Vuelta a España 2017 - Antevisão 20ª etapa

A última etapa de montanha é também a mais dura e temida da prova. As forças estão muito justas e o menu para hoje assusta só de ver, com o final numa das subidas mais infernais do ciclismo profissional, o 'mighty' Angliru.

Mapa da 20ª etapa
Perfil da 20ª etapa
O que dizer desta etapa? Simplesmente uma brutalidade, são apenas 117,5 quilómetros, mas daqueles que podem ficar na história do ciclismo. O cenário é um dos mais belos, as Astúrias, bem no norte de Espanha, onde também se situam algumas das ascensões mais difíceis e assustadoras que há no ciclismo.
A etapa começa com uma primeira dificuldade, mas que não está categorizada, a La Reigada. Até perto dos 70 quilómetros não há muitas complicações, mas a partir daí serão 40 quilómetros demolidores. Com 3 contagens de montanha, todas elas com percentagens médias acima dos 8,5%.
A Cobertoria é a primeira a ser passada, seguido do Alto del Cordal e para finalizar o temível Angliru.

Aqui ficam as características das três contagens categorizadas:
- Km 79.5 – Alto de la Cobertoria. 8.1 km de subida a 8.6% – cat. 1
- Km 96.4 – Alto del Cordal. 5.7 km de subida a 8.6% – cat. 1
- Km 117.5 – Alto de L’Angliru. 12.5 km de subida a 9.8% – cat. HC


Perfil do Alto de la Cobertoria
Perfil do Alto del Cordal
Perfil do Angliru
O que dizer do Angliru, uma subida mítica, que faz com que os ciclistas chegam ao seu limite físico de psicológico. São 12,6 quilómetros de extensão, a uma média bem perto dos 10%, uma autêntica barbaridade.
A famosa Cueñas les Cabres apresenta o gradiente mais inclinado, com 23,5%, já numa fase adiantada da subida, com o cansaço acumulado da etapa e de toda uma Vuelta a fazer-se sentir nas pernas.
A subida tem uma primeira parte mais 'suave' até aos 5/6 quilómetros, onde tem uma zona de descanso, a preparar o que vem a seguir, que é o inferno em forma de rampas, do 6º até ao 12º quilómetro, a média nunca baixa dos 10%, com destaque para o 10º quilómetro, onde a média são uns absurdos 17,5%.
Habitualmente a subida tem a presença de muito nevoeiro, hoje como deve chover, as condições ainda devem ser mais complicadas.

Cidade de partida: Corvera de Asturias


Corvera de Asturias é um concelho do Principado das Astúrias
A localidade possui espaços naturais onde você pode praticar desportos aquáticos, como o reservatório de Trasona e vários trilhos para caminhadas, bem como em quase todo o resto das Astúrias, possui áreas de floresta e montanhas perfeitas para o turismo de aventura.
No ano passado a Vuelta passou perto de Corvera de Asturias, especificamente por Oviedo, no Alto del Naranco. Mas esta é a primeira vez que o pelotão irá sair de Corvera e numa etapa especial, com final no mítico Alto de Angliru. 

Local de chegada: Alto de l'Angliru 

(retirado de http://www.angliru-riosa.com/vuelta_ciclista/fotografias_subida.htm)

Angliru é uma palavra temida no ciclismo, é sinónimo de sofrimento máximo nas rampas insanas desta subida que se situa no coração das Astúrias. Por isso, merece uma atenção especial, não só por ser onde se situa a meta, mas também pela dureza. É juntamente com o Zoncolan, as subidas mais duras presentes em provas profissionais de ciclismo.
Quando foi pela primeira vez utilizada (em 1999), muitos ciclistas reclamaram e diziam que era impossível de a subir. A verdade é que ao longo dos anos, o Angliru tem-nos dados grandes momentos de ciclismo, com exibições épicas

Aqui ficam os vencedores (e os tempos de subida dos mais rápidos nesse ano):
1999 - José Maria Jimenez 45:07 
2000 - Gilberto Simoni (+ rápido - Roberto Heras 41:56)
2002 - Roberto Heras 43:57
2008 - Alberto Contador 43:13 
2011 - Juanjo Cobo 43:53
2013 - Kenny Elissonde (+ rápido - Chris Horner 43:07)


Condições meteorológicas

Dia típico nas Astúrias, ou seja, previsão de chuva com temperaturas relativamente baixas para a época do ano (15º), no topo das montanhas será ainda menor. O vento irá soprar moderado/forte (+/- 17 Km/h).

Favoritos

Classificação geral após 19ª etapa:
1 Christopher Froome (GBr) Team Sky 75:51:51
2 Vincenzo Nibali (Ita) Bahrain-Merida 0:01:37
3 Wilco Kelderman (Ned) Team Sunweb 0:02:17
4 Ilnur Zakarin (Rus) Katusha-Alpecin 0:02:29
5 Alberto Contador Velasco (Spa) Trek-Segafredo 0:03:34
6 Miguel Angel Lopez (Col) Astana Pro Team 0:05:16
7 Michael Woods (Can) Cannondale-Drapac 0:06:33
8 Fabio Aru (Ita) Astana Pro Team
9 Wout Poels (Ned) Team Sky 0:06:47
10 Steven Kruijswijk (Ned) Team LottoNL-Jumbo 0:10:26

11 David de la Cruz (Spa) Quick-Step Floors 0:10:31
12 Johan Esteban Chaves Rubio (Col) Orica-Scott 0:11:57
13 Tejay van Garderen (USA) BMC Racing Team 0:12:06
14 Louis Meintjes (RSA) UAE Team Emirates 0:13:32
15 Nicolas Roche (Irl) BMC Racing Team 0:14:54
16 Sergio Pardilla Bellon (Spa) Caja Rural-Seguros RGA 0:15:41
17 Mikel Nieve Ituralde (Spa) Team Sky 0:25:14
18 Romain Bardet (Fra) AG2R La Mondiale 0:29:55
19 Daniel Moreno Fernandez (Spa) Movistar Team 0:32:21
20 Sander Armee (Bel) Lotto Soudal 0:49:25
---
37 Rui Alberto Faria da Costa (Por) UAE Team Emirates 1:37:38
47 Nelson Oliveira (Por) Movistar Team 1:57:32
54 Ricardo Vilela (Por) Manzana Postobon 2:15:27
134 Rafael Reis (Por) Caja Rural-Seguros RGA 4:03:46

*** Alberto Contador
** Chris Froome, Vincenzo Nibali
* Ilnur Zakarin, Wilco Kelderman, Miguel Angel Lopez, Fabio Aru, Romain Bardet, Steven Kruijwijk

A nossa aposta: Alberto Contador
Tem mostrado uma forma extraordinária nesta terceira semana. Esta será a sua última etapa de montanha da sua carreira e concerteza que vai querer deixar a marca no seu último dia no terreno que o tornou num dos melhores de sempre.
A questão será se irá atacar antes ou apenas no Angliru. A sua equipa irá controlar os primeiro quilómetros da etapa de forma a evitar que uma fuga tenha sucesso. 
Caso vença, Contador encerra a sua carreira de forma brilhante, numa das subidas mais icónicas da modalidade e onde já venceu, em 2008. No final dessa etapa, o espanhol revelou que era a subida mais dura que alguma vez tinha efectuado.

Outsider: Chris Froome
Teve um dia mau nos Los Muchachos, mas recuperou bem e no dia seguinte, ganhou metade do tempo que tinha perdido pata Nibali no dia anterior. 
Além disso tem uma super-equipa, capaz de controlar a corrida como mais nenhuma. O Angliru não é uma subida com boas recordações, mas se o britânico estiver com pernas não vai querer deixar de vencer num lugar tão mítico como este.

Quem ficará no pódio da Vuelta?
1. Chris Froome
2. Vincenzo Nibali
3. Alberto Contador

Quem completará o top-10 da Vuelta?
Ilnur Zakarin, Wilco Kelderman, Miguel Angel Lopez, Fabio Aru, Michael Woods, Wout Poels, Steven Kruijswijk

Seguir em directo: #LV2017 #laVuelta #Vuelta2017 #laVuelta2017
(a partir das 14:00)
(a partir das 15:07)

Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário