UAE Tour (2.WT) - Antevisão


Um dos principais objetivos da UCI na última década tem sido o de globalizar a modalidade. As provas fora da Europa têm sido cada vez mais frequentes. A RCS, entidade organizadora do Giro d'Italia, decidiu nesse âmbito, em coordenação com as autoridades do Abu Dhabi criar uma prova por etapas no Emirado, no ano de 2015. Dois anos depois a UCI decidiu passar a prova para a categoria máxima, World Tour e também deslocá-la no calendário, de outubro para fevereiro.
Este ano mais alterações, a prova muda de nome e passa a ter 7 dias de competição.

História

2015 Esteban Chaves (COL) Orica-GreenEdge
2016 Tanel Kangert (EST) Astana Pro Tea
2017 Rui Costa (POR)  UAE - Team Emirates
2018 Alejandro Valverde (ESP) Movistar

Edição 2018 (Top-10)
1    Alejandro Valverde (Spa) Movistar Team    16:00:11   
2    Wilco Kelderman (Ned) Team Sunweb    0:00:17   
3    Miguel Angel Lopez (Col) Astana Pro Team    0:00:29   
4    Julian Alaphilippe (Fra) Quick-Step Floors    0:00:31   
5    Rafal Majka (Pol) Bora-Hansgrohe    0:00:45   
6    Davide Formolo (Ita) Bora-Hansgrohe    0:01:13   
7    Diego Ulissi (Ita) UAE Team Emirates    0:01:18   
8    Rui Costa (Por) UAE Team Emirates    0:01:28   
9    Rohan Dennis (Aus) BMC Racing Team    0:01:29   
10    Emanuel Buchmann (Ger) Bora-Hansgrohe    0:01:37   

Percurso

24/2 Etapa 1 (TTT) - Al Hudayriat Island › Al Hudayriat Island (16 Km)
25/2 Etapa 2 - Yas Island › Abu Dhabi Big Flag (184 Km)
26/2 Etapa 3 - UAE University › Jebel Hafeet (179 Km)
27/2 Etapa 4 - Palm Jumeirah › Hatta Dam (205 Km)
28/2 Etapa 5 - Flag Island › Khor FaKmKman (181 Km)
1/3 Etapa 6 - Ajman › Jebel Jais (180 Km)
2/3 Etapa 7 - Dubai Safari Park › City WalKm (145 Km)
Total:

São 7 etapas, com duas chegadas em alta montanha, uma para puncheurs, três planas e abre com um contrarrelógio coletivo.
As etapas planas (2ª, 5ª e 7ª) são perfeitas para os sprinters, no entanto o vento pode afetar profundamente o desenrolar dos acontecimentos, é preciso atenção aos cortes, que podem eliminar sprinters da disputa da etapa e homens da geral da vitória final.
A 3ª etapa tem como chegado um palco já bem conhecido, Jebel Hafeet, uma subida com 10,8 Km de extensão a 6,6%. O dia seguinte tem uma chegada clássica do extinto Dubai Tour, a Hatta Dam, ideal para puncheurs, os últimos 500 metros são a 8,3%.
A última etapa que fará diferenças importantes é a chegada a Jebel Jais ao sexto dia. São 16,8 Km a 5,5% de inclinação média, numa ascenção muito constante que raramente passa os 7%, mas que também raramente desce os 5%.

Perfis

24/2 Etapa 1 (TTT) - Al Hudayriat Island › Al Hudayriat Island (16 Km)

25/2 Etapa 2 - Yas Island › Abu Dhabi Big Flag (184 Km)

26/2 Etapa 3 - UAE University › Jebel Hafeet (179 Km)

27/2 Etapa 4 - Palm Jumeirah › Hatta Dam (205 Km)


28/2 Etapa 5 - Flag Island › Khor FaKmKman (181 Km)

1/3 Etapa 6 - Ajman › Jebel Jais (180 Km)

2/3 Etapa 7 - Dubai Safari Park › City WalKm (145 Km)

Startlist

Aqui

Condições meteorológicas

As temperaturas serão agradáveis durante todos os dias, esperam-se temperaturas entre 22 a 28ºC. Não se espera chuva.
O vento pode influenciar a prova, ao longo da semana prevê-se alterações na intensidade. Algumas etapas podem ter a presença de vento forte.

Favoritos

Sprinters

⭐⭐⭐ Elia Viviani, Fernando Gavíria
⭐⭐ Alexander Kristoff, Sam Bennett, Marcel Kittel
⭐ Caleb Ewan, Marc Sarreau, Marc Cavendish

Geral

⭐⭐⭐⭐⭐ Alejandro Valverde
⭐⭐⭐⭐ Tom Dumoulin, Primoz Roglic
⭐⭐⭐ Michal Kwiatkowski, Wilco Kelderman, Richie Porte
⭐⭐ Dan Martin, Bauke Mollema, Gorka Izagirre, Rui Costa, Emanuel Buchmann
⭐ Roman Kreuziger, Vincenzo Nibali, Remco Evenepoel, Davide Formolo, Ilnur Zakarin

A nossa aposta: Alejandro Valverde
Estranhamente ainda não ganhou em 2019. Apresenta uma equipa forte para o contrarrelógio coletivo de forma a não prejudicar Valverde.
Venceu o Abu Dhabi Tour em 2018 e este ano, não pode deixar de ser considerado o principal favorito. As chegadas em alto são à sua medida.

Outsider: Tom Dumoulin
Tem uma das equipas mais potentes para o contrarrelógio coletivo. Apesar de ser a primeira prova do holandês, se chegar às etapas de montanha bem posicionado, é um dos principais candidatos.

Portugueses
Rui Costa venceu de forma brilhante a edição de 2017, ao bater a concorrência no Jebel Hafeet. Para este ano, divide a liderança na equipa com Daniel Martin. Esteve bem no Tour of Oman, mas aqui a concorrência é bem superior, acreditamos que um top-10 é realista.
Nélson Oliveira será importante para Valverde no contrarrelógio coletivo, é o melhor contarrelogista da equipa espanhola.


Seguir em directo: @uae_tour#UAETOUR

  (horário a definir pela Eurosport)


Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário