Viviani entrou a ganhar

Elia Viviani (Foto: Getty Images)
Elia Viviani (Deceuninck-QuickStep) venceu a primeira etapa do Tour Down Under de 2019, numa chegada em massa bastante caótica. Foram 129 quilómetros que ligaram North Adelaide e Port Adelaide, num dia bem quente e com muito vento.

Conforme o pelotão se aproximava da linha de meta, o caos apoderava-se e as equipas desorganizavam-se. A 5 quilómetros do final, Viviani não parecia estar em condições de disputar o sprint, encontrava-se muito recuado no grupo e os seus colegas estavam dispersos. Mas com alguma paciência e determinação, o ciclista italiano conseguiu subir no grupo e, numa manobra que tem tanto de incrível como de arriscada, Viviani passou entre Phil Bauhaus (Bahrain-Merida) as barreiras do lado esquerdo.

"Naquele momento, eu vi o espaço à esquerda. Se não houvesse espaço, eu não teria tentado, porque não sou louco. Senti que podia passar, e talvez houvesse um pequeno contacto com o Bauhaus, mas quando passei pela esquerda, soube que era uma boa jogada. Depois disso consegui concentrar-me apenas na linha de meta. "

"Não há melhor forma de começar o WorldTour, do que, com uma vitória de etapa e a jersey de líder. Agora sabemos que fizemos um bom trabalho durante o inverno. O objectivo é tentar fazer bem o nosso trabalho e tentar fazer ainda melhor do que no ano passado", disse Viviani após a cerimónia de pódio.

Unknown

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário