Volta à França 2018 - Antevisão 21ª Etapa

Habitualmente não decide nada para as diversas classificações, mas é uma das etapa mais icónicas do Tour. A chegada a Paris e o percorrer o circuito,perante um mar de gente, é um dos momentos mais marcantes da temporada ciclista.
A cereja no topo do bolo é a grandiosa festa final, que faz jus ao evento desportivo que é o Tour. É todo um acontecimento este dia, que faz parar Paris.

Rescaldo 20ª etapa:

O contrarrelógio iria definir a classificação final e alguns lugares no top-10 ainda estavam em disputa, destaque para a luta pelo pódio. O primeiro tempo interessante foi o de Michael Hepburn, que seria batido por Marc Soler por 5 centésimas.
Soren Kragh Andersen foi o próximo a fazer um tempo referência, 31 segundos melhor que o de Soler e pouco depois Michal Kwiatkowski batia-o por 1 segundo.
Do top-10, cedo se percebeu que Quintana e Landa estavam num dia para esquecer, perderam muito tempo e foram passados na geral por Ilnur Zakarin e Romain Bardet respectivamente.
Na luta pelo pódio, Primoz Roglic esteve num dia mau e desde o primeiro intermédio se percebeu que iria perder o 3º lugar para Chris Froome.
Geraint Thomas foi o mais rápido nos primeiros intermédios, mas na subida mais complicada do dia acabou por fraquejar e Tom Dumoulin conseguiu vencer a etapa batendo Froome por apenas 1 segundo.

Classificação da 20ª etapa:
1    Tom Dumoulin (Ned) Team Sunweb    0:40:52    
2    Chris Froome (GBr) Team Sky    0:00:01    
3    Geraint Thomas (GBr) Team Sky    0:00:14    
4    Michal Kwiatkowski (Pol) Team Sky    0:00:50    
5    Søren Kragh Andersen (Den) Team Sunweb    0:00:51    
6    Bob Jungels (Lux) Quick-Step Floors    0:00:52    
7    Ilnur Zakarin (Rus) Katusha-Alpecin    0:01:02    
8    Primoz Roglic (Slo) LottoNL-Jumbo    0:01:12    
9    Marc Soler (Spa) Movistar Team    0:01:22    
10    Michael Hepburn (Aus) Mitchelton-Scott    0:01:23

Geral individual (Top-10):
1    Geraint Thomas (GBr) Team Sky    80:30:37    
2    Tom Dumoulin (Ned) Team Sunweb    0:01:51    
3    Chris Froome (GBr) Team Sky    0:02:24    
4    Primoz Roglic (Slo) LottoNL-Jumbo    0:03:22    
5    Steven Kruijswijk (Ned) LottoNL-Jumbo    0:06:08    
6    Romain Bardet (Fra) AG2R La Mondiale    0:06:57    
7    Mikel Landa (Spa) Movistar Team    0:07:37    
8    Daniel Martin (Irl) UAE Team Emirates    0:09:05    
9    Ilnur Zakarin (Rus) Katusha-Alpecin    0:12:37    
10    Nairo Quintana (Col) Movistar Team    0:14:18

Pontos:
1 Peter Sagan (Svk) Bora-Hansgrohe 467 pts
2 Alexander Kristoff (Nor) UAE Team Emirates 196   
3 Arnaud Demare (Fra) Groupama-FDJ 183   
4 John Degenkolb (Ger) Trek-Segafredo 148   
5 Julian Alaphilippe (Fra) Quick-Step Floors 143

Montanha:
1 Julian Alaphilippe (Fra) Quick-Step Floors 170 pts
2 Warren Barguil (Fra) Fortuneo-Samsic 91   
3 Rafal Majka (Pol) Bora-Hansgrohe 76   
4 Geraint Thomas (GBr) Team Sky 74   
5 Tom Dumoulin (Ned) Team Sunweb 63

Juventude:
1    Pierre Latour (Fra) AG2R La Mondiale    80:52:50    
2    Egan Bernal (Col) Team Sky    0:05:39    
3    Guillaume Martin (Fra) Wanty-Groupe Gobert    0:22:05  

Equipas 
1    Movistar Team    242:05:05   
2    Bahrain-Merida    0:12:09   
3    Team Sky    0:31:14   
4    LottoNl-Jumbo    0:47:24   
5    Astana Pro Team    1:14:38   

Etapa 20

Mapa da 21ª etapa
Perfil da 21ª etapa
Circuito final em Paris
Antes da chegada a Paris, é tempo para os vencedores beberem Champagne e festejarem um pouco em cima da bicicleta.
O circuito final estará apinhado de gente a assistir, num dos espectáculos desportivos mais populares do mundo.

Cidade de partida: Houilles


Houilles é uma cidade francesa, do departamento das Yvelines, na região Île-de-France. Situada a aproximadamente 8 quilómetros a leste de Saint-Germain-en-Laye e a 8 quilómetros ao noroeste de Paris.
Dos locais mais interessantes a visitar na cidade, destaco a Igreja de Saint-Nicolas (data do século XIX), a casa onde viver Victor
Schoelcher (autor do decreto que aboliu a escravatura em 1848 e
que morreu em Houilles em 1893) ou a La Graineterie (o centro cultural e das artes).

Cidade de chegada: Paris

Arc de Triomphe - Paris
Paris - a Cidade Luz. 
Muitos são os locais e monumentos de paragem obrigatória em Paris. Quando se fala da cidade pensa-se na Torre Eiffel, mas Paris tem muito mais. De Notre Dame ao Sacré Coeur, a Opera de Paris, o Panteão, o Museu Louvre, um passeio por Montmartre. Mas no dia de hoje, o local mais marcante é sem dúvida os Champs-Élysées com o Arco do Triunfo ao fundo. É um dia especial para todos os ciclistas e para os fãs em geral. A cidade transforma-se e pára para ver o pelotão passar.

Condições meteorológicas

Dias com algumas nuvens, a temperatura irá a rondar os 28ºC na região de Paris e o vento soprará fraco.

Favoritos

⭐⭐⭐ Peter Sagan, Arnaud Démare
⭐⭐ Alexander Kristoff, Christophe Laporte
⭐ John Degenkolb, Sonny Colbrelli, Maximiliano Richeze

A nossa aposta: Peter Sagan
A queda na 17ª etapa deixou Sagan bastante mal tratado, no entanto, esta é uma etapa com um ritmo calmo no inicio e só em Paris é que aumenta.
Além do mais, esta é uma grande oportunidade para o eslovaco vencer a etapa em Paris e com uma equipa muito forte tudo é possível.

Outsider: Alexander Kristoff
Mais um Tour bastante decepcionante para o norueguês. No entanto contra esta concorrência, estará certamente na luta pelos primeiros lugares.


Seguir em directo: #tdf2018, #letour, #tourdefrance, #tdf

(a partir das 15:00, hora de Portugal Continental)

  (a partir das 15:00, hora de Portugal Continental)

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário