Tour of the Alps (2.HC) - Antevisão

O Tour of the Alps foi criado em 1962 e até ao ano passado, designava-se por Giro del Trentino, sendo uma das mais importantes provas do calendário italiano. Em 2017 comemora a 41ª edição, tem sido dominada pelos italianos, com Damiano Cunego a ser o recordista de vitórias, com três no total.
A prova disputa-se no norte de Itália, nas regiões do Tirol, Südtirol e Trentino, isso significa muito montanha e paisagens deslumbrantes no menu de cada etapa. Esta é a ante-câmara do Giro d'Itália e alguns dos candidatos a vencer a maglia rosa, estarão presentes nesta prova.

História
últimos 10 vencedores
2007 Damiano Cunego (ITA) Lampre–Fondital
2008 IVincenzo Nibali (ITA) Liquigas
2009 Ivan Basso (ITA) Liquigas
2010 Alexandre Vinokourov (KAZ) Astana
2011 Michele Scarponi (ITA) Lampre–ISD
2012 Domenico Pozzovivo (ITA) Colnago–CSF Bardiani
2013 Vincenzo Nibali (ITA) Astana
2014 Cadel Evans (AUS) BMC Racing Team
2015 Richie Porte (AUS) Team Sky
2016 Mikel Landa (ESP) Team Sky

Edição 2016 (Top-10)
1    Mikel Landa Meana (Spa) Team Sky    14:44:48   
2    Tanel Kangert (Est) Astana Pro Team    0:00:02   
3    Jakob Fuglsang (Den) Astana Pro Team    0:00:14   
4    Sergey Firsanov (Rus) Gazprom-Rusvelo    0:00:19   
5    Patrick Konrad (Aut) Bora-Argon 18    0:00:24   
6    Romain Bardet (Fra) AG2R La Mondiale        
7    Domenico Pozzovivo (Ita) AG2R La Mondiale    0:00:28   
8    Emanuel Buchmann (Ger) Bora-Argon 18    0:00:30   
9    Jean-Christophe Peraud (Fra) AG2R La Mondiale    0:00:42   
10    Hubert Dupont (Fra) AG2R La Mondiale    0:00:56

Percurso

17/4 Etapa 1 -  Kmufstein › Innsbruc Km/Hungerburg (142.3 Km)
18/4 Etapa 2 - Innsbruc Km › Innervillgraten (181.3 Km)
19/4 Etapa 3 - Villabassa/Niederdorf › Funes / Villnöß (143.1 Km)
20/4 Etapa 4 - Bolzano / Bozen › Cles (165.3 Km)
21/4 Etapa 5 - Smarano › Trento (199.6 Km)
Total: 831,6 Kms

A prova além de mudar de nome, também passou de quatro etapas, para cinco. O percurso não desilude, sendo bastante duro, o que é natural, já que a prova decorre numa região montanhosa, onde terreno plano é raro. 
As duas primeiras etapas, acabam em alto, embora sejam subidas que não vão decidir o vencedor final. A 3ª etapa, é a raínha e aquela que se espera haver as maiores diferenças, com final em Funes.
A 4ª etapa é a mais 'simpática', apesar de também não faltar montanha. E a 5ª e última etapa, não acaba em alto, mas é muito dura, com os corredores a subirem acima dos 1600 metros de altitude.

Perfis 
17/4 Etapa 1 -  Kmufstein › Innsbruc Km/Hungerburg (142.3 Km)


** Geraint Thomas, Thibaut Pinot
* Mikel Landa, Egan Bernal, Davide Formolo


18/4 Etapa 2 - Innsbruc Km › Innervillgraten (181.3 Km)

* Rohan Dennis, Luis Léon Sanchez
** Diego Rosa, Rodolfo Torres, Damiano Cunego

19/4 Etapa 3 - Villabassa/Niederdorf › Funes / Villnöß (143.1 Km)

* Thibaut Pinot, Geraint Thomas
** Mikel Landa, Domenico Pozzovivo, Damiano Caruso, Egan Bernal

20/4 Etapa 4 - Bolzano / Bozen › Cles (165.3 Km)

* Matteo Busatto, Francesco Gavazzi
** Rohan Dennis, Luis Léon Sanchez, Emanuel Buchmann


21/4 Etapa 5 - Smarano › Trento (199.6 Km)

* Thibaut Pinot, Geraint Thomas, Damiano Caruso, Egan Bernal
** Mikel Landa, Domenico Pozzovivo, Davide Formolo

Startlist

Favoritos

***** Thibaut Pinot
**** Geraint Thomas, Mikel Landa
*** Davide Formolo, Egan Bernal, Damiano Caruso, Domenico Pozzovivo
** Rohan Dennis, Michele Scarponi, Joe Dombrowski, Hugh Carthy
* Emanuel Buchmann, Sergey Firsanov, Pierre Rolland, Rodolfo Torres

A nossa aposta: Thibaut Pinot
Entre Pinot, Thomas e Landa, escolhemos o francês porque os dois homens da Sky, este ano estão longe de serem fiáveis. O francês, em 2017, foi 3º na Vuelta a Anadalucia, 9º na Strade Bianche e 3º no Tirreno-Adriático. Começou o ano com um 9º lugar no GP Marsellaise e na Valenciana teve problemas de saúde.
Landa este ano foi, 6º na Andalucia e depois no Tirreno-Adriático e Catalunha não se deu por ele. Em relação a Geraint Thomas, foi 5º no Tirreno-Adriático e pouco se deu por ele na Catalunha.

Outsider: Egan Bernal
A jovem pérola do ciclismo colombiano, no ano passado brilhou nesta prova. Em 2017, em todas as provas que participou, mostrou estar bem.
Foi 4º na Settimana Coppi e Bartali e 2º no Giro dell'Appennino. Com 20 anos, Egan Bernal tem um futuro brilhante, com o céu a ser o limite. Mais uma vez espera-se que anime a prova.

Seguir em directo:
(a partir das 13:30, hora de Portugal Continental)



Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário