Volta à França 2018 - Antevisão 11ª Etapa

Segunda etapa nos Alpes com apenas 108 quilómetros de extensão. Convinha que os homens da geral se mexessem mais em vez de vermos uma procissão pelas belas montanhas do sudeste de França.

Rescaldo 10ª etapa:
O perfil da etapa prometia, mas o que aconteceu foi uma verdadeira desilusão, mais uma. A procissão entre os homens da geral começou em Annecy e terminou em Le Grand-Bornand.
A única coisa que animou o dia foi a fuga, com destaque para o camisola amarela, que lutou por continuar com ela envergada e conseguiu. 
Mal começou a etapa, as tentativas de fuga sucederam-se, com destaque para Peter Sagan e camisola amarela, que procurava os pontos do sprint intermédio que haveria de conseguir. O grupo formou-se com os seguintes elementos:
Tony Gallopin (AG2R), Elie Gesbert e Amaël Moinard (Fortuneo-Samsic), Ion Izagirre (Bahrain-Merida), Jack Bauer e Daryl Impey (Mitchelton-Scott), Greg Van Avermaet (BMC), Julian Alaphilippe e Philippe Gilbert (Quick Step), Peter Sagan e Lukas Pöstlberger (Bora-Hansgrohe), Serge Pauwels e Tom-Jelte Slagter (Dimension Data), David Gaudu, Rudy Molard e Arthur Vichot (Groupama-FDJ), Robert Gesink (LottoNL-Jumbo), Lilian Calmejane e Rein Taaramäe (Direct Energie), Guillaume Martin e Thomas Degand (Wanty-Groupe Gobert).
Julian Alaphilippe ganhou a primeira contagem de montanha e Sagan iria conseguir os pontos no sprint intermédio. 
Na primeira subida de 1ª categoria da prova, Col de la Croix Fry, Sagan ficou para trás e o grupo ficou reduzido a Molard, Taaramae, Van Avermaet continued with Pauwels, Gaudu, Gilbert, Moinard e Postlberger.
No Col des Glières, Gilbert, Postlberger e Moinard ficaram para trás, enquanto que Gesink, Alaphilippe, Gallopin, Izagirre, Martin, Gesbert e Calmejane conseguiram fazer a ponte para a frente. Alaphilippe arrecadou os pontos da montanha.
No grupo dos favoritos, nada acontecia, a Sky controlava o ritmo.
Na penúltima subida do dia Calmejane começou por impor ritmo, mas foi Julian Alaphilippe que a 31 quilómetros fazia o movimento decisivo, conseguiu chegar a Taaramae, que na altura estava isolado na frente. O duo iniciou a descida em direção ao inicio do Colombiere com 45 segundos para o grupo perseguidor, onde estava o camisola amarela. No grupo de favoritos, apenas Barguil atacou, sem sucesso.
No Colombiere, Alaphilippe ditou leis e deixou Taaramae para trás que se juntou a Izagirre, Pauwels e Van Avermaet. No grupo dos favoritos, Uran, Majka e Zakarin ficaram para trás e Daniel Martin fez um ataque a 500 metros do topo, que nada mudou.
Alaphilippe venceu a etapa e Greg Van Avermaet consolidou a camisola amarela.

Combativo do dia: Greg Van Avermaet (BMC)

Classificação da 10ª etapa:
1 Julian Alaphilippe (Fra) Quick-Step Floors 4:25:27    
2 Ion Izagirre (Spa) Bahrain-Merida 0:01:34    
3 Rein Taaramäe (Est) Direct Energie 0:01:40    
4 Greg Van Avermaet (Bel) BMC Racing Team 0:01:44    
5 Serge Pauwels (Bel) Dimension Data         
6 Lilian Calmejane (Fra) Direct Energie 0:02:24    
7 Daniel Martin (Irl) UAE Team Emirates 0:03:23    
8 Primoz Roglic (Slo) LottoNL-Jumbo         
9 David Gaudu (Fra) Groupama-FDJ         
10 Geraint Thomas (GBr) Team Sky

Geral individual (Top-10):
1 Greg Van Avermaet (Bel) BMC Racing Team 40:34:28    
2 Geraint Thomas (GBr) Team Sky 0:02:22    
3 Alejandro Valverde (Spa) Movistar Team 0:03:10    
4 Jakob Fuglsang (Den) Astana Pro Team 0:03:12    
5 Bob Jungels (Lux) Quick-Step Floors 0:03:20    
6 Chris Froome (GBr) Team Sky    0:03:21    
7 Adam Yates (GBr) Mitchelton-Scott         
8 Mikel Landa (Spa) Movistar Team         
9 Vincenzo Nibali (Ita) Bahrain-Merida 0:03:27    
10 Primoz Roglic (Slo) LottoNL-Jumbo 0:03:36

Diferenças entre os líderes:
2. Geraint Thomas (Team Sky)
3. Alejandro Valverde (Movistar Team) a 48″
4. Jakob Fuglsang (Astana) a 50″
5. Bob Jungels (Quick-Step Floors) a 58″
6. Chris Froome (Team Sky) a 59″
7. Adam Yates (Mitchelton-Scott) a 59″
8. Mikel Landa (Movistar Team) a 59″
9. Vincenzo Nibali (Bahrain-Merida) a 1’05”
10. Primoz Roglic (LottoNL-Jumbo) a 1’14”
11. Tom Dumoulin (Team Sunweb) a 1’20”
12. Steven Kruijswijk (LottoNL-Jumbo) a 1’23”
13. Rafal Majka (Bora-Hansgrohe) a 1’40″
14. Romain Bardet (AG2R La Mondiale) a 1’49”
15. Bauke Mollema (Trek-Segafredo) a 2’06”
16. Nairo Quintana (Movistar Team) a 2’07”
17. Dan Martin (UAE Team Emirates) a 2’39”
18. Ilnur Zakarin (Katusha-Alpecin) a 2’50”
22. Rigoberto Urán (EF-Drapac) a 7’08″

Etapa 11



Montée de Bisanne

Col du Pré e Cormet de Roselend
La Rosière

Segundo dia nos Alpes, com apenas 108,5 quilómetros e sem um único metro plano. A etapa começa em Albertville e os corredores começam logo a subir, no entanto a ascensão ao Montée de Bisanne, categoria máxima só começa aos 14 quilómetros. Depois de uma longa descida aparece o Col de Pré, que também é uma HC, é uma praticamente da mesma extensão da primeira, mas ligeiramente menos dura.
Logo encadilhada aparece a contagem mais 'fácil' do dia, Cormet de Roselend. Depois uma longa descida para de quase 19 quilómetros, para o inicio da última subida. Rosière é uma subida de 1ª categoria, com duas zonas acima dos 9%, não é uma subida super-dura, mas onde as pernas podem pesar pela dureza que já ficou para trás.

Sprints intermédios:  
- Villard-Sur-Doron (646 m, Km 11.5)

Subidas categorizadas:
- Montée de Bisanne (Cat. Especial, 723 m, 12.4 Km a 8.2%, Km 26),
- Col du Pré (Cat. Especial, 1748 m, 12.6 Km a 7.7%, Km 57.5),
- Cormet de Roselend (2ª Cat, 1968 m, 5.7 Km a 6.5%, Km 70),
- La Rosière (1ª Cat., 1855 m, 17.6 Km a 5.8%, Km 108.5).

Cidade de partida: Albertville


Albertville é uma cidade francesa localizada na região de Ródano-Alpes. 
A moderna cidade foi formada em 1836 pelo rei Carlos Alberto da Sardenha, que fundiu a cidade medieval de Conflans, que tem edifícios que datam do século 14, com a cidade de L'Hôpital. Desde então, Albertville desenvolveu o comércio entre a França, Itália e Suíça. 
A cidade ficou conhecida após sediar os Jogos Olímpicos de Inverno de 1992

Local de chegada: La Rosière


La Rosière é uma estância de esqui, localizada no sudeste da França, no departamento de Savoie.
A estância foi criada no início da década de 1950 no local de uma antiga aldeia e foi ligado à estância italiana vizinha de La Thuile em 1984, através de dois teleféricos bastante longos.
A principal fonte económica é mesmo o turismo, tanto de inverno como de verão. Para além disso, a agricultura e a criação de animais (vacas e ovelhas Tarine), são os motores da economia de La Rosière.
O prato mais típico da região é o Diots à la polenta (salsichas de porco cozidas com repolho e acompanhado de polenta), mas não se pode deixar de experimentar o queijo da zona (Beaufort).

Condições meteorológicas

Dia com muito sol, as temperaturas andarão pelo 25ºC. O vento soprará fraco de Norte.

Favoritos

⭐⭐⭐ Fuga (Daniel Navarro, Pierre Rolland, Warren Barguil, Thomas De Gendt, Damiano Caruso, Tejay van Garderen, Serge Pauwels, Robert Gesink, Marc Soler)
⭐⭐ Adam Yates, Geraint Thomas, Daniel Martin, Primoz Roglic
⭐ Chris Froome, Nairo Quintana, Mikel Landa, Romain Bardet, Vincenzo Nibali

A nossa aposta: Warren Barguil
O francês já tinha anunciado que iria perder tempo propositadamente para depois ter liberdade. Perdeu tempo na etapa anterior, mas antes ainda fez uma ataque para se mostrar. Este é o seu terreno e com liberdade, tem tudo para ganhar etapas, no ano passado foram duas, mais a camisola da montanha.

Outsider: Adam Yates
É difícil escolher um homem da geral, até porque até aqui vimos muito pouco. Não sabemos quem está mal ou bem.
Escolhemos Adam Yates, porque é um ciclista com uma boa aceleração no último quilómetro e que pode disparar sem resposta.

Seguir em directo: #tdf2018, #letour, #tourdefrance, #tdf

(a partir das 12:55, hora de Portugal Continental)
 (a partir das 13:10, hora de Portugal Continental, passa para a RTP1 às 14:00)



Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário