Giro 2017 - Antevisão 1ª Etapa

3, 2, 1... que comece a festa do 100º Giro d'Itália.

Perfil 1ª etapa

Mapa da 1ª etapa

Começa hoje, na Sardenha, a 100ª edição do Giro d'Itália. Com saída da cidade de Alghero, os ciclistas dirigem-se para noroeste e percorrer 206 quilómetros até Olbia, quase inteiramente ao longo da famosa 'Costa Esmeralda'. As principais dificuldades do dia serão as estradas acidentadas e o vento que se poderá fazer sentir. 
Os ciclistas terão de passar três subidas categorizadas, as duas primeiras aparecem bastante cedo, Multeddu (GPM4, 4,6 km a 3,3%) e Trinità d'Agultu (GPM4, 6,1 km a 4,4%). Já a última está localizada a cerca de 21 quilómetros da meta, S.Pantaleo (GPM4, 3,3 km a 5,6%). Os últimos 20 quilómetros não apresentam dificuldades acrescidas nem pontos de perigo, por isso prevê-se a chegada em pelotão compacto e a discussão da vitória ao sprint.

Cidade de partida: Alghero


Bastioni, Alghero
Alghero (Algueiro em português) é uma cidade italiana da região da Sardenha, com cerca de 44.000 habitantes. No final da idade média, a Sardenha era parte do Reino de Aragão e por isso parte da sua população é originária de conquistadores catalães. A cidade conserva ainda hoje o uso da língua catalã, reconhecida como oficial pela Republica Italiana com o nome de dialeto alguerês.
A cidade é uma das portas de acesso à ilha por conta do aeroporto de Alghero – Fertilia. A sua costa é conhecida como Riviera do Coral, pelo fato de se encontrar coral vermelho da melhor qualidade em abundância. O artesanato e a venda do coral fazem parte desde há séculos da vida económica da cidade, estando até representado no brasão da mesma.
Alghero é um dos principais destinos na Sardenha; em 2012 foi a 10ª cidade italiana mais visitada pelos turistas estrangeiros.

Cidade de chegada: Olbia

Isola di Tavolara, Olbia
Olbia é uma cidade italiana da região da Sardenha, província de Olbia-Tempio, com cerca de 51,045 habitantes.
O nome da cidade é de origem grega por causa da presença destes durante o século 7 aC. Mas Olbia é uma cidade muito antiga e, apesar de não haver provas, acredita-se que possivelmente foi fundada pelos gregos.Contém ruínas desde a civilização nurágica à era romana, quando era um porto importante, e da idade média, quando era a capital do Giudicato de Gallura, um dos quatro estados independentes de Sardenha.

Condições meteorológicas

A organização do Giro não podia pedir um dia melhor para começar a 100ª edição. Prevê-se um dia de sol, com as temperaturas a atingir os 23º.
O vento irá fazer-se sentir, visto ser uma etapa corrida ao longo da costa. Com as várias viragens no percurso, a direcção do vento irá mudar frequentemente, sendo que em alguns momentos haverá vento lateral. Para a chegada está previsto vento de frente.

Favoritos

*** André Greipel, Fernando Gaviria
** Sacha Modolo, Giacomo Nizzolo, Sam Bennett, Caleb Ewan
* Kristian Sbaragli, Phil Bauhaus, Moreno Hofland, Maximiliano Richeze, Matteo Pelucchi, Jakub Mareczko

A nossa aposta: Fernando Gavíria
O jovem sprinter colombiano estreia-se nas grandes voltas e terá à sua disposição um comboio de luxo para o levar às vitórias de etapas. Uma das suas vantagens em relação a outros é também o facto de ser um velocista com um leque de armas que outros não têm, que lhe permite vencer de diversas formas. A vitória na última edição do Paris-Tours é disso um bom exemplo, onde a sua aceleração brutal fez a diferença. A juntar a isso, Gavíria já se bate com os melhores nos sprints 'tradicionais', já está no leque dos melhores.
Na nossa opinião, é juntamente com Greipel o melhor velocista em prova, com Caleb Ewan ligeiramente atrás.

Outsider: Caleb Ewan
O australiano tem muitas vitórias em 2017, mas na última aparição, no Tour of Yorkshire, foi batido por Bouhanni e Groenewegen, o que não é um bom sinal.
De qualquer forma, Ewan está a um pequeno passo de estar no lote dos melhores (Kittel, Cavendish, Greipel e na nossa opinião Gavíria também já faz parte). Em 2016 venceu uma etapa no Giro, estreando-se da melhor forma em grandes voltas e este ano quererá fazer melhor, isto quer dizer, ganhar mais do que uma tirada.
Nizzolo, Modolo e Bennett são outros nomes a ter em conta, tudo o que seja fora dos seis nomes mencionados, será uma grande surpresa.

Seguir em directo: #giro100, @giroditalia
(a partir das 12:15, hora de Portugal Continental)

Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário