Volta a Portugal 2017 - Antevisão 4ª etapa

Aqui está uma das clássicas e tradicionais chegadas. O  Alto da Senhora da Graça ou Monte Farinha nas últimas edições tem sido colocada ao domingo, mas este ano a organização voltou a situá-la durante a semana. 
Mapa da 4ª etapa

Perfil da 4ª etapa
Esta é uma das chegadas míticas da prova. A etapa tem partida de Macedo de Cavaleiros, do Parque Municipal de Exposições, os ciclistas seguem em direção a Mondim de Bastos, pelo caminho apanham o Alto do Pópul (3ª cat. km 64,3) e o Alto do Velão (2ª cat. km 114,3). Ao contrário de outros anos, a duríssima subida da Barragem do Alvão não está colocada no percurso, o que significa que não haverá seleção antes do Monte Farinha.
A chegada à Sª da Graça é sempre um dos momentos mais significativos da prova em todas as edições, com o mar de gente a apoiar os ciclistas. A subida é de 1ª categoria, são 11,6 quilómetros a 6,6%, 950 metros de subida acumulada.

Perfil da Srª da Graça
Cidade de partida: Macedo de Cavaleiros



A cidade de Macedo de Cavaleiros pertence ao distrito de Bragança e é sede de concelho com 38 freguesias (após a organização territorial passaram a 30).
Antigamente, a cidade era conhecida como Masaedo mas, no século XIV apareceu pela primeira vez documentada como Macedo de Cavaleiros. Acredita-se que o facto dos seus donatários serem nobres cavaleiros tenha estado na origem do nome. 
Se visitar Macedo de Cavaleiros não deixe de fazer a Rota dos Museus. São oito museus com temas desde a Arte Sacra até aos cortiços.
Na cidade encontram quatro Pelourinhos considerados como Imóvel de Interesse Público, bem como um vasto património de arte sacra. 
Não deixe de visitar a aldeia de Chacim, no sopé da Serra de Bornes. Aproveite a tranquilidade e passeie-se vagarosamente pela aldeia.

Cidade de chegada: Mondim de Basto


Mondim de Bastos é uma vila do distrito de Vila Real. É sede de concelho com 8 freguesias (após a reorganização do território passaram a 6).
A vila é banhada pelo rio Tâmega e fica no sopé do Monte Farinha, no qual se pode encontrar o santuário de Nossa Senhora da Graça. 
Se visitar Mondim de Bastos prepare-se para uma terra de grande património natural, arquitectónico e arqueológico. Por exemplo, na zona ribeirinha encontra várias influências minhotas com as vinhas e os campos de milho, os solares e os espigueiros. No centro histórico não perca o percurso das capelas e os jardins de camélias.
A nível gastronómico o ponto máximo é a Carne Maronesa. Produto de elevada qualidade e exclusivo da zona da serra do Marão. Para sobremesa, o Pão de Ló húmido faz as delícias.


Condições meteorológicas

Dia sem nuvens e temperaturas a rondar os 25ºC. Não se espera que o vento tenha influência, já soprará fraco de norte e noroeste.

Favoritos

*** Gustavo Veloso
** Raúl Alárcon, Amaro Antunes
* Rinaldo Nocentini, Alejandro Marque, Rui Sousa, Sérgio Paulinho, João Benta, Vicente Garcia de Mateos, Frederico Figueiredo

A nossa aposta: Gustavo Veloso
Vencedor nesta chegada em 2016, numa etapa mais dura, este ano o dia é mais 'levezinho' até ao Monte Farinha. Não parece estar no mesmo estado de forma de 2016, mas com a equipa que tem e com uma etapa que até à parte final é relativamente acessível, o galego pode aplicar a sua explosividade no final.

Outsider: Amaro Antunes
Tem estado muito ativo, sempre atento e a mostrar que está na Volta não apenas para ser uma peça secundária.
Em forma, é um dos melhores trepadores do pelotão nacional. O único problema será o papel que tem na equipa, poderá o limitar.


(a partir das 15:15)

Perfil da etapa desenhado por Pedro Rodrigues
Perfil da subida Srª da Graça por CyclingCols

Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário