-se a 7 quilómetros da meta, é o El Violeo, são 3,2 quilómetros a 9,3% de pendente média.

Perfis

3/5 Etapa 1 - Oviedo › Pola de Lena (179.2 Km)
Sprints intermédios:
- Candas (8 m, Km 33.2),
- Pola de Siero (214 m, Km 83.5),
- Mieres (213 m, Km 116.3).

Subidas categorizadas:
- Alto de la Miranda (3ª Cat., 234 m, 1.3 Km a 3.8%, Km 10.7),
- Alto de Munco (3ª Cat., 374 m, 2.0 Km a 5.3%, Km 78.3),
- Carbayin Alto (3ª Cat., 363 m, 1.9 Km a 6.1%, Km 92.1),
- Alto de Santo Emiliano (3ª Cat., 517 m, 5.0 Km a 6.0%, Km 106.8),
- Alto de Carabanzo (3ª Cat., 452 m, 3.0 Km a 5.6%, Km 135.4),
- Alto de Carabanzo (3ª Cat., 452 m, 2.3 Km a 9.0%, Km 173.0).


4/5 Etapa 2 - Soto de Ribera › Cangas del Narcea (171.1 Km)
Sprints intermédios:
- Piedras Blancas (27 m, Km 53.9),
- Pravia (42 m, Km 71.5),
- Tineo (654 m, Km 114.9).

Subidas categorizadas:
- Alto del Escamplero (3ª Cat., 245 m, 3.0 Km a 5.2%, Km 20.1),
- Alto de la Espina (2ª Cat., 652 m, 8.5 Km a 4.9%, Km 101.5),
- Alto del Acebo (1ª Cat., 1166 m, 9.5 Km a 8.1%, Km 155.3).



5/5 Etapa 3 - Cangas del Narcea › Oviedo (119 Km)
Sprints intermédios:
- Soto de la Barca (219 m, Km 23.9), 
- Posada de Llanera (170 m, Km 101.7).

Subidas categorizadas:
- El Violeo (2ª Cat., 440 m, 3.2 Km a 9.3%, Km 112.1).


Startlist

Aqui

Favoritos

⭐⭐⭐⭐⭐ Richard Carapaz, Mikel Landa
⭐⭐⭐⭐ Mikel Bizkarra, Oscar Rodriguez, Edgar Pinto
⭐⭐⭐ Carlos Quintero, Ricardo Mestre, Aleksander Vlasov
⭐⭐ David Rodrigues, Vicente Garcia de Mateos, Jonathan Lastra
⭐ Michel Ries, Francisco Mancebo, Garikoitz Bravo, Joaquim Silva

A nossa aposta: Mikel Landa
A Movistar leva às Asturias Carapaz e Landa. O basco mostrou estar no bom caminho na Liège-Bastogne-Liège e a poucos dias do Giro, testa as pernas pela última vez.
Deverá fazer a diferença no Santuario de Acebo, com a Movistar a ter duas cartas para jogar.

Joker: Oscar Rodriguez
Jovem espanhol que no ano passado venceu uma etapa na Vuelta a Espanha e este ano começou a temporada relativamente bem.
Bom trepador, especialmente talhado para rampas especialmente inclinadas, o Alto del Violeo na última etapa é perfeito para ele.

Seguir em directo: @vueltasturias, #lavueltina

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário