Volta à Suíça (2.WT) - Antevisão


A Volta à Suíça  foi criada em 1933 sendo uma das provas de etapas mais emblemáticas e importantes depois das grandes volta.
Juntamente com o Dauphiné, é a principal prova de preparação para a maior prova de ciclismo do mundo, a Volta à França.
O italiano Pasquale Fornara ostenta o recorde de triunfos na prova, com quatro, seguido dos suíços Hugo Koblet e Ferdi Kubler. O nosso Rui Costa detém três vitórias, obtidas consecutivamente, entre 2012 e 2014.

História

últimos 10 vencedores
2008 Roman Kreuziger (CZE) Liquigas
2009 Fabian Cancellara (SUI) Team Saxo Bank
2010 Fränk Schleck (LUX) Team Saxo Bank
2011 Levi Leipheimer (USA) Team RadioShack
2012 Rui Costa (POR) Movistar Team
2013 Rui Costa (POR) Movistar Team
2014 Rui Costa (POR) Lampre–Merida
2015 Simon Špilak (SLO) Team Katusha
2016 Miguel Angel Lopez (COL) Astana Pro Team
2017 Simon Spilak (SLO) Katusha-Alpecin

Edição 2017 (Top-10)
1 Simon Spilak (Slo) Katusha-Alpecin 28:37:11
2 Damiano Caruso (Ita) BMC Racing Team 0:00:48
3 Steven Kruijswijk (Ned) Team LottoNl-Jumbo 0:01:08
4 Domenico Pozzovivo (Ita) AG2R La Mondiale 0:02:37
5 Rui Costa (Por) UAE Team Emirates 0:03:09
6 Jon Izaguirre (Spa) Bahrain-Merida 0:03:51
7 Mathias Frank (Swi) AG2R La Mondiale 0:04:00
8 Marc Soler (Spa) Movistar Team 0:04:14
9 Mikel Nieve (Spa) Team Sky 0:04:47
10 Pello Bilbao (Spa) Astana Pro Team 0:05:30

Percurso

 9/6 Etapa 1 (CRE) - Frauenfeld › Frauenfeld (18 Km)
 10/6 Etapa 2 - Frauenfeld › Frauenfeld (155 Km)
 11/6 Etapa 3 - Oberstammheim › Gansingen (182 Km)
 12/6 Etapa 4 - Gansingen › Gstaad (189 Km)
 13/6 Etapa 5 - Gstaad › Leu Kmerbad (155 Km)
 14/6 Etapa 6 - Fiesch › Gommiswald (186 Km)
 15/6 Etapa 7 - Eschenbach/Atzmännig › Arosa (170 Km)
 16/6 Etapa 8 - Bellinzona › Bellinzona (123 Km)
 17/6 Etapa 9 (CRI) - Bellinzona › Bellinzona (34 Km)
Total: 1212 Km

Percurso muito equilibrado, com etapas para todo o tipo de corredores. A prova começa com um contrarrelógio coletivo e termina com contrarrelógio individual, são duas etapas que farão diferenças importantes.
As três etapas em linha que poderão influenciar profundamente a geral individual são a 5ª, 6ª e 7ª. A etapa rainha é aquela que termina em Arosa. 
As etapa restantes são ideais para os sprinters e puncheurs.

Perfis
 9/6 Etapa 1 (CRE) - Frauenfeld › Frauenfeld (18 Km)

Ponto intermédio:
- Weiningen (492 m, Km 7.0).

 10/6 Etapa 2 - Frauenfeld › Frauenfeld (155 Km)

Sprints intermédios: 
- Nussbaumen (486 m, Km 50.9), 
- Nussbaumen (486 m, Km 90.0), 
- Nussbaumen (486 m, Km 129.1).

Subidas categorizadas:
- Herdern (3ª Cat., 589 m, 1.8 Km a 7.6%, Km 17.4), 
- Herdern (3ª Cat., 588 m, 1.8 Km a 7.6%, Km 56.5), 
- Herdern (3ª Cat., 588 m, 1.8 Km a 7.6%, Km 95.7), 
- Herdern (3ª Cat., 588 m, 1.8 Km a 7.6%, Km 134.8).

Zona de abastecimento:
- (386 m, Km 80.6).

 11/6 Etapa 3 - Oberstammheim › Gansingen (182 Km)

Sprints intermédios: 
- Remigen (410 m, Km 131.5), 
- Remigen (410 m, Km 161.3).

Subidas categorizadas: 
- Hagenfirst (3ª Cat., 523 m, 1.8 Km a 7.9%, Km 117.1), 
- Burersteig (3ª Cat., 555 m, 2.0 Km a 7.0%, Km 126.7), 
- Hagenfirst (3ª Cat., 523 m, 3.9 Km a 4.9%, Km 146.9), 
- Burersteig (3ª Cat., 555 m, 2.1 Km a 6.9%, Km 156.5), 
- Hagenfirst (3ª Cat., 523 m, 3.9 Km a 4.9%, Km 176.7).

Zona de abastecimento:
- (410 m, Km 83.1).

 12/6 Etapa 4 - Gansingen › Gstaad (189 Km)

Sprints intermédios: 
- Thierachern (616 m, Km 131.9),
- Thunstrasse (931 m, Km 171.9).

Subidas categorizadas: 
- Staffelegg (3ª Cat., 615 m, 1.3 Km a 7.6%, Km 24.0),
- Saanenmoser (2ª Cat., 1283 m, 7.2 Km a 4.6%, Km 181.3).

Zona de abastecimento:
- (545 m, Km 90.4).

 13/6 Etapa 5 - Gstaad › Leu Kmerbad (155 Km)

Sprints intermédios: 
- Uvrier (497 m, Km 101.0),
- Salgesch (557 m, Km 134.2).

Subidas categorizadas:
- Col du Pillon (1st Category, 1543 m, 6.8 Km at 5.2%, Km 15.8),
- Montana Village (Hors Catégorie, 1300 m, 13.5 Km at 5.8%, Km 119.7),
- Leukerbad (1st Category, 1364 m, 14.1 Km at 4.5%, META).

Zona de abastecimento: 
- (497 m, Km 87.2).

 14/6 Etapa 6 - Fiesch › Gommiswald (186 Km)

Sprints intermédios:
- Hauptstrasse (501 m, Km 159.0), 
- Gasterstrasse (436 m, Km 178.9).

Subidas categorizadas: 
- Furkapass (HC 2433 m, 16.3 Km a 6.5%, Km 39.5), 
- Klausenpass (HC, 1948 m, 23.3 Km a 6.2%, Km 118.3), 
- Gommiswald (3ª Cat., 578 m, 2.8 Km a 5.2%, META).

Zona de abastecimento: 
- (467 m, Km 93.1).

 15/6 Etapa 7 - Eschenbach/Atzmännig › Arosa (170 Km)

Sprints intermédios:
- Ragezerstrasse (520 m, Km 126.7), 
- Deutschestasse (557 m, Km 135.6).

Subidas categorizadas: 
- Wasserfluhstrasse (3ª Cat., 841 m, 3.4 Km a 6.7%, Km 25.0), 
- Arosa (HC, 1739 m, 27.7 Km a 4.1%, META).

Zona de abastecimento:
- (425 m, Km 78.2).

 16/6 Etapa 8 - Bellinzona › Bellinzona (123 Km)

Sprints intermédios: 
- Claro (268 m, Km 65.9), 
- Claro (268 m, Km 87.0), 
- Claro (268 m, Km 108.1).

Zona de abastecimento: 
- (251 m, Km 60.4).

 17/6 Etapa 9 (CRI) - Bellinzona › Bellinzona (34 Km)

Pontos intermédios: 
- Claro (252 m, Km 7.5),
- Carasso (230 m, Km 18.5),
- Gudo (214 m, Km 23.5).

Startlist

Aqui

Favoritos

Sprinters
*** Fernando Gaviria
** Peter Sagan, Michael Matthews
* Sonny Colbrelli, Alexander Kristoff, Andre Greipel, Arnaud Démare

Geral:
Richie Porte, percurso ideal para as suas características. No contrarrelógio coletivo deverá ganhar vantagem sobre os adversários. Deverá estar em melhor forma, em relação às últimas provas.

O duo da Movistar (Mikel Landa e Nairo Quintana), depois do País Basco, a dupla volta a reunir-se na Suiça na preparação para o grande objetivo dos dois na temporada. Terão de fazer a diferença na montanha para compensar as perdas no contrarrelógio.

Jakob Fuglsang, no ano passado venceu o Dauphiné, na preparação para a Volta à Franaça. Tem realizado uma grande temporada e é um dos ciclistas a ter em conta.

Steven Kruijswijk, o holandês tem passado despercebido esta temporada. O grande objetivo do ano está a chegar e deve-se apresentar em boa forma na Suiça.

Simon Spilak, o esloveno venceu a edição do ano passado e habitualmente nas provas suiças apresenta-se em forma. Se o estado do tempo estiver miserável, com muita chuva, é um dos grandes favoritos.

Ion Izagirre, com tubarão no Dauphiné, cabe aos irmãos Izagirre defender a honra da Bahrain-Merida na Suiça. Ion deverá ser o líder, no entanto, Gorka também pode fazer um bom resultado.

Wilco Kelderman, terá no contrarrelógio a sua principal arma. Na montanha defende-se relativamente bem. No entanto, não o vemos como um dos principais favoritos.

Bauke Mollema, tem realizado uma temporada com poucos altos e muitos baixos. Estará no top-10, mas duvidamos que consiga lutar pelo pódio.


***** Richie Porte
**** Mikel Landa, Nairo Quintana
*** Steven Kruijswijk, Ion Izagirre
** Wilco Kelderman, Jakob Fuglsang
* Bauke Mollema, Simon Spilak

A nossa aposta: Richie Porte
Outsider: Mikel Landa

Seguir em directo: @tds#tourdesuisse


Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário