Alterações em etapas chave da Vuelta a Espanha 2017


A 22 dias do início da Vuelta, os organizadores da prova decidiram fazer alterações em várias etapas. Ao serem publicados os perfis no site oficial, o jornal AS verificou que são quatro etapas que sofreram alterações nos percursos.

A primeira etapa a sofrer alterações é a etapa 10, que termina em ElPozo Alimentación. Os ciclistas terão de passar uma primeira vez pela linha de meta, onde se disputa o sprint intermédio, depois sobem ao Alto de Morrón de Totana (3ª categoria), que no perfil inicial não estava incluído. A etapa sofre ainda outra alteração, os últimos 7 quilómetros planos desapareceram, sendo a meta logo após a descida de Collado Bermejo.

A 14ª etapa também está diferente, os organizadores alteraram o percurso inicial da etapa. Os ciclistas irão passar por Puente Genil em vez de Aguilar de la Frontera, como estava previsto inicialmente. No total a etapa terá menos 10 quilómetros e já não farão a subida de Alto de los Villares de Jaén (1ª categoria), em vez disso terão de fazer a subida ao Alto de Valdepeñas de Jaén (2ª categoria) e depois a subida final de categoria especial.

A 15ª etapa, que termina na Sierra Nevada, terá mais 2 quilómetros do que inicialmente estava previsto. Os ciclistas irão terminar o dia a 2510 metros de altitude em vez dos 2490 do primeiro perfil.

Por fim temos o contra-relógio de Logroño (16ª etapa) que inicialmente tinha 42 quilómetros e agora apresenta-se com 40,2 quilómetros.

Fonte: https://as.com/

 

Também pode interessar:

Lola Cycling Team

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário