Vuelta a Andalucia Ruta Ciclista Del Sol (2.HC) - Antevisão

A prova espanhola no calendário coincide com o Tour of Oman e a Volta ao Algarve, provas que servem de preparação para as melhores equipas.A Vuelta a Andalucia comemora em 2018 a sua 64ª edição.
O calendário espanhol tem vindo a renascer depois de anos complicados, com a crise económica e o escândalo da Operacion Puerto a fazer mossa na modalidade no país vizinho. A Ruta del Sol foi das poucas que resistiram aos problemas que afectaram o ciclismo espanhol. 
Tem de se realçar os organizadores da prova, que têm vindo a realizar um excelente trabalho e o resultado tem sido as excelentes edições dos últimos anos.  

História

últimos 10 vencedores
2008 Pablo Lastras (ESP) Caisse d'Epargne
2009 Joost Posthuma (NED) Rabobank
2010 Michael Rogers (AUS) Team HTC–Columbia
2011 Markel Irizar (ESP) Team RadioShack
2012 Alejandro Valverde (ESP) Movistar Team
2013 Alejandro Valverde (ESP) Movistar Team
2014 Alejandro Valverde (ESP) Movistar Team
2015 Chris Froome (GBR) Team Sky
2016 Alejandro Valverde (Spa) Movistar Team
2017 Alejandro Valverde (Spa) Movistar Team

Edição 2017 (Top-10)
1    Alejandro Valverde (Spa) Movistar Team    17:12:23   
2    Alberto Contador (Spa) Trek-Segafredo    0:00:01   
3    Thibaut Pinot (Fra) FDJ    0:00:06   
4    Wout Poels (Ned) Team Sky    0:00:21   
5    Diego Rosa (Ita) Team Sky    0:00:45   
6    Mikel Landa (Spa) Team Sky    0:00:48   
7    Sébastien Reichenbach (Swi) FDJ    0:00:52   
8    Rigoberto Uran (Col) Cannondale-Drapac    0:01:29   
9    Ondrej Cink (Cze) Bahrain-Merida    0:01:48   
10    Javier Moreno (Spa) Bahrain-Merida    0:01:50

Percurso

14/02 Etapa 1 - Mijas › Granada (197.6 Km)
15/02 Etapa 2 - Otura › La Guardia de Jaén (140 Km)
16/02 Etapa 3 - Mancha Real › Herrera (165.1 Km)
17/02 Etapa 4 - Sevilla › Alcalá de los Gazules (191.2 Km)
18/02 Etapa 5 - Barbate › Barbate (14.2 Km)
Total: 708,1 Km


Das 5 etapas, as duas que decidirão a geral individual são a 2ª e a última. A 2ª etapa é uma chegada em alto, a La Guardia de Jaén - Allanadas. A 5ª e última etapa, é um contrarrelógio individual plano, que é a última oportunidade para que se façam diferenças significativas, com destaque para um sector em terra batida de 5,3 quilómetros de extensão.
A 1ª etapa tem um perfil complicado com 5 contagens de montanha, mas os últimos 20 quilómetros são planos.
A 3ª etapa é a única para os sprinters.
A 4ª etapa tem um final com uma parede, são 1200 metros finais a 11%, os puncheurs têm aqui a sua grande oportunidade.

Perfis
14/02 Etapa 1 - Mijas › Granada (197.6 Km)

Sprints intermédios:
- Alhaurin de la Torre (Km 33.0),
- Rincon de la Victoria (Km 70.3).

Subidas categorizadas:
- Alto del Mijas (2ª Cat., 413 m, 3.1 Km a 9.4%, Km 7.5),
- Puerto de Zafarraya (1ª Cat., 910 m, 11.5 Km a 6.1%, Km 118.2),
- Alto del Navazo (3ª Cat., 1128 m, 2.5 Km a 5.3%, Km 130.2),
- Alto de Alhama (3ª Cat., 1024 m, 4.3 Km a 5.1%, Km 144.0),
- Alto del Lucero (2ª Cat., 1131 m, 5.7 Km a 5.4%, Km 157.5),
- Alto de la Malaha (3ª Cat., 819 m, 2.4 Km a 4.8%, Km 177.7).

Zona de abastecimento:
- Velez-Malaga (Km 90.3).

15/02 Etapa 2 - Otura › La Guardia de Jaén (140 Km)
Subida final

Sprints intermédios:
- Alcala la Real (Km 66.2),
- Castillo de Locubin (Km 79.2).

Subidas categorizadas:

- Alto de Puerto Lope (2ª Cat., 821 m, 5.7 Km a 4.5%, Km 39.8),
- Alto del Castillo (3ª Cat., 935 m, 4.6 Km a 2.7%, Km 73.3),
- Puerto de Locubín (2ª Cat., 1088 m, 9.0 Km a 5.0%, Km 88.0),
- Puerto de Valdepenas (3ª Cat., 1181 m, 3.4 Km a 7.6%, Km 100.0),
- Alto de Allanadas (1ª Cat., 996 m, 3.5 Km a 11.5%, Arrive).

Zona de abastecimento:
- Castillo de Locubin (Km 77.4).

16/02 Etapa 3 - Mancha Real › Herrera (165.1 Km)

Sprints intermédios:
- Torredojimeno (Km 39.2),
- Lucena (Km 129.4),
- Puente Genil (Km 156.2).

Subidas categorizadas:
- Alto de Carcaubey (3ª Cat., 627 m, 1.0 Km a 5.8%, Km 100.0),
- Puerto de Mojon (3ª Cat., 796 m, 2.0 Km a 5.6%, Km 110.4).

Zona de abastecimento:
- A433 (Km 73.4).

17/02 Etapa 4 - Sevilla › Alcalá de los Gazules (191.2 Km)
Último 1,2 Km

Sprints intermédios:

- Zahara de la Sierra (Km 95.1),
- Algar (Km 147.2).

Subidas categorizadas:
- Puerto de las Palomas (1ª Cat., 1181 m, 12.5 Km a 6.4%, Km 106.9),
- Puerto del Bovar (3ª Cat., 1100 m, 1.9 Km a 6.0%, Km 112.2).

Subida final não categorizada:
- Alcalà de los Gazules (1.2 Km a 11%, Máx. 21%)

18/02 Etapa 5 - Barbate › Barbate (14.2 Km)
Ponto intermédio:  
- (Km 7.0).

Sector de terra batida: 
1. (5300 m, Km 6.5).

Startlist

Aqui

Favoritos

***** Chris Froome
**** Mikel Landa, Luis Leon Sanchez, Jakob Fuglsang
*** Steven Kruijswijk, Ben Hermans, Wout Poels
** Tim Wellens, David De La Cruz
* Moreno Moser, Andrey Amador, Rein Taaramae, Marc Soler, Amaro Antunes

A nossa aposta: Chris Froome
É o regresso à competição depois de ter acusado Salbutamol bem acima do valor permitido na Vuelta. 
Na pré-temporada andou a treinar na África do Sul e alguns números que colocou na internet impressionaram e causaram algum furos nas redes sociais. Venceu a prova em 2015 e este ano irá tentar repetir o feito.

Outsider: Mikel Landa
Foi a grande transferência do ano, o basco procura na Movistar aquilo que não teve na Astana e Sky, liderar uma equipa ou pelo menos ter a liberdade que não teve.
Começa o ano na Andaluzia a liderar a equipa e veremos como irá enfrentar as armadas poderosas da Astana e Sky, curiosamente as suas antigas equipas.

Portugueses
- Amaro Antunes
Lutar pelo top-10 é perfeitamente possível. O grande problema é o contrarrelógio final que o irá penalizar, por essa razão, irá ter de atacar a corrida nas etapas duras.

- José Mendes
É um dos homens da Burgos-BH que pode fazer um bom lugar na geral. No entanto não é plausível que consiga ficar entre os 10 primeiros.

Seguir em directo: @VCANDALUCIA,
( a partir das 14H30)

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário